segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Bonecas: Artmark, Bradley, Sankyo, Senpo, glamour, pose dolls, furansu dolls - o que são?

Fotos do post retiradas do site Pinterest. (Links no final do post!) 

Eu queria dedicar esse post à Nat, minha amiga de longa data (e futura colega de podcast, sim?!) e ao vendedor de revistas japonesas antigas do MercadoLivre, aos quais eu devo toda a minha estética shoujo anos 70 recém adquirida e que me levou a essa grande descoberta. Obrigada! (Meio sério!)

Olá, gente! Eu tenho gasto o tempo no qual eu não escrevo posts para o blog em adquirir hobbies ainda mais aleatórios e bizarros do que os que eu comumente posto aqui, tipo bonecas japonesas antigas. Sim, bonecas japonesas antigas. O fato é que eu tenho realmente me interessado por muitas coisas relacionadas a shoujo vintage, e como eu fiquei 200% nervosa e surtada durante a última semana de provas meio cansada esses dias, hã... eu comecei a pesquisar coisas com nomes esdrúxulas no MercadoLivre. Minha intenção inicialmente era só encontrar uma boneca Takara vintage por um preço mais barato (spoilers: encontrei uma por R$10 e outra por R$25. Não comprei nenhuma. Nunca mais encontrei ;;) mas eu acabei esbarrando nesse outro tipo de boneca que eu só tinha ouvido falar até então. Se você conhece essas bonequinhas como as "bonequinhas japonesas com olhos grandes do MercadoLivre", como eu conhecia até então, talvez tenha interesse em ler esse post para descobrir muitas coisas sobre elas! ^_^

P.S.: Muitas das bonecas das fotos são mod dolls, isto é, com roupas e/ou cabelo modificados!


Essas bonequinhas com olhos grandes, que foram criadas em países do leste asiático nos anos de 60 a 80, principalmente, na verdade são mais do que um único tipo de boneca. Sucede que quando você procura na internet em inglês, pouca gente posta informações sobre essas bonecas de origem misteriosa, e menos gente ainda sabe diferenciar cada um desses tipos de bonecas. Eu tive que pesquisar muito, inclusive em sites em japonês (toda a bibliografia está no fim do post!), para conseguir entender. Por isso, espero que esse post ajude vocês que gostam de colecionar essas bonecas, que tem interesse em começar a colecionar, ou ainda que só queriam saber mais sobre essas bonecas japonesas e coreanas dos anos 70!


Primeiramente, vamos explicar o que cada um desses tipos de bonecas tem em comum?

Todas são bonecas de pano (sim, de pano!) produzidas nos anos 55~85 (aproximadamente) do século XX, caracterizadas por uma aparência mais ou menos semelhante: um rosto que realmente lembra os mangás shoujo da época, com grandes olhos expressivos e com cores inusitadas, e boquinhas e narizes pequenos. A maioria dessas bonecas veste-se como uma dama aristocrata do século XIX (ou: Southern Belle), por motivos que vou explorar mais a frente, mas existem muitos outros modelos. Elas tem pernas longas e são bonecas com uma aparência bastante elegante.


Quanto à fabricação, como tratamos aqui de bonecas diferentes, inclusive advindas de países diferentes, a fabricação também era bem diferente. Vou falar aqui algumas características gerais: são feitas de arame, pano e outros materiais meio frágeis, incluindo papelão e isopor em alguns casos, o que torna sua higienização difícil, e consequentemente sua conservação também. Por isso, tendiam a ser também bonecas baratas à sua época. Palavra-chave: tendiam.

Vamos agora falar sobre o que diferencia essas bonecas e por que elas tem tantos nomes!

O nome "Bradley dolls" vem do fato de que essas bonecas foram feitas pela empresa Bradley. Mas o que raios é essa tal Bradley? Aparentemente, Bradley Dolls era o nome dado a uma subsidiária da Milton Bradley, uma empresa de jogos de tabuleiro e brinquedos que foi uma das maiores dos Estados Unidos durante um século, até ser comprada pela Hasbro em 1984. Essas bonecas Bradley tinham na parte de baixo, entalhado: "Bradley Dolls", o ano de distribuição e o lugar da sede da empresa - Los Angeles, California - além de um "Made in Korea". Diz-se que tinham algumas fabricadas no Japão também, então teria "Made in Japan", mas eu nunca vi nenhuma foto dessas na Internet. Enfim, o fato é que essas bonecas foram distribuídas nos Estados Unidos de 1954 até 1984, e ainda um pouco mais depois - é documentado que existe uma boneca com "Hasbro © Bradley, Made in China 1985" na parte de baixo, o que significa que a Hasbro continuou importando essas bonecas com olhos grandes, agora da China; aparentemente isso não durou muito.

