Bem vindo ao Blog Not Loli! Estamos em construção no momento! Siga-nos nas redes sociais!icones redesPesquise algum tópico: search
Parceiros parceiros

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

K-Pop, parte 5: Você não vai parar, não?

MV do AlphaBAT, um dos muitos grupos genéricos flopados porém apreciados por mim.

Eu achei que ia parar logo.

Não parei.

Então, eu continuo ouvindo muito k-pop. Não só ouvindo k-pop como vendo programas, estudando coreano de madrugada e o c*, mas isso é assunto para outro dia. E não só k-pop como muitos outros tipos de música coreana, como já ouvia - a parte não-pop é a melhor parte da música coreana, sinceramente. Meus preconceitos foram 100% superados, e isso é mais pelo cenário independente rico da Coréia do Sul do que qualquer grupo de k-pop. Com todo respeito aos grupos pop que eu adoro como Block B, Laboum e Royal Pirates (que eu já postei sobre aqui!), também existem artistas incríveis muito menos populares, e é deles que eu quero falar aqui hoje. Essa lista conta com alguns indies e de j-rock menos populares, mas também com os flops que nunca realmente made it que eu mais gostei.

Espero que vocês gostem de mais esse post de recomendações de k-pop! Por favor, evitem xingar muito! Xingar muito fica no Twitter. Aliás, você já segue o blog no Twitter, onde eu posto promoções e todas essas coisas relevantes que acontecem eventualmente por aqui? Obrigada, de nada! ^_- Então, vamos às novas recomendações! ~


10. myB

myB era aquele grupo que começou com enormes expectativas (o nome myB vem de alguma coisa tipo querer ser top top da indústria ou sei lá?), mas logo sumiu. Desapareceu. Não teve comeback em 2016, e não sei o que estão fazendo, sinceramente. Mas como fãzassa de conceitos fofinhos em girlgroups, especialmente aqueles descolados (olhando pras minhas biases, Laboum) que eu sou, não podia deixar de mencionar que estas simpáticas garotas tem um estilo muito feliz que me agrada pra caramba. E, ah, chiclete. Quem curte k-pop e não curte um bom chiclete, né?




9. AlphaBAT

AlphaBAT está em 9º lugar porque eu acho um lixo, mas não é que me ganhou? Vamos falar sobre esses garotos. Kyumin e Selin era uma dupla. O Selin eventualmente assinou lá com uma gravadora, mudou o nome pra I:ota e passou a fazer parte desse grupo com proposta de cada rapaz ser uma letra do alfabeto. Muita gente aguardou o cebut e tal, mas eles nunca explodiram. Depois de várias promoções em 2013 e 2014, eles sumiram e reapareceram em 2016, com muitos membros a menos, alguns novos e um contrato com uma gravadora japonesa. Eu juro que não sabia dessa, minha puxada de sardinha pra j-music não é consciente, não... Resumo, eles floparam. Vendo o MV você consegue perceber por que. Mas eles me parecem tão simpáticos, e a musiquinha é tão catchy, que eu me sinto super mal por isso. Queria ter conhecido vocês antes!



8. Boys Republic

Boys Republic é um grupo que eu simplesmente não entendo. Eles são um grupo formado pela Universal - debutado em 2013, aliás, o primeiro grupo masculino de k-pop da Universal, - tem contrato com a galera que fez hinos de TVXQ e Girls Generation, tem videos e lançamentos e shows em japonês, um canal do YouTube super organizado para quem quiser saber tudo sobre eles, e apesar de tudo eles não parecem ser tão populares assim. Coisas do k-pop. Eles são estilosos, também, com uns clipes dárqui trevoso que são maravilhosos. São aquele k-pop que tem tudo para dar certo, mas nem por isso dá certo. E é por isso que meu lado rooting for underdog tem carinho por eles e os coloca aqui na oitava posição dessa lista.


7. WonderBoyz

Uma história: WonderBoyz debutou em 2012 com uma música que não chamou atenção de ninguém, apesar de ser bastante engraçada. Como eles aparentemente queriam ser piadistas e não músicos, eles lançaram então em 2013 uma música chamada Tarzan, com referências a vários filmes incluindo, bem, Tarzan. (Um historiador ou antropólogo provavelmente se perguntaria o que houve na Coréia do Sul em 2013 pra um boygroup lançar uma música de Tarzan e outro de Wolf - a masculinidade deixou de ser levada a sério? - mas prossigamos.) E então as pessoas começaram a notá-los. Quando isso aconteceu... eles terminaram. Se separaram e nunca mais voltaram. Por que eles estão em sétimo nessa lista? Porque o jeito zoado deles me lembra o Block B e me faz ter um carinho especial - afinal, é difícil achar alguém que paga mais micão que meu Block B querido. É só.



