quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Cosplay: Como preparar uma apresentação?

Minha apresentação favorita do WCS de 2008 com direito a comentários BR HUE.

A maioria das pessoas que se sentam na frente de um palco para assistir apresentações de cosplay típicas, com duração de um a cinco minutos, não imagina que preparar uma apresentação de cosplay nem sempre é uma tarefa tão fácil quanto parece. Especialmente para quem é iniciante, preparar uma apresentação de cosplay é uma tarefa que requer bastante inventividade e esforço, às vezes até mais do que a própria roupa do cosplay.

Eu já me apresentei algumas poucas vezes, e atualmente estou trabalhando em uma apresentação que vai exigir de mim bem mais do que as que eu fiz até agora. Minha vontade de fazer uma apresentação bem legal me levou a pesquisar ideias em diversos sites, como a seção Cosplay Skit do Cosplay.com, além de outros fóruns e blogs e no próprio YouTube. Durante essa pesquisa, eu acabei encontrando diversas fontes e dicas muito úteis, e tendo ideias muito boas que podem servir para outras pessoas e personagens. Por isso, resolvi compartilhar aqui algumas boas dicas para inspirar quem está querendo elaborar uma apresentação de cosplay interessante.

Aviso de antemão que não sou nenhuma expert, mas acho que o que eu aprendi até agora deve servir de ajuda a todos, sejam novatos querendo saber como funciona uma apresentação, ou pessoas mais experientes querendo dicas. Por isso, sem mais delongas, espero que gostem do post!

Eu já escrevi uma série de posts aqui no blog que podem ajudar quem é bem iniciante nesse universo de cosplays, como o post introdutório sobre cosplay aqui no blog, o "Como fazer um cosplay barato?", entre outros posts na tag "cosplay". Imagino assim que não haja mais nenhum mistério quanto a "como fazer cosplay" por aqui, então eu vou pular essa parte nesse post e supor que você é alguém que já sabe fazer cosplays, mas nunca fez uma apresentação. A primeira pergunta que muitas pessoas nessa situação se fazem é: o que uma apresentação de cosplay precisa ter?

A resposta mais curta possível é: depende. Existem diversas modalidades de apresentação de cosplay, sendo as mais comuns e presentes na maioria dos eventos o desfile e a apresentação tradicional.

No desfile, modalidade mais simples, você deve subir no palco (ou em uma passarela, ou outra coisa) com seu cosplay, e agir literalmente como um modelo, mostrando o máximo possível da sua roupa para o público e os jurados. Os desfiles de cosplay tem jurados que irão avaliar o cosplay, em geral em fatores como confecção, fidelidade caracterização, e a finalidade é basicamente de competir e mostrar para um maior número de pessoas o seu cosplay. É simples, rápido, e geralmente não requer ensaios.


Muitas regras de desfiles cosplay dizem avaliar a roupa pela fidelidade, mas fica sempre a questão: "como eles sabem se meu cosplay de um personagem desconhecido está fiel?!". Excelente questão. Spoilers: eles geralmente não sabem, e por isso os cosplays que geralmente ganham são aqueles com mais detalhes pequenos e/ou com tamanho maior que vão bem nos outros critérios. A menos que seja um concurso com inscrições prévias ao evento ou que peçam fotos, em que os jurados tem tempo e condições de estudar o visual dos personagens, eles podem simplesmente não saber quem é o personagem do qual você está fantasiado. Por isso, a confecção da roupa acaba sendo muito mais importante nesses desfiles do que a fidelidade. E é também por isso que na maioria desses desfiles personagens e pessoas *cof* conhecidos tem maiores chances de obterem uma vitória, e personagens com roupas maiores e mais chamativas tem chances ainda maiores de obterem uma vitória. Isso é uma forma de tentar tornar o concurso mais justo possível dentro das suas limitações, já que, se nem todo jurado sabe como é o personagem, o mais justo é premiar quem teve mais trabalho em teoria. "Em teoria", claro, porque pressupõe-se que aquela pessoa que passou dias correndo atrás de lojas para fazer um cosplay com roupas casuais se esforçou menos do que aquela que encomendou tudo pronto com um amigo.

