quarta-feira, 19 de julho de 2017

Evento: Anime Friends 2017 - Domingo 09/07

Confiram outros vídeos no canal do YouTube do Not Loli!

Finalmente, o post sobre o famigerado Anime Friends 2017! Ainda mais: o terceiro dia, com direito a comentários sobre os shows do Asian Kung Fu Generation e do TM Revolution, comentários sobre o Ribbon Fashion Contest, o World Cosplay Summit, além das palestras das editoras, o concurso de cosplay e todas as outras coisas que eu tive a oportunidade única de aproveitar. Eu que jurava que não ia no Anime Friends desse ano fui pega de calças curtas, mas acabei aproveitando 10 vezes mais que o normal (o dinheiro, né) e quando digo que foi ótimo quero dizer que foi ótimo mesmo, e não o "é... é o que tem pra hoje" de todo ano. Então, simbora comentar? ^_-

O Anime Friends desse ano foi realizado em um lugar novo: o Transamerica Expo Center, também em São Paulo porém na zona sul, que foi fundado em 2001 e pra quem não sabe tem sido o lugar de escolha de muitos eventos de alto padrão por conta do espaço e da localização próxima a vários pontos de transportes públicos e do estacionamento. Sim, estacionamento! O que significa que agora dá pra ir de carro sem se preocupar. Uau. Digerida essa singularidade, eu fui de caravana como sempre mas preciso notar que a fila da caravana parecia um pouco mais rápida por conta da ausência de revista policial. Por quê? Não tenho a menor ideia e achei muito bizarro, mas relevemos. (Mas se já teve spray de pimenta com revista, né, acredito que tenham ido na fé dessa vez.) 

O espaço em forma de L é dividido em 7 pavilhões, sendo que a entrada é por 4 deles, seguido de 2 atrás e um último maior em que aconteceram os shows e etc. Eu preciso dizer que mesmo com mapa (sim, deram mapas na caravana e no Friends Shop, além de terem alguns espalhados!) não estava super fácil de se localizar, mas depois de algum tempo você se acostumava com o local e com os vários Bob's espalhados (Bob's simplesmente não era um ponto de referência lá). O espaço enorme e coberto lembrava os Animecon da vida, mas em escala muito maior. A mudança pra um espaço com segurança permitiu entre outros que eu pudesse voltar pra casa sem um ônibus cheirando a maconha e que as pessoas fossem respeitosas umas com as outras e sobretudo com as várias famílias presentes, o que espero de coração que vire o padrão Anime Friends. Enfim.

Por falar em Bob's, o padrão de higiene da praça de alimentação era um nível totalmente diferente do Campo de Marte ou... qualquer evento de anime basicamente. Já na entrada porém haviam muitas pessoas na praça de alimentação, então imagino que na hora do almoço simplesmente não tinham mesas o bastante. Outro problema de lotação aconteceu nos banheiros; na hora em que entrei, por volta das 11, haviam apenas 2 banheiros disponíveis e 1 deles ficava escondido e os guardas simplesmente não mencionavam, o que resultava em uma fila imensa no outro. Apesar desses problemas bem primários e passíveis de acontecerem em qualquer evento grande, o resto era bem tranquilo; trabalhadores de limpeza e lixeiras estavam espalhados na praça de alimentação e o local foi um grande acerto.

Mas não só de local se faz evento de anime, certo? Vamos às atrações. Como sabem, meu enfoque não é exatamente RPG, baseball e cartinhas, mas sim cosplay, anime e kawaii, o que significa que eu só vou poder falar sobre essas coisas. Meu dia começou comigo totalmente desorientada no meio da multidão igualmente desorientada e ocupando grandes espaços, perdendo meia hora apenas pra achar e usar um banheiro. Só ali já estava com medo de gastar um tempo enorme fazendo vários nadas apesar de todos os planos, o que já me aconteceu outras vezes. Nisso encontrei as cosplayers aí, um grupinho muito lindo e chill de Maid Dragon que já me deixou ansiosa por aquilo que estava por vir. Fui andar pra me encontrar nos espaços, e então as coisas começaram a acontecer.

Em nota, sobre os espaços: ter a praça de alimentação perto da entrada é bom, ao meu ver, mas muita gente que não pegou mapa nem sabia das opções de alimentação no fundo (leia-se: pais entediados); confesso que não percebi se tinha mapa na entrada. O excesso de atrações e estandes sem muito senso lógico era um pouco desnorteante, mas nada que não aconteça em praticamente qualquer feira e exposição. De grandes reclamações a fazer, apenas o aperto nos estandes e o corredor das salas temáticas que continua ocupando um espaço físico pífio e aglomerando muita gente sei lá por que razão, já que o espaço de baseball e afins sempre fica vazio. De resto, os palcos em geral tinham bastante espaço pra se sentar, e nenhum outro lugar que eu visitei parecia aglomerado demais.

