segunda-feira, 5 de junho de 2017

Música: Recomendações de j-music dos anos 70-80!



Olá, pessoal!

Cheguei depois do meu sumiço de uma década pra falar sobre um assunto que tem me trazido uma paz e um acalento realmente inesperados: zero waste  músicas japonesas antigas. Especificamente, algumas músicas japonesas dos anos 70 e 80 que são simplesmente fabulosas e o Youtube começou a recomendar pro pessoal que curte essas músicas de hipster vaporwave com batidinhas delas. Eu fui ouvir e não é que as originais são simplesmente maravilhosas? Então, se até de k-pop eu converso nesse recinto, por que não...? Fãs de Shibuya Kei, aparentemente estamos falando de precursores. Sejam bem vindos à minha paixão recente: j-music velha!


10. Mariya Takeuchi

Uma cantora extremamente pop com várias músicas que eu não curto tanto assim, mas a música acima chama-se Yume no Tsuzuki e não é tão péssima, então deixo de tapa-buraco na posição 10 dessa lista que realmente não devia ter posições porque são só músicas sobre as quais eu tenho pouca opinião formada.



9. Ryo Fukui

Eu simplesmente não entendo o estilo experimental desse sujeito, mas descreveria como sendo muito catchy e pouco ortodoxo. O CD Scenery completo se encontra no YouTube (por... meios ilegais) e apesar de não gostar tanto de todas as músicas, eu gosto bastante da música acima. É bem experimental e alternativo, misturando jazzy, música clássica e outros ritmos diferentes, mas se for seu negócio... vá em frente.



8. Junko Ohashi

É interessante notar que ela tinha por inspiração, entre outros, Sérgio Mendes e Janis Joplin, o que significa que ela realmente conheceu o melhor dos 2 mundos. Enfim, apesar de não ser tão o meu estilo quanto outros da lista, a música acima em especial me cativou.



9. Takako Mamiya

Takako Mamiya tem um CD com um gatinho. Sinceramente, não sei nem o que... gente, um gatinho. É engraçado porque ninguém tem muita ideia de que cantora é ela ou quais as origens desse estilo, mas é um jazzinho delicioso com um gatinho então não dá pra não adorar, OK. A música acima é facilmente digna de estar na primeira posição da lista, mas sei pouco sobre a cantora, então deixo assim.



6. Hako Yamasaki

A pessoa com a expressão (careta, mesmo) super simpática da fotografia é Hako Yamasaki, uma cantora e compositora da prefeitura de Oita. Ela tem músicas ridiculamente melancólicas e que confesso que nem sempre fazem meu estilo, mas a música acima me cativou muito. Chama-se Wandering. 



5. Hiromi Iwasaki

Apesar de a música acima, Street Dancer, ser a música que tem maior número de ouvintes no YouTube ela não é a sua popular nem a de estréia; Hiromi Iwasaki se destacou por Romance e Cinderella Honeymoon, mas a Internet ocidental parece só conhecê-la por Street Dancer! De qualquer forma, a música é ótima e o estilo da cantora é sempre o mesmo - j-pop levinho e muito relaxante, gostoso mesmo. Recomendo pra ouvir em um dia tranquilo olhando a praia! (Experiência própria.)



4. Tomoko Aran

Tomoko Aran é uma cantora e letrista que ficou menos conhecida por carreira solo do que por fazer parte do projeto Nagisa All Stars, que estava em atividade até meados de 2010. De qualquer maneira, ela começou sua carreira em 1977 e as músicas daquela época são simplesmente fabulosas. A música acima, Midnight Pretenders, é uma das minhas favoritas.



3. Taeko Ohnuki

Apesar de ter começado sua carreira em 1976, aos 18 anos, e ter trabalhado muito com gente do naipe de Ryuichi Sakamoto desfrutando de um contrato na Sony Records, é ridiculamente difícil achar muita coisa sobre ela na Internet mesmo em língua japonesa. Não importa - as músicas são fabulosas e a música acima, 4 pm do album Mignonne, se tornou uma espécie de clássico j-hipster na Internet. Não é difícil perceber por que. Pra ouvir outras músicas da cantora, recomendo pesquisar a escrita japonesa de Taeko Ohnuki (大貫妙子)!



2. Miki Matsubara

Eu adoro tanto a cantora acima, sério, gente. Apesar de ter falecido relativamente jovem - 44 anos, em 2004 - ela foi intérprete de muitas músicas de anime e games, incluindo mas não se limitando aos populares Mobile Suit Gundam 0083: Stardust Memory e Gokinjo Monogatari. Apesar de conhecida por ser uma cantora de j-pop, ela fez um CD de covers de jazz e trabalhou inclusive com artistas internacionais. Um dos maiores sucessos da cantora é a música acima, Mayonaka no Door. A voz é deliciosa e é impossível não curtir se você tem um mínimo de respeito por música japonesa pop das "antigas".



1. Sai Yoshiko

Foi o que realmente começou a minha piração. A cantora de "acid folk" acima tinha 23 anos quando escreveu a música acima. 23 anos. É minha idade. Minha idade e ela já estava contribuindo assim pro mundo, o que mostra que ela é maravilhosa. Ela tinha uma doença que a forçou a ficar em um hospital, que nem a Jessie J, e acabou aproveitando pra estudar música - o que resultou em Taiji no Yume, que eu vi por aí descrita como "uma das melhores músicas japonesas de todos os tempos" e não considero uma exageração.



Enfim, era o que eu tinha pra compartilhar: músicas japonesas ótimas de cantoras tão velhas quanto desconhecidas por todos que não seguem as recomendações do algoritmo do YouTube ou não são j-hipsters o bastante. Apesar de parecer trouxisse minha, de verdade, são músicas ótimas e que eu espero ler mais sobre esses artistas pra atualizar a postagem futuramente. Espero que tenham curtido as recomendações tanto quanto eu, e deixem aí nos comentários os artistas de j-music pré-90s que vocês curtem! Até a próxima! ~

2 comentários:

  1. Yo! Ótimas recomendações, gostei bastante de algumas da lista (principalmente Yoshiko Sai e Takako Mamiya!!). Minha banda japonesa pré-90' até agora é Happy End (ou Blue Valentine), eles eram uma banda de folk-rock baseado nos Beatles (nem um pouco incomum naquela época). Conheci a partir do mangá 'A Girl on the Shore' do Asano, onde foi citada a música Kaze wo Atsumete (https://www.youtube.com/watch?v=jjaNizrFiC0).

    Novo aqui no blog, muito bom, tenho gostado bastante do conteúdo! ^-^)/

    ResponderExcluir
  2. Olá! Muito obrigada mesmo por vir comentar, em primeiro lugar, adorei a musiquinha! Em segundo lugar, vou dar uma conferida nessa, confesso que desconheço apesar de conhecer o A Girl On The Shore! Nem um pouco incomum é ironia? (Sou bem pouco manjadora desse estilo, desculpa a ignorância! :P)
    Enfim, obrigada novamente e até a próxima!

    ResponderExcluir