Enfim, o que eu quero dizer aqui é que existem diversas variáveis envolvidas na premiação de qualquer desfile cosplay, e só porque você não conseguiu uma boa colocação não significa que seu cosplay não estava legal e que você não deva tentar nunca mais. Na verdade, a única coisa que significa é que você não atendeu a esses padrões. Premiações de cosplay tendem a funcionar bem na lógica do "Oscar bait", e é compreensível a preferência de muitos jurados por cosplays grandes e vistosos, com materiais e tecidos caros, com um carão profissional, de personagens populares, com acessórios (por exemplo, armas ou asas) extravagantes, etc. Por isso, no fim das contas, a premiação não tem importância de verdade para definir se você é bom ou não no que você faz - e recomendo que vocês que tem dilemas quanto a isso assistam esse vídeo da Chirie dêem uma olhada nos comentários para refletirem. ^_^ O lado bom disso tudo é que existem sim concursos em que a organização escolhe como jurados cosplayers experientes, que procuram observar os pequenos detalhes da confecção do cosplay e julgar da forma mais honesta possível.

Dito tudo isso, espero ter incentivado quem é novo a participar dos desfiles pela "participação", para encontrar outros fãs da mesma série e receber críticas que podem ajudar a melhorar sua confecção, sem expectativas de ser melhor ou pior que alguém. Porque você não é, ok? Próximo assunto!

Quanto à prática: o bom participante do desfile de cosplay deve mostrar o máximo possível da sua roupa no seu desfile. O ideal é que você mostre toda a sua roupa de frente, de costas e de cada um dos lados - e é sempre muito bonitinho fazer isso com o mesmo andar, movimentos e expressão que o personagem faria, obviamente! Termine os movimentos com uma pose pertinente ao personagem. Uma pose que ele tem de "assinatura", por exemplo.

Nenhum mistério no desfile, certo? Como disse, a confecção da roupa acaba sendo muito mais importante nesses desfiles do que a fidelidade ao personagem, mas é claro que os fãs gostarão de ver você se parecendo com o personagem o máximo possível, então procure estudar os trejeitos do personagem e ensaiar previamente algumas poses!



Por outro lado, a apresentação tende a ser uma modalidade mais difícil de preparar, em alguns casos mais difícil que o próprio cosplay. Requer planejamento não apenas do que será apresentado, como também do espaço, do som, dos materiais necessários, da limpeza posterior, dos movimentos. Requer ensaios, e muita preparação para não dar nada errado na hora H.

Por essa razão, são raros os cosplayers que preparam apresentações. Eu pessoalmente gosto muito de assistir uma boa apresentação, mas é claro que se você fizer uma apresentação muito centrada em piadas internas, os fãs que por acaso estão lá assistindo sua apresentação vão adorar, mas o restante do público vai odiar. Por outro lado, se você fizer uma apresentação que não tem nada a ver com o cânone de história do seu personagem, os fãs tendem a ficar decepcionados. Por isso, encontrar um equilíbrio tende a ser uma tarefa difícil.

Além disso, as apresentações estão muito sujeitas a serem amainadas pelas regras do evento em que você vai apresentar. Cada evento tem suas regras próprias no que diz respeito a apresentações de cosplay, então vale a pena se atentar às regras do evento em que você vai participar antes mesmo de planejar a sua apresentação. E que tipo de regras são essas?


Acredito que todos os eventos tenham um tempo limite para apresentações. Na maioria dos eventos não é permitido o uso de instrumentos e materiais que molhem. Materiais como talco ou glitter, que fazem muita sujeira e são difíceis de limpar, também não são permitidos em todos os eventos. Em muitos eventos, as apresentações são limitadas ao espaço onde o cosplayer se apresenta - como no caso de um palco - então você também tem que tomar cuidado quanto a atirar coisas. Eu sei que nos eventos da Yamato existe um tamanho máximo para a soma do tamanho de todos os props que você vai dispôr no palco, como cenários em papelão ou madeira; não sei quantos eventos tem essa regra. Enfim, existem uma série de regras nos eventos que limitam as apresentações, e isso obviamente é necessário para não tornar impossível a missão dos staffs de modificar rapidamente o palco entre uma apresentação e outra. Por isso, antes de mais nada tome nota das limitações do evento em que você pretende se apresentar. Se você só tem trinta segundos para apresentar, não adianta pensar em algo mais elaborado do que uma piada ou alguns movimentos. Por outro lado, se você tem três minutos, não adianta ficar enrolando ou batendo em uma mesma tecla até todos os espectadores se cansarem.