Repetindo, no último pavilhão ficava o espaço dos shows e M&G que era também um espaço com banheiro, o Friends Shop, guarda-volumes e afins; peguei meu comprovante de Hotzone e M&G pouco depois da abertura do portão, por volta de 12:00, e voltei para fazer a inscrição no concurso cosplay que começaria às 13:30, mas no qual os cosplayers deveriam estar às 13:00. Nessa hora eu consegui fazer pouca coisa além de comprar as novels de No. 6 que eu queria (sim, vai ter resenha!) e conferir os espaços temáticos (leia-se "babar nos outfits lolita e tirar fotos de cosplay enquanto lamentava a lotação usual na PSParty"), mas o legal foi que eu encontrei o povo incrível do Suco de Mangá. Eu estou me despedindo deles por conta da minha falta de tempo e novos projetos, mas fiquei realmente feliz em vê-los e recomendo que confiram a cobertura deles! ^_-

Enfim, chegou a hora do concurso. A pontualidade foi incrível e estão de parabéns, aliás. Eu resolvi participar simplesmente por brincadeira porque nunca havia participado de um concurso de cosplay em evento de grande porte; participei apenas na modalidade Desfile e a experiência não diferiu muito de um Anime Summer da vida, exceto é claro pela qualidade dos cosplays (paguei micão de tão humilde!) e também porque um pessoal de uma TV local torçamos foi fazer a cobertura do evento e filmou a gente nas filas antes de entrar. Foi divertido, admito. (Estava escrito "cosplays atrás da linha" mas eu perdôo.)

Eu já cagada @ 18:25

Depois, finalmente tive um tempinho pra descansar enquanto não começavam as atrações que me interessariam às 15:00; fui conferir o karaokê do palco Animekpop, dar uma olhada no pessoal do Just Dance e afins. Foi uma hora em que eu fiz pouca coisa interessante, o que absolutamente me chateou porque às 15:00 começaram as falas do Junior da Newpop sobre lançamentos e de um pessoal sobre BL, e eu sei que não fui a única que queria ir em ambas. O bom é que os palcos ficavam próximos, então ficamos indo em um e no outro. Pra lançamentos, recomendo a cobertura do Suco de Mangá porque eu fui jogar bingo. Já a fala sobre BL foi feita com Dana Guedes do Bunka Pop, Perséfone Tenou do Blyme e Keiko Maxwell. Eu fiquei meio cética a princípio com a fala, mas o interessante foi ver que tinha muita gente que realmente gostava de BL (nível "ler quadrinhos chineses de BL" - parabéns, galera mais hipster que eu) opinando e as opiniões foram razoavelmente sensatas, apesar do inevitável constrangimento que uma palestra sobre quadrinhos eróticos homoafetivos proporciona. (Shout out para o pai que eu vi entrando no espaço Shoujo & Shounen Ai e saindo de lá com uma expressão de confusão imensa.) Tinham vários garotos na plateia, aliás, e no geral foi OK.



Às 16:00 acontecia o Ribbon Fashion Contest e também o Meet and Greet com o TM Revolution. Passei pra conferir o Ribbon Fashion Contest por curiosidade, que não diferiu muito dos outros anos (a exceção de resultados inesperados!) ; naquele momento a minha atenção estava voltada 200% para o Meet & Greet, obviamente. Eu confesso que tive um momento "como eu sou poser gente" quando vi a empolgação do pessoal - tinha até uma garota com cosplay de Hot Limit! Ele sorriu tanto! - porque faz um tempo que eu não acompanho TMR, mas foi muito legal mesmo assim; Nishikawa é um legítimo ídolo - aquelas pessoas que são sempre estrelas e nunca "estrelinhas", sabe? - e eu tive a oportunidade de ficar do ladinho dele na fotografia (invejem, mortais) e de berrar coisas antes de ser empurrada pela staff, o que foi: legal. No entanto, ficamos esperando um tempo e rolou uma certa bagunça na hora. No fim das contas eu fiquei chateada porque esperava ter recebido assinatura e não print, mas não diria "não valeu".

Às 17:30 começavam as atrações realmente interessantes, leia-se a seletiva nacional do World Cosplay Summit e o show do Asian Kung Fu Generation. Primeiramente: mancada, segundamente: primeiramente, etc. Acredito que colocar duas atrações desse naipe foi uma tentativa de desafogar as duas, mas no fim das contas eu só lamento todos que queriam muito ir a ambos e tiveram que abrir mão de um por causa de amigos ou coisa assim; eu só admiti pra mim mesma que ia no show e deixaria pra ver a seletiva depois no Canal SK, e assim fiz.