 

Acima, fotos de um catálogo da Bradley. (Clique para ampliar!) A moral dessa história é que essa tal de Bradley não era uma fabricante de bonecas, era uma importadora! Por isso, nem todas as bonecas que a Bradley vendia tinham esse mesmo estilo - como eram importadas, a fabricação tinha origens diferentes. Além da Bradley, cujo nome ficou mais popular na Internet porque aparentemente a empresa vendeu essas bonecas por mais tempo (30 anos), outras empresas também importavam essas bonecas: a Artmark nos anos 60 e 70, a Holiday Fair nos anos 60, e a Dream Dolls são provavelmente as outras importadoras mais populares. A Artmark chegou a vender bonecas negras, como na foto. Não sei se as outras importadoras também vendiam bonecas negras ou se a própria Artmark tingia as bonecas. Como eram bonecas produzidas no Japão e na Coréia visando mercados domésticos, a vasta maioria das bonecas eram brancas.

 Outro nome que essas bonecas costumam receber na Internet é Sankyo dolls. Quem é Sankyo? Respondo: Sankyo Seiki Manufacturing, que foi fundada em 1946 no Japão. Em 2003, foi incorporada ao grupo Nidec, também japonês, e hoje é conhecida por Nidec Sankyo. Ué, mas o que tem a ver uma empresa de produtos musicais eletrônicos a ver com bonecas...? A resposta: essas bonecas foram muito vendidas como caixinhas musicais, como a da foto abaixo. Como as caixinhas eram produzidas pela empresa Sankyo, essas bonecas eram vendidas com o nome da empresa. A Sankyo não fabricava as bonecas, mas sim as caixinhas de música.


As bonecas eram produzidas domesticamente, então era fácil vender com as caixinhas e as marcas das bonecas não tinham tanta relevância assim; essas eram as bonecas mais populares e baratas da época, e o Japão na época era basicamente a China hoje. Foi assim que essas bonecas começaram a ser chamadas de Sankyo dolls. Outro nome que vocês vão encontrar é orgel doll. Orgel significa órgão em inglês, mas orgooru (オルゴール) em japonês significa justamente caixinha de música, e portanto bonecas orgel (ou orgooru) são aquelas que tocam música. Sim, essas bonecas ficam em cima de uma caixinha de música e vão girando enquanto uma música toca. Além desses nomes, vocês vão encontrar outros como Senpo dolls. Senpo aparentemente foi uma das muitas fabricantes dessas bonequinhas no Japão. Acho que esse nome se popularizou na internet por causa desse video aqui no qual uma pessoa tem uma boneca da marca Senpo ACE (nada encontro na Internet, mas encontrei sobre a Senpo Tokyo em sites japoneses, então ACE provavelmente era o nome da coleção de bonecas?) com a caixa em que foi vendida. Pelo menos essas do video também tocam música.


Enfim, um outro termo pelo qual vocês vão encontrar essas bonecas é Roman Kogei. Eu não sei dizer com 100% de certeza por que Roman Kogei, mas vale dizer que "kogei" é uma palavra japonesa que remete a produtos manufaturados, em oposição aos produtos fortemente industrializados. Nessa época em que a indústria começava a se desenvolver no Japão, significam aqueles produtos que tinham híbridos de manufatura e produção industrial na sua produção. Como essas bonecas tinham muitas vezes seus rostos pintados a mão, talvez Roman Kogei fossem justamente aquelas bonecas mais artesanais e com manufatura e roupas estilo ocidental, que vou comentar mais a frente. Não sei se era isso ou se um fabricante que deu esse nome a uma linha de bonecas musicais, enfim... só sei que esse termo é muito usado na Internet para se referir a bonecas musicais do estilo, também.

Quanto às músicas, eram as instrumentais mais variadas possíveis: Fur EliseLago dos Cisnes e Anniversary Song foram algumas que eu encontrei na Internet. Tinham ainda algumas com músicas japonesas tradicionais, como essa, mas parece que a maioria era mesmo de músicas clássicas. Uma outra curiosidade em relação à fabricação delas é que, como eram bonecas domésticas e que saiam barato, elas começaram a ser vendidas com outros produtos eletrônicos que o Japão produzia na época, além das caixinhas de música, como abajures, como dá para ver no catálogo da Bradley.


Explicados todos esses muitos nomes, podemos agora falar finalmente das bonequinhas que originaram esse post! Se tiverem dúvida de mais algum nome, podem perguntar aqui nos comentários e eu vou procurar pesquisar e responder. Mais abaixo eu falo sobre os fabricantes japoneses, também.