Depois de saber suas limitações, comece a planejar sua apresentação. Antes de pensar em materiais, eu procuraria fazer algumas perguntas, como por exemplo:
  • O quão conhecida é a série do seu cosplay? É uma série amplamente conhecida que fez parte da infância de muita gente, e que seria preferível fazer uma apresentação original ao invés de algo muito tradicional? Ou é uma série pouco popular, que você gostaria de apresentar em uma forma fiel ao cânone para novos fãs em potencial? Ou ainda, é uma série recente e popular, que você pode fazer piadas internas pois haverão fãs que irão reconhecer? Tenha isso claro na sua mente.
  • Seu objetivo é fazer uma apresentação que tem a ver com o cânone da série, como uma reprodução de uma cena clássica, ou uma coisa mais aleatória para instigar a imaginação do público? Muitos eventos tem pelo menos duas modalidades de apresentação, "tradicional" (apresentações que tem a ver com o cânone) e "livre". Em apresentações livres, eu já vi (ninguém me contou, não) até personagem de Pokémon dançando um batidão. Nas tradicionais, você precisa ao menos seguir uma temática da série, e o personagem precisa se comportar como ele se comportaria no cânone. Algumas vezes essas classificações se confundem, mas a ideia é ter em mente se você quer fazer apresentar o personagem como ele agiria na obra original ou não.
  • Qual é o tom que você quer dar à sua apresentação? É uma apresentação para fazer o pessoal se divertir em uma tarde de domingo? Ou uma apresentação dramática para emocionar os fãs da série? Uma apresentação de cosplay é uma obra de arte tanto quanto qualquer outra atuação, então é importante pensar em que sentimentos, ideias e pensamentos você quer evocar em quem vai assistir sua apresentação.
  • Existe algo específico que você gostaria de mostrar na apresentação? Você tem algum talento especial? Sabe fazer mágicas, cantar ou tocar um instrumento, dançar, fazer malabarismos, golpes de luta, ou alguma outra coisa especial que combine com o seu personagem? Se sim, talvez seja interessante mostrar isso. O mesmo vale para props e produtos que você talvez já tenha prontos e que poderiam funcionar para o personagem - por exemplo, se você tem uma pelúcia da série e a personagem brinca com pelúcias, talvez seja interessante usar isso.
  • Por que você gosta da série ou do personagem que você está fazendo cosplay? Eu acho que pensar nisso é sempre uma coisa que ajuda a pensar em apresentações possíveis. Se você sabe o que a série tem de legal, ou o personagem, você vai saber o que o público pode gostar nela ou nele e consequentemente na sua apresentação também. Você está fazendo cosplay de Soul Eater e o que te ganhou foi a cena do Excalibur? Fazendo cosplay de Dragon Ball, lembra-se dos torneios de lutas que lhe empolgavam? Talvez esteja aí a ideia que você procura para uma apresentação. O mesmo vale para personagens - se o seu personagem tem uma característica notável (por exemplo, a altura do Edward Elric) talvez fazer uma piada em cima disso seja uma ideia interessante.
Se depois de pensar em tudo isso você ainda não conseguiu ter uma ideia específica para a sua apresentação, eu recomendo procurar outras fontes de inspiração. Por exemplo, quem sabe uma música da trilha sonora da série não lhe inspira? Referências a outras mídias sempre são interessantes, especialmente se são mídias populares. Talvez você se inspire por uma música aleatória que tem um clipe interessante e divertido - quem disse que você não pode fazer os garotos de Ouran Host Club dançando Gangnam Style, em uma referência à ostentação deles e ao tom de comédia da série? Você também pode pensar em fazer um crossover com uma outra série que compartilha muitos fãs com a série do seu cosplay, já que os fãs que gostam de ambas provavelmente irão se empolgar demais com sua apresentação!