6. Unicorn 

Unicorn é um daqueles grupos que eu conheci porque o YouTube não parava de me mandar recomendações de grupos de  k-pop, revisitei em uma lista de grupos flops, resolvi finalmente ouvir... e não é que é legal?! Não entendo realmente por que elas são flopadas, e olha que eu sou chata com girlgroup. Mas sinceramente, aquele "what you know about me?" é na minha humilde opinião um dos refrões chicletes mais gostosos do k-pop. É bastante americanizado, sim, até porque o produtor delas é americano. Sinceramente, curto Unicorn. Desculpa, sociedade do k-"cool". Gostaria de lembrar também que a maioria das pessoas parece preferir Blink Blink, mas eu gosto de ambas.



5. N.Flying

N Flying é essa banda curiosa... de "rap-rock". Eu digo que não gosto de rap, mas gosto de rock e os conheci assistindo um video que mostrava algumas bandas de j-rock e k-rock. Eles me jogaram no chão porque fizeram me lembrar algo que eu frequentemente me esqueço: eu gosto de rap, especialmente se for daqueles com uns tecladinhos no fundo e nada de swag como os coreanos fazem muito bem. Acho que já mencionei isso aqui, mas quando jogava um jogo coreano de música chamado O2Jam, eu adquiri um gosto bem eclético para música. O jogo tinha muitas músicas de rap incríveis produzidas por compositores coreanos, e eu meio que esqueci que gostava demais dessas músicas até cair no k-pop. Então, N.Flying tem umas músicas nesse estilo bem legaizinhas. Essa música que eu coloquei aí em cima se chama Awesome. O motivo? ... Ouçam e descubram.




4. Thornapple

Tem bandas e músicos que a gente gosta, bem, pela qualidade musical. Isso não acontece muito quando o assunto é k-pop (fala sério, 90% das pessoas gostam também da estética e/ou das coreografias), mas Thornapple é um raro exemplo disso para mim. Vocais masculinos coreanos, em especial, geralmente me dão um cansaço pelo quanto a maioria força uma vozinha melosa ou bad boy. Thornapple é uma das poucas exceções (...bem, fora os que eu sou abertamente stan, claro), com um vocalista que faz coisas bem interessantes com a voz. Recomendadíssimo.



3. Guckkasten

Esse é mais um grupo de k-rock. Eu os conheci pela música acima, Challenge, mas Montage e Pulse também são muito populares (... relativamente?) e boas. O gutural é... meio questionável, mas no fim das contas eu gosto muito deles como banda de pop-rock, digamos. Tem qualidade musical e vários comebacks bem sucedidos. Respeito.



2. TASTY

TASTY é um boygroup que realmente tentou. Eles debutaram em 2012 (acho?), fizeram lá umas músicas muito boas, como Day 'n Night e You Know Me (sério, todas são ótimas. Apaixonei.) e aí não devem ter feito muito sucesso, porque começaram a tentar promover na China com músicas como MAMAMA e Addiction. E aí eles se separaram e alguns deles fizeram a dupla DLXL. Eu não sei exatamente a história, mas é uma história de um flop que não deveria ter flopado. Sério, que músicas legais. Nem parece k-pop. Ah, é mesmo, só eu ouço k-pop pela músic...





1. LiVii

*Suspira* rainha absoluta do meu Quero dizer. A LiVii é uma artista independente e bem pouco popular; eu a conheci por acaso vendo uns videos aleatórios no YouTube, e o canal dela tem pouco mais que 5000 inscritos no momento (menos que... muito YouTuber genérico pouco popular) e mesmo com cantores de k-pop famosos citando seu nome, ela ainda é muito pouco popular. Não por falta de qualidade. Só abrir o Facebook ou o Instagram para ver como a voz dela é maravilhosa e afinada até no karaoke, como o estilo dela é mesmo todo alternativo, fofo e original e weeaboo de shoujo - juro, ela fez um clipe inspirado em Sailor Moon. Sailor. Moon. como nos clipes, e como ela realmente dirige seus clipes e participa da produção toda e é, basicamente, incrível. "Princesa" LiVii? Para de humildade, sua rainha.



Bônus: 5 artistas novos e não necessariamente pouco populares (se não... floparem ;;) que merecem vossa atenção!


5. Pentagon

Porque nem só de Seventeen e NCT se fazem as grandes novidades de 2016 em termos de boygroups do k-pop, Pentagon é o mais novo grupo da Cube Ent. Eu não sou nenhuma fã da Cube, e Pentagon me passa uma sensação de "se for pra ouvir mesma bosta fico com Exo", mas eles realmente não são ruins. Gorilla é até vagamente catchy. Aquele tipo de música que talvez surja na minha cabeça em uns meses e eu fique "...de onde isso surgiu afinal?...". A produção dos MVs é linda. Então, simpatizo com vocês como simpatizo com BTS - ouço, não acho nada demais e vou ficar muito confusa se lotar um estádio.