O que são essas bonequinhas, afinal? Como surgiram essas bonequinhas que viraram caixinhas de música, abajures, produtos de importação e tantos outros, são vendidas no MercadoLivre até hoje e ninguém sabe o nome certo delas? Primeiro, eu vou esclarecer que eu li em sites japoneses que essas bonecas surgiram no Japão e alguns dados que explicam como esse estilo de bonecas poderia ter surgido lá, e eu tenho tendência a acreditar nisso porque o estilo delas remete muito aos mangás shoujo daquela época. Eu vou chamá-las aqui de bonecas japonesas e contar a história que eu li, mas saibam que tem essas ressalvas aí. Esse estilo de boneca também passou a ser produzido na Coréia nos anos 60-70, e na China a partir dos anos 80, ou pelo menos a Bradley passou a importá-las desses países nesses anos - provavelmente por conta dos custos de produção ainda mais baratos? O fato é que essas bonecas foram produzidas em muitos lugares, mas muito provavelmente surgiram no Japão. Eu não sei nada de coreano ou chinês então não me peçam para confirmar isso. ;;


Eu encontrei principalmente três nomes para se referir a elas na Internet, além dos mais óbvios (vintage japanese doll, retro japanese doll, big-eyed doll, stockinette doll, boneca de pano...): glamour dolls, pose dolls e French dolls. Glamour dolls é um nome que não parece fazer muito sentido a primeira vista, mas parece ser bastante adotado no lado ocidental da Internet, então eu vou falar sobre esse nome depois. Pose dolls e French dolls - de onde vem esses nomes, afinal? Há alguma diferença entre esses estilos de bonecas?


A designer Ayumi Uyama que lançou uma linha de bonecas de plástico com visual inspirado nessas bonecas retrô, chamada Osyalle, explica no seu site que existem os dois termos e às vezes eles se misturam, mas não são a mesma coisa: French dolls, ou furansu ningyou (furansu ningyou) eram aquelas mais complexas e vestidas com roupas de aristocratas, chamativas, enquanto as pose dolls (po-su nijngyou, poozu ningyou) eram bonecas com roupinhas mais simples; depois falo mais sobre essas diferenças. As pose dolls recebiam esse nome porque o diferencial delas é que dava para fazer poses, uma vez que seus braços e pernas eram de arame, diferentemente das bonecas anteriores a esse período. Foi também no site dessa designer, que era uma jovem garota japonesa na época do auge dessas bonecas, que eu comecei a entender melhor a história delas e a própria história das bonecas japonesas. ^_^ Eu vou chamar essas bonecas de pose dolls aqui, mas vou me referir também às French dolls com esse termo, tudo bem?


Como o tema desse post não é a história das bonecas japonesas, eu vou me limitar aqui a passar por cima do período que precedeu imediatamente o surgimento dessas pose dolls. Antes do surgimento da indústria, as bonecas japonesas eram todas feitas a mão sob conjuntos de regras rígidas e, naturalmente, retratavam geishas e outras figuras com roupas tradicionalmente orientais. (Exemplo) No começo do século XX, a produção industrial no Japão começou a ser alavancada e o país começou a produzir bonecas industriais, daquelas com as quais as garotas podiam vestir e brincar. Naturalmente, essas bonecas também passaram a vestir roupas com estilo mais ocidental e tudo mais. Segundo Ayumi, julgo que desde os anos 20 até o começo da década de 50, as bonecas japonesas tinham um estilo similar àquele dos livros de colorir de Kiichi Tsutaya, com rostos, pés e mãos gordinhos (Exemplo), como as mask-face dolls, aquelas bonequinhas com cara redondinha que lembram a Milky (Exemplo). Depois, por conta da ascensão do mangá shoujo, a estética mais popular mudou para essa das pose dolls: pernas gordinhas deram lugar a pernas longas e elegantes, os olhos tornaram-se muito mais expressivos e coloridos, com corpo mais balanceado e olhos virados para cima.


Parênteses histórico importante: vale notar aqui que a época era meados da década de 50, e nessa época não se tinham bonecas Barbie - as bonecas Barbie surgiram em 1959. Na verdade, os corpos com proporções elegantes em bonecas surgiram bem antes das Barbies e até mesmo fashion dolls, com bonecas européias - especialmente francesas, dentre as quais devemos destacar nesse post as boudoir dolls. As boudoir dolls em si são um tema de bastante interesse, então eu recomendo muito a leitura desse site que eu linkei. Resumidamente eram bonecas com propósito muito decorativo, elegantes, que as mulheres jovem-adultas, principalmente, tinham como "mascotes". Isso era mau visto na época, e dessa forma elas caíram em declínio. Sucede que uma mulher japonesa, uma artesã de bonecas feminista chamada Tsuyuko Uemura (nascida possivelmente em 1891 e esquecida pela história como 60% das mulheres que fizerem algo relevante) foi à Europa e aprendeu a produzir essas bonecas, e ao voltar para o Japão tornou-se uma pioneira na fabricação das pose dolls - bonecas que tinham muito em comum com as boudoir dolls (inclusive eram chamadas assim também!) por serem bonecas decorativas, com roupas ocidentalizadas e voltadas para um público mais geral que as bonecas de brincar das meninas pequenas.