Outro ponto interessante a se prestar atenção é: você já parou para pensar se sua apresentação é original ou batida? Talvez sua ideia seja muito óbvia; se você não tiver certeza, sempre vale a pena dar uma olhada no YouTube em apresentações passadas do personagem do seu cosplay ou mesmo evento no qual você vai se apresentar. Eu, por exemplo, tive a sorte de achar no YouTube uma apresentação de uma Sailor Urano (abaixo!) que era exatamente como a apresentação que eu pretendia fazer para a Sailor Netuno. Isso me fez perceber que minha ideia não tinha sido tão original assim e procurar melhorá-la.


Uma vez que você tenha em mente ao menos o tema da sua apresentação, você pode pensar então em como você vai transmitir isso. Que objetos e materiais você irá precisar? Como transmitir a sua ideia de uma forma divertida e engajante? Como fazer uma apresentação original e não imitar outras inadvertidamente? Você provavelmente tem muitas questões nesse momento, então vamos ver aqui cada um desses pontos.



Vamos falar então da apresentação em si. Acho que a primeira coisa que você deve definir, como disse, é qual vai ser o estilo da sua apresentação: se vai ser uma apresentação com dança, com música, com alguma outra coisa; se vai ser uma encenação de uma cena do anime, seja uma luta, um musical no anime ou uma cena dramática, ou ainda um skit original; se vai ser algo mais interativo caso o evento permita, truques de mágica e assim por diante. Uma vez definida essa parte, você vai precisar pensar em como vai ser a apresentação em si. Procure pensar em tudo que você fará na hora e ensaiar com antecedência: expressões, poses, gestos, movimentos, improvisos para o caso de algo dar errado.

Você muito provavelmente vai precisar estudar a série e o personagem que você está fazendo cosplay. Sim, estudar. Uma dica que eu li neste blog foi: "Reveja o personagem, no anime, no jogo, em AMVs, em outros cosplayers, HQ,  mangá etc, veja o personagem em todos os ângulos possíveis e tipos de comportamento". As dicas são para você conhecer o personagem a fundo; estude suas frases impactantes e suas expressões faciais e poses mais comuns, saiba prever como ele se comportaria em situações diversas. Isso tudo é importante para poder reproduzi-lo com fidelidade, para poder bolar uma apresentação fiel à caracterização (ou à desconstrução da caracterização) do personagem, e também para saber improvisar e basicamente se divertir muito ao fazer o cosplay e apresentá-lo. Acho que isso tudo é básico para quem tem interesse em ver ou fazer apresentações de cosplay, então não vou me estender nessa parte. Basicamente: estude!


Além disso, você provavelmente precisar de props ou objetos no cenário, seja para fazer efeitos especiais ou para complementar o cenário. Eu não posso falar muito sobre os objetos de cenário. Quando digo objetos de cenário, me refiro a casas, mobílias e outros objetos grandes a serem posicionados no cenário. Eles normalmente são feitos em papelão, papel paraná, cartolina, madeira e outros materiais, porque eu nunca os usei. Eles são muito comuns em apresentações a nível de WCS, mas tem sempre o problema de como transportá-los até o evento, do cálculo do tamanho no palco e tudo mais. Algumas pessoas fazem suportes retangulares de madeira, nos quais podem até pregar rodinhas (que são fáceis de achar em lojinhas de variedades), para colar o papelão ou seja lá o que for em cima.

Por outro lado, acho que posso dar alguns conselhos sobre os efeitos especiais. Como disse, não são todos os eventos que permitem o uso de glitter e afins, mas existem muitas alternativas viáveis. Para fazer efeitos de cor e luz, você pode usar fitas multicoloridas, inclusive amarradas em bastões como praticantes de baliza de fanfarra. Você normalmente pode usar party poppers; nesse caso, eu recomendaria muito tomar cuidado com o transporte do popper até o evento, porque eles nem sempre funcionam na hora e um motivo para eles não funcionarem é a falta de cuidado no transporte; os mais baratos já podem vir defeituosos, mas eles também são danificados muito facilmente se jogados na bolsa; uma solução é guardá-lo em um potinho (tipo tupperware) com um pouco de jornal para amortecer qualquer balanço, ou mesmo carregá-lo na mão.

