terça-feira, 18 de abril de 2017

Música: T.M. Revolution. NO. ANIME. FRIENDS!!


 
"Eu tô mal. Eu tô mal" eu repito continuamente, enquanto me sinto bem de um jeito que provavelmente nunca me senti.

Senhoras e senhores: Eu queria agradecer a todos os envolvidos e segundamente mandar todos os envolvidos gentilmente À PQP porque EU ESPEREI 1 DÉCADA. LITERALMENTE. UMA DÉCADA. Quando eu decido que não vou no Anime Friends me mandam isto.



Olá, gente! Aproveitando os últimos anúncios do Anime Friends, que vai estar #topzera, eu resolvi vir fazer um post pra falar sobre um artista que eu gosto muito desde 2008 e que portando eu sinto que tenho propriedade pra falar sobre. Ele estará no Anime Friends esse ano, e eu não quero ver a mesma desanimação que eu vi no Sambomaster (apesar de que, a julgar pelo showman que ele é e pela empolgação no FLOW, sinto que não vai acontecer...) então resolvi apresentá-lo a quem vai no Anime Friends e está curioso em relação ao já senhorzinho de 45 anos que vai estar lá cantando. Senhoras e senhores, T.M. Revolution. Ou Takanori Nishikawa, conforme preferirem.


Takanori Nishikawa nasceu... ok, não, não é sobre isso que eu quero falar. O sujeito das fotos é obviamente um cantor japonês. É sobre o porquê de esse sujeito japonês ser tão importante e me fazer pagar pra ir novamente no tal do Anime Friends. O ano era 1993 quando um sujeito chamado Takanori Nishikawa, então com 23 aninhos, deixou uma banda de visual kei flopada pra tentar ser um solista de sucesso. Foi aí que ele conheceu Daisuke Asakura, um tecladista e produtor já consagrado por sua pegação no paldupla chamada Access, posteriormente AXS (galera fãzassa de Code Geass [comentários]: sim, o mesmo Access) (galera fãzassa dos yaois etc: sim, o mesmo Daisuke Asakura das músicas de Gravitation e que inspirou o tecladista lá Tohma Seguchi). Access estava em hiatus na época e DA que não consegue parar quieto resolveu fazer outras produções. E aí ele e esse rapaz falaram, caramba, que tal se a gente fizesse musiquinhas eletrônicas chicletes pacas com clipes ridículos? O AXS deu certo fazendo essas coisas, se a gente tentar elevar o nível do ridículo vai dar certo!



E assim surgiu T.M. Revolution, com nome inspirado no sucesso TM Network pra confundir a galera que gostava de letras em inglês (tinha - o Nishikawa é fluente e sim, ele vai falar em inglês no palco provavelmente ^_^), mas elevando o nível de breguice e coisas ruins em geral, porque era música eletrônica com nomes à la "HOT LIMIT" e não rock. Não, sério. Sente o nível das calças de couro. Nem todos os seres humanos usariam esses sapatos plataforma, não importa. Mas tinhamos sim, roupas coladas bregas e clipes com efeitos visuais high-tech pra década de 90 no Japão (ou, horríveis). Eu... eu... eu nunca tenho o que dizer. Sempre que eu tento explicar TMR, eu me perco. Eu só gostaria de pedir pra sentirem.


Enfim, foi assim o começo da carreira de Nishikawa. Ele e DA trabalharam juntos por um tempo e chegaram a aparecer em clipes juntos já no final da era em que ficaram trabalhando juntos, e depois... bem, depois tretas aconteceram e se separaram. (O que me faz chorar porque já pensou se ambos viessem pro Brasil? Eu ia infartar!). Creio que um dia depois de ficar famoso ele cansou de fazer papel de ridículo e ficar com os pés doendo de tanto andar sobre saltos só porque é baixinho (1,61m - e vamos ver se não é menos ainda), e decidiu que ia dar um pé na bunda amigável de DA (supostamente, se separaram por "conflitos intelectuais", mas minha versão é outra) e ir fazer uma banda de rock, enfim, fazer coisas legais. Ok, brincadeira, eu sou  100% DA Family e todos os envolvidos no TMR das antigas, mas que era ridículo era. Enfim. Nishikawa.