 
E ah, shows. Galera, os shows. *suspira*

O show das 17:30 foi o da banda Asian Kung Fu Generation, que esteve se apresentando no Brasil pela primeira vez em 2015, em show solo. Eu infelizmente não pude ir na época (e eu e o Bonkoski bem queríamos) mas fiquei muito feliz com a oportunidade de vê-los agora. Apesar de não ser tão fã de Ajikan a ponto de comprar Hotzone, eu gosto muito de três músicas - e, pasmem, tocaram as três. Pra minha insana alegria e arrependimento. Os efeitos de luz foram impressionantes e a animação do pessoal lembrava o FLOW, não por acaso, já que as músicas de Bleach e Naruto sempre animam o pessoal. Não peguei o show inteiro mas adorei o que peguei - confiram aí embaixo!


Depois, o show das 19:30 foi o meu aguardadíssimo. Eu não tenho palavras que descrevam o quanto eu esperei esse show, o quanto eu queria vê-lo em 2007 e o quanto eu reverberei quando percebi que ia ver o Nishikawa de perto. Eu fiquei esperando o show desde as 19:00 na área, e fiquei super feliz porque não tinha tanta gente assim (imprensa: onde estão?) e foi uma ega cloud
experiência bem melhor do que no show do FLOW de 2014, no qual eu fiquei no fundo espremida e sem enxergar nadinha. Mesmo no fundo dava pra ver porque não tinha muita gente (obrigada, Gundam, tão pouco popular no Brasil). Nishikawa se apresentou com 4 dançarinas e basicamente apresentou um grande mix de músicas e várias remixadas pra agradar qualquer fã das antigas. Ele cantou todas as músicas significativas de Gundam, digamos - INVOKE, resonance, Zips e até vestige! - além de outros sucessos como High Pressure (Samurai X), Aoi Hekireki (amo/sou), LEVEL 4, Hot Limit (os fãs piraram) e algumas ballads poderosas. O fechamento com Heart of Sword foi pra acabar. É aquela coisa - eu sou do rock e das músicas de anime desconhecido e senti falta de Abingdon Boys School (muita, sério) e de músicas como (Tokyo Magnitude 8.0), mas... né? Não posso reclamar - foi lindo. (E mesmo em 2017 eu ainda sabia cantar junto 90%, o que... né)

Enfim, a conclusão desse post é só dizer que o Anime Friends desse ano foi maravilhoso - e que venham muitos outros pelo resto da existência com o mesmo padrão de qualidade. Yamato, continue assim. Eu reclamo muito da Yamato, mas preciso dar a mão a palmatória quando acertam. O local foi um acerto, e o trato com os visitantes foi bem mais respeitoso dessa vez; só tenho a agradecer muito todas as mudanças dessa edição. Enfim, espero que tenham gostado desse post e até a próxima! ~

2 comentários:

  1. Oi Chell! Quanto tempo... desculpe por ficar sem comentar por um tempão por aqui, por favor não me machuque! :((
    Eu nunca fui ao Anime Friends e nem a outros grandes eventos de anime, porém parece ter sido divertido e eu espero mesmo que você tenha curtido. Acho que o mais divertido nesse tipo de evento é ver a galerinha com seus costumes, pelo menos pra mim é, ainda mais eu que sou apaixonada por cosplays e cosplayers hahahah. (Aliás amei as mocinhas de Maid Dragon e a de Sakurinha ♥)
    Na verdade eu não tenho muita vontade de visitar esses tipos de eventos grandes, eu tenho um pouco de medinho de lugares com muita gente hehe, porém eu enfrentaria esse medo só pra poder ir nos stands de Shounen-Ai e afins hkjdkfdj ♥
    Ah, eu amo muitão No.6, tô esperando ansiosa pela sua resenha! ♥
    Uma pena a apresentação do Nishikawa ter tido poucas pessoas, mas por um lado isso é bom também, assim você pode aproveitar mais pois sabemos como os shows no Brasil são meio bagunçados :/
    O evento em si parece ter sido bastante divertido e eu espero que você tenha gostado, sei como é ir pra lugares assim com muita gente, pode acontecer de ser horrível mas pode acontecer também de se ter experiências incríveis como foi dessa vez pra você :3
    E mais uma vez desculpe por sumir :(
    Beijos e até a próxima~~♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nana!! E ai, quanto tempo mesmo 😄 Eu tambem dei uma sumida entao nao posso falar muito ... O problema desses eventos grandes e que nem sempre da pra aproveitar o tanto que gostaria porque sao lotados e muitos horarios encavalam etc ;; mas sem duvida sao divertidos ❤
      Eu fiquei muito grata ao universo por ter conhecido o Nishikawa depois de uma decada sonhando 😍 O show foi divertidasso e foi ate melhor ter pouca gente ali na frente porque era so o pessoal fa mesmo que cantou junto etc ... acredito que um proximo lotaria agora que o pessoal nao-pagante da Hotzone o conheceu e curtiu 😄
      Enfim ... os cosplays estavam otimos pra variar e tinha ate bastante coisa de BL dessa vez, uma loucura (boa) 💖
      Feliz que tenha gostado da postagem e espero que um dia voce possa vir em um Anime Friends pra nos encontrarmos 💕 Muito obrigada por visitar / comentar e ate a proxima ~

      Excluir