Além de tudo isso que eu mencionei aqui, vale dizer também que a originalidade de uma apresentação é frequentemente um dos fatores decisivos para uma vitória em uma competição, se esse for seu objetivo com a apresentação. Vale a pena dar uma olhada nas apresentações ganhadoras do World Cosplay Summit nos últimos anos para entender o que eu estou falando. Da parte do Brasil no WCS, já teve carro, troca de roupa, vôo... e viva o país do carnaval, que não decepciona! Por falar nisso, acreditem: carnaval também é uma ótima inspiração. Tenha você ou não o hábito de assistir desfiles de carnaval, saiba que tem desfiles incríveis e muito inspiradores acontecendo todo mês de Fevereiro aqui no Brasil. Para me inspirar para a apresentação que eu estou planejando agora, eu assisti um dos meus desfiles favoritos - o desfile de 2011 da Unidos da Tijuca, que trazia como tema apresentações de mágica e ilusionismo. Então, por mais que você ache que carnaval é só putaria e não tem nada de bom, vale dizer que desfiles de carnaval tem aspectos incríveis e - sem querer forçar minha opinião em cima de ninguém! - recomendo que assistam ano que vem se quiserem se inspirar para melhorar seus cosplays e apresentações. ^_-

Por fim, vamos falar do áudio da apresentação. Antes de tudo, informe-se sobre a questão do áudio no evento em que você vai frequentar. É sequer permitido apresentar-se com um arquivo de som ao fundo? Nem todos os eventos permitem áudio na apresentação, uma vez que nem todos tem equipamento de som. Se permitir, como o áudio será entregue à staff do evento? Tem eventos que aceitam que você envie o arquivo de som por e-mail para ser avaliado antes da apresentação, e nesses casos você deve se informar a respeito da data limite para o envio do arquivo. Normalmente, você precisa levá-lo no dia da apresentação em alguma mídia. Eventos da Yamato requerem que você grave o áudio com formato e duração de tempo especificados pelo regulamento em uma mídia CD-R para poder usar o áudio na apresentação. Outros eventos permitem que você leve o áudio em um pen drive. Atente-se bastante a isso. Não esqueça de fazer uma cópia de segurança e preparar-se com antecedência para não ter contratempos.

Se você não sabe como vai editar seu áudio, saiba que você pode editá-lo em programas como o Windows Movie Maker ou ainda em editores de áudio. Um programa freeware que eu recomendo muito é o Audacity, que serve especificamente para edição de áudio e é fácil de usar, com vários tutoriais disponíveis na internet. Nele você pode aumentar o som da sua apresentação, por exemplo, de forma que ele fique bem alto para ser escutado em qualquer local com qualquer equipamento de som, o que é altamente recomendável. Além disso, você pode ainda reduzir ruídos, criar ecos, reverberações e outros efeitos, além de misturar arquivos de áudio.

Se você for se apresentar apenas com uma música da série, não tem muito mistério: basta, no programa, cortar a música (que recomendo pegar a versão mais bem gravada possível, geralmente é a da OST da série, evite baixar do YouTube!) no tamanho da apresentação especificado pelo regulamento e salvar no formato aceito pelo evento. Se você vai se apresentar com um diálogo gravado ou algum outro tipo de áudio, porém, o processo se torna um pouco mais complexo.

O áudio precisa estar, obviamente, audível. São raros os eventos com um bom equipamento de som, então é sempre bom dar uma forcinha aí do seu lado também. Você não precisa de um estúdio de som, mas lembre-se de reduzir todos os ruídos do ambiente ao máximo quando for gravar - desligue não só televisores como também ar condicionados e ventiladores, tudo que possa causar algum tipo de ruído; procure reduzir o ruído do computador ao máximo, também. É aconselhável gravar o áudio no Audacity, mas se você não tiver microfone no computador, pode usar as mesmas dicas para gravar no celular. Coloque o microfone ou celular a uma distância que minimiza os ruídos, também. Um truque é cobrir o microfone com uma meia para amenizar os agudos.