Não satisfeito com o sucesso até então, Nishikawa começou uma banda chamada abingdon boys school. Que talvez vocês conheçam por ter feito as aberturas de D. Gray-man (Access também, kkk #tretinhas #yaoizeraspiraram), Darker than black e tal, e é/era uma banda incrível exceto pelos hiatus extremamente longos em que se envolve, mas deixa quieta. Aliás, depois de um tempo o Nishikawa continuou com ambos os projetos - o TMR, então sem DA, e o abs. Sob a alcunha TM Revolution, ele fez músicas de Gundam SEED (o anime que tem um personagem inspirado nele), Rurouni Kenshin (super popular? Sim. Vai ter? Certamente.), Sengoku Basara (adoro - música icônica - ele acabou fazendo um monte pra série de jogos também), Valvrave, Soul Eater, Tokyo Magnitude 8.0 (vai ser o do TMR, aquela música linda mas esquecida por ser de Anime Hipster que só eu vou sentir falta, mas beleza) e outros. Então é isso que ele faz atualmente. Além de ser o Togashi do j-pop (aquela pessoa que faz [música de] shounen, é popular pacas mas entra em hiatus desesperadores), ele faz músicas eventuais com powerhouses. Tipo a Nana Kitade. Fizeram uma collab destruidora que virou . Ah, ele também colaborou com AOA, k-popeiros. (Eu adoro demais a música deles! Ah, curiosidade: Nishikawa é fã de corridas, daí convidarem-no pra temática de carros) Recentemente, eu cheguei a comentar que ele estava envolvido fortemente em B*Project, não só compondo as músicas mas também tem um personagem que ele dubla e que é inspirado nele e tal. Enfim, o seu projeto atual é um queridinho entre as fujoshis, mas ele já fez músicas pra tantos públicos diversos que não dá pra não curtir.

Enfim, eu sou só amores por Takanori Nishikawa. Mas quando ele não tá trabalhando ele ainda é uma pessoa incrível, sério. Não basta ser uma powerhouse da j-music, ele é um ser humano closet otaku hilário em geral e a idade fez bem pra sua aparência, ou talvez tenham muitas plásticas envolvidas nis--. Uma verdadeira estrela. Eu não sei. Eu sou fã, sou suspeita, não consigo parar de reviver minha paixão de adolescência há horas e ainda estou com medinho de infartar quando o ver no palco. Mas enfim, ele é mesmo uma estrela. O que significa que teremos um legítimo showman topzera no Anime Friends desse ano. O que significa que se você ainda não estava satisfeito com Asian Kung Fu Generation e Do As Infinity (em que mundo vives tu, Brutus?!) ao menos deverá pular com as músicas desse sujeito.

Eu tenho muitas coisas a falar mas vou parar por agora porque não passo muito bem. Obrigada.

2 comentários:

  1. Escritora entendendo que quando surtamos com algo que gostamos, ficamos sem reação ou sem palavras.

    Bem, primeiro, obrigada pelo comentário lá na resenha de "Pokémon Advanced", soube pelo Erick por e-mail; o pessoal não é muito de comentar nas resenhas que faço,mas, quando tem fico muito feliz. Só entre a gente, fiz três resenhas de "Pokémon", sendo a fase clássica e a que comentou, falta a da fase Diamond/Pearl pra fechar. As demais, não assisti, mas, acompanho o andamento da obra e sei como estão indo; fora que jogo os games via emulador e escrevo uma fanfic a respeito, tem uma postagem no site sobre fanfics de animes e tem uma pequena amostra desta história que escrevo.

    O que me chamou a comentar aqui foi a tag CHAMA O SAMU, porque é um termo bem comum em um blog que acompanho, o Kimono Amarelo e lá o surto rola soltinha, soltinha. Também, quando analisaram "Magic Kaito 1412" não deu outra: tamos até hoje, quando comenta um anime que acompanho.

    É isso! Dá uma olhadinha no Animecote, pois pode ser que role a última resenha de "Pokémon", vai depender do meu editor-chefe, afinal, é ele que manda. Mais uma vez, valeu pelo seu comentário. Até mais!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, escritora! Primeiramente, desculpa a minha demora a responder! Apesar de eu estar online, estava escrevendo outros posts e preparando videos e acabei não vendo seu comentário. Obrigada por ser empática comigo, hahah.

      Eu dei uma olhada no post da primeira fase de Pokémon, né? Eu não tenho visitado os blogs parceiros porque meu PC esteve com problemas, mas vou arrumá-lo e até lá espero que já tenha conseguido postar! *^_^* Adoro as postagens que vc escreve e espero ver muitas outras!

      Ah, mesmo?! Você escreve fanfic de Pokémon também? Vou dar uma olhada depois, eu também escrevo fanfics e gosto de conferir as de colegas. Eu não tenho o hábito de ler o Kimono Amarelo mas gostei de uns posts que li lá, não sabia dessa do CHAMA O SAMU, eu sempre solto porcarias assim quando eu tô surtada com alguma notícia LOL. (Acontece... com uma frequência bem louca #otakulyf)

      Enfim, super obrigada de coração por seu comentário também, e podeixar que vou lá conferir assim que resolver as coisas daqui também! :) Até a próxima! ~

      Excluir