4. CLC

CLC também está longe de ser impopular, apesar de ser flop para alguns padrões por aí. (Sim... acontece.) De qualquer forma e independentemente disso, eu precisava citar esse grupo recente porque não é nenhum Blackpink ou TWICE de popularidade, mas eu acho tão legal! O estilo delas é bastante pop e bem moderno, então eu preciso recomendar a todos que ainda não as conhecem. Eu pessoalmente gosto muito da música acima, Pepe, que chega a fugir um pouco do estilo delas, e também de No oh oh, que tem uma das batidas mais catchy do k-pop de 2016. Espero que gostem!



3. Glabingo

Quem é Glabingo? É um cantor solo que lançou, até agora, uma ballad e um R&B. Eu não faço ideia de qual vai ser o seu estilo julgando só por isso, mas considerando que ele debutou há dois meses e já lançou duas músicas que eu curti, com certeza vou tentar acompanhar e ver o que mais de bom ele vai lançar!



2. Victon

Então, tem esse grupo super novo chamado Victon que ainda não é super conhecido, mas eu gostei muito deles do fundo do coração. What Time Is It Now, a outra música que eles promoveram, está mais popular que a debut (I'm Fine, acima), mas como eu prefiro I'm Fine, fica aí o vídeo dela. Curtam, virem stans comigo e vamos chorar juntos se flopar, o que provavelmente vai acontecer. Grata!




1. I.O.I.

Quem não ouviu esse nomu nomu nomu, jakku jakku jakku não viu meu video sobre Fairy Knão acompanha k-pop, certamente. Essa música super chiclete dessas garotinhas adquiriu certa popularidade recentemente, tornando-as o grupo mais popular desta lista aqui, e por conta disso tem ficado muito presa na minha cabeça. Aliás, essas garotas não são um grupo permanente. Esse grupo formado pela empresa CJ E&M (mesma de Mamamoo e CNBlue) já foi anunciado como um grupo temporário, e essas garotas devem seguir com projetos separados no ano que vem. Uma verdadeira pena, porque essa fofura e sinergia são coisa rara - elas me lembram minhas divas do Laboum, o que para mim é elogio! - e eu acho que elas dariam certo juntas, mas... bem. Ao invés de nos lamentarmos, vamos ouvir mais nomu nomu nomu.



E era isso! Espero que tenham gostado do post, desses artistas, e que compartilhem e coisa e tal. Queria terminar este post dizendo que minhas rainhas do Laboum fizeram três comebacks ótimos esse ano - Journey to Atlantis, Shooting Love e Winter Story - que eu ainda não tinha postado aqui, e que o Block B vai trazer alguma novidade no dia 19 (círculo de oração "não é solo do Zico, né?", galera) e supostamente vai ter trabalho do meu adorado Jaehyo por aí, então vamos aguardar, sim? E com "vamos" quero dizer "eu vou aguardar". E com "eu vou aguardar" quero dizer "por favor, apoiem os grupos que eu gosto também". Obrigada!

De resto, muito obrigada a quem leu, e deixem aí nos comentários quem mais vocês gostam no k-pop que não é tão conhecido assim! Até mais! ~

2 comentários:

  1. "Eu achei que ia parar logo. Não parei" é a frase que mais descreve todo mundo que entra nesse mundo sem volta que é o kpop. Sim, eu também não parei. Aliás, só piorou de uns tempos pra cá, a ponto de eu já reconhecer todas as coreografias do pessoalzinho e até dar uma vontade de ir dançar lá com eles, depois do período de negação, raiva, depressão e etc. E não parou por aí. Agora também estou toda amores com kdramas, idols e toda a bagagem que vem junto.
    Enfim, como não tenho mais discernimento de nada, adorei todas as suas escolhas, as escolhas de todo mundo, e estou a dois passos de pagar R$150 para ver o Jay Park -_- Sério, me avisa se vc encontrar uma rehab para kpoppers

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Flora!

      Ah, nem me conte. HAHAH sério? Eu não consigo aprender coreografias mas é incrível ver aquelas apresentações em eventos, tem gente que manda muito bem mas mesmo os que não mandam muito bem, é legal ver a dedicação do pessoal. Eu gosto de músicas com coreografias populares (ex. Catallena, várias do EXO etc) mas é melhor ainda ver que tem gente disposta a dançar a música do seu grupo fav flopado. :P

      Eu entendo, é difícil né. HAHAH. Ah, confirmaram que é o Jay Park mesmo?! Eu gosto de Joa (?) mas só, mas também me sinto tentada. É pra acabar com a gente, viu!

      Enfim, super obrigada por sua visita e seu comentário e cuidado pra não naufragar nos k-pop, HAHAH. Estou terminando uma post com outras sugestões, então espero te ver novamente! Abraços!

      Excluir