Além disso, muitas apresentações também convidam ao uso de efeitos sonoros, como batidas, sons de brilhos, explosões, sons de espadas e assim por diante. Para esses casos, existem muitos sites na internet que oferecem mids e mp3 de efeitos sonoros; um deles é o Soundsnap, cuja dica eu achei em fóruns de cosplay na Internet, mas basta procurar por "free sound effects" no Google para achar vários sites (era o que eu fazia nos meus jogos do RPG Maker! ^_^;) ou ainda procurar no YouTube por sound effects ou efeitos sonoros. É fácil acrescentá-los ao áudio da sua apresentação no Audacity. Dá para soltar a criatividade nesse programa! O fato é que um áudio legal é muito importante para fazer uma apresentação boa, então se você tem condições de fazer um áudio com qualidade sonora e divertido, faça!



Vale dizer aqui também as coisas que podem muito bem ser evitadas em uma apresentação. Idealmente, nada deveria ser evitado; quanto mais originalidade na apresentação melhor para todos, como disse, certo? Na prática, porém, é claro que os eventos tem algumas regras e normas de segurança e coisa e tal que a gente deve seguir, e que algumas coisas podem simplesmente ser evitadas. A maioria dos eventos tem regras que dizem respeito a objetos cortantes e trajes indecorosos por motivos óbvios: ninguém quer sair do evento tendo que lidar com um caso de polícia, desde processinho por atentado ao pudor até um homicídio doloso por uma espada que saiu voando. Então, bem, esqueça mostrar peitos ou lutar com uma espada de verdade. Além disso, como já mencionei, muitos eventos tem regras que dizem respeito ao uso de materiais que molhem ou sujem o palco e assim por diante. Isso tudo está excluído por norma e não cabe contestar.

Mas além dessas coisas, existem outras que talvez você queira evitar. Na minha experiência, dançar é uma má ideia quando você não vai ser a primeira pessoa a apresentar e o palco não vai ser varrido - eu mesma fiz uma apresentação dançando como Hanayo no Anime Summer Plus do ano passado que foi sofrida, porque eu precisava me concentrar em não escorregar no glitter que ficou no palco mais do que na música. Meu sapato era de borracha e eu sabia que podia escorregar a qualquer momento. Por isso, se você for dançar, atenção para a ordem de apresentação - e para os seus sapatos também. Seria chato se eu tivesse caído! Da mesma forma, truques de mágica e ilusionismo sempre são muito legais mas você precisa praticar muito para não fazer feio. Claro que tudo bem se você errar, mas tenha consciência de que as pessoas vão te criticar, e se você não lida bem com as críticas, evite essas apresentações mais arriscadas, afinal, o propósito é que você e os outros se divirtam.


Falando em riscos subjetivos em apresentações... vamos lembrar do caso Epona? Para quem não sabe do caso: em 2009 tinha uma cosplayer dedicada e que estava na final do WCS que resolveu cantar ao vivo na sua apresentação. Ela fez uma versão em português até bonitinha de uma música de Zelda; o problema é que ela não era cantora treinada, usou um aparelho de som ruim e ficou nervosa na hora. Misturando isso tudo, deu em um dos grandes memes do lado anime da Internet naqueles tempos, e ela ficou muito marcada como a "menina do Epona" e sofreu muito bullying. Eu gosto de acreditar que nós éramos mais retardados e inconsequentes naquela época, mas sei que infelizmente ainda existe muita gente assim. Por isso, hã, evite fazer algo que você não teve tempo de estudar muito. Sim, deveria ser tudo só diversão, mas infelizmente existe muita gente competitiva e babaca por aí, então: evite dar moral para gente besta, e divirta-se antes de mais nada!~ ^_^



E enfim, chegou a hora da apresentação! Espero que você tenha ensaiado! Apresentar um cosplay é sempre uma parte difícil, especialmente se você tem medo de público. É claro que quando você está em um cosplay, você é teoricamente o personagem e não "você", você deve se concentrar na sua atuação e se divertir. Eu reconheço que mesmo assim muita gente sente ansiedade ao subir em um palco, e nesse caso eu recomendaria levar com você uma garrafinha de calmantes natural - suco de maracujá, chá de camomila e coisas do tipo! - ou, bem, seguir o conselho de ouro da Kyary. Brincadeiras à parte, claro que existem algumas atitudes que você pode tomar para se prevenir, garantir que tudo vai dar certo e que você não vai ser a Mio de K-On! do rolê.


Falando na Mio, é óbvio que é sempre uma boa ideia usar um shorts por baixo se você estiver de saia. E falando em remédios, bem, é sempre bom ter na bolsa remédios para eventuais cólicas, dores de cabeça e outros problemas que podem surgir no dia. Ok, fim da seção conselhos de mãe, voltando aos conselhos de cosplayer. Falando em coisas que você deve levar com você, obviamente leve maquiagem. Você já deve saber disso como cosplayer, mas é sempre bom retocar a maquiagem antes da apresentação. Além disso, estude o lugar onde você vai se apresentar antes da apresentação se possível. É sempre bom saber quando e como os apresentadores vão te chamar (por seu nome? Ou nick? Sempre pode acontecer de uma pessoa ter o mesmo nome ou personagem que você...), quando e por onde entrar e onde sair do palco (isso é algo que sempre, sempre causa uns micos nos eventos grandes, é incrível), se o palco está adequado para você (lembram do que eu disse sobre dançar?) e coisas do tipo. Veja as outras apresentações e como as pessoas estão se portando se você for novato para não pagar mico nem atrapalhar ninguém.

Tudo certo? Então, hora de apresentar! Não tem mais nenhum mistério quanto a essa hora, espero. *^_^* Se você ensaiou, já vai ter certeza do seu tempo e não vai precisar extrapolar - uma coisa chata é não conseguir fazer tudo que queria até a apresentação acabar, por exemplo.



Enfim era isso que eu pessoalmente tinha para compartilhar. Que post longo! Além disso, vocês podem encontrar outras dicas no canal do YouTube do Facção Cosplay, que é formado por um casal que postava alguns videos muito bons sobre cosplay em geral, e tem esse vídeo especificamente sobre apresentações. Como disse, também é sempre bom ver apresentações para se inspirar, sejam de carnaval ou do WCS - essa página aqui tem as apresentações do Brasil no WCS, e eu também recomendaria as da Petra Leão, que fez algumas apresentações incríveis na sua carreira como cosplayer. Por fim, eu também recomendaria as apresentações que eu espalhei pelo post. Eu adoro todas e espero que vocês adorem também!

Para concluir, vou falar um pouco sobre o que eu pretendo usar na apresentação de cosplay que originou esse post aqui! A apresentação será para o meu cosplay de Tamako, de Tamako Market [resenha] - que deve sair um dia, espero - e como eu gosto muito da abertura do anime, queria incluir vários elementos e fazer uma reprodução reduzida dela na minha apresentação. Minha vaga ideia atual é ensaiar malabarismos com bastão, fazer alguns props para jogar no chão que são permitidos - como estrelinhas pequenas de origami e recortes de coração - e fazer um pequeno truque de mágica. Quero tentar fazer algo para representar cada uma das tendas do anime também, sem precisar fazê-las em papelão. Não sei se vai dar certo, mas é a primeira vez que quero fazer algo diferente assim e por isso queria compartilhar essas minhas ideias para ver se inspiram vocês. ^_^

Espero que vocês tenham gostado desse post, e que tenha conseguido inspirá-los a fazer uma apresentação cosplay! Sinto que essa modalidade é frequentemente subestimada aqui no Brasil, mas pessoalmente é o que mais me interessa em cosplay atualmente, e eu gostaria muito que mais pessoas se animassem a fazer. Se você se animou com esse post, deixe aí nos comentários o que está pensando em preparar e quem sabe eu ou outras pessoas podemos te ajudar, nem que seja dando aquele apoio moral! Tudo de bom nas suas empreitadas com cosplay, e boa criatividade! ~

Nenhum comentário:

Postar um comentário