Foi assim que essas bonecas se tornaram uma febre nos anos de 1955 a 1970, aproximadamente. Vale lembrar do boom da produção industrial que ocorreu no Japão no século XIX e que designou o período Showa, o qual - já comentamos aqui no blog na série de posts de Shouwa Genroku Rakugo Shinjuu [resenha] - foi um período de prosperidade econômica no qual surgiram muitas das multinacionais japonesas famosas até hoje, como Sony, Suzuki e assim por diante. O Japão fabricava produtos a preços competitivos, fazendo uso de técnicas de produção avançadas. Foi nessa época que surgiram as france dolls e pose dolls, bonecas que simbolizavam a ocidentalização do Japão, bem como o crescimento econômico da era que permitiu o surgimento do consumismo japonês.


Essas bonecas tinham em comum um método de produção, mas na realidade os fabricantes eram muitos - Sukiyo Ningyou e Ribon eram alguns dos maiores, além de Sakura NingyouHekinan Doll e outros. O interessante de notar é que todas essas fábricas eram fábricas de produção de japonesas com alguma história e tradicionais - afinal, a história das bonecas decorativas no Japão é uma história longa - mas de repente todas essas fábricas estavam produzindo pose dolls, então dá para perceber que foi uma febre mesmo. Segundo Ayumi e outras blogueiras que eu li, as pose dolls maiores começaram a enfeitar os lares das pessoas com algum poder aquisitivo no Japão; as france dolls eram menores, mas depois falo sobre essas variações de tamanho. Elas também contam que essas bonecas eram comumente dadas em comemorações, ritos de passagens e afins - uma menciona ter ganho uma boneca pela sua entrada na escola, por exemplo. A título de curiosidade, parece-me que as bonecas que foram importadas eram algumas das menores e mais simples dentre as que eram produzidas no Japão (até porque dava para trazer mais, né?) e acabavam sendo bonecas muito baratas nos Estados Unidos. Nesse blog algumas leitoras compartilharam suas bonecas e comentam que eram bonecas baratas e dadas como prêmios em quermesses e coisa do tipo, aqueles brinquedinhos bem baratos mesmo.


Vamos falar então do que essas bonecas tem em comum: os materiais e formas de fabricação. A fabricação dessas bonecas é bastante rústica em relação às tecnologias atuais, mas de forma alguma precária - essas bonecas têm rostos pintados a mão, por exemplo, e supõe-se que esses olhos lindos que vemos eram feitos por artistas em linhas de produção à la fordismo. É por isso também que nem todas as bonecas de todas as fábricas tinham olhos idênticos. Ainda assim, avanços notáveis foram trazidos à produção das bonecas de pano com esse método das pose dolls, porque até então as costuras era feita 100% a mão e isso fazia com que as bonecas tivessem muitas imperfeições. Isso mudou com as pose dolls, segundo Ayumi.



Pelo que ela explica no seu blog, a cabeça delas é de isopor coberto por um tecido, e a base dos rostos era estampada a ferro quente ou algo do tipo. Essa base funcionava como uma "maquiagem" para disfarçar as imperfeições do tecido do rosto da boneca. Sobre essa base de rosto era feita a pintura das feições. É muito interessante comparar isso com a produção das dollfies e BJDs na atualidade, cujos rostos também são pintados por artistas, mas cada uma é única e tem certificados e tudo mais. Quem gosta de dollfie sabe do que estou falando. Enfim, eu sempre tive um interesse nessas bonecas mas as acho muito caras, e talvez por isso as pose dolls tenham me cativado tanto.



O corpinho variava, pelo que pude ler na Internet - algumas pose dolls são feitas de isopor ou papelão, outras de arame. Aparentemente, as mais comuns no Japão eram as de arame revestido ou saquinhos de pano, mas é muito comum encontrar atualmente para vender algumas das mais baratas, que só tem um pedaço de isopor ou papelão embaixo do vestido. De qualquer forma, os braços e dedos (e pernas, daquelas que tinham) são feitos de um arame endurecido revestido por uma camada de algodão, e por cima de tudo isso vai uma camada de tecido. O tecido que reveste o rosto e a pele, segundo os blogs japoneses em que eu pesquisei, é o georgette (comentário meu: eu fiquei feliz por descobrir isso pois fazia meses que eu queria descobrir o nome desse tecido! ^_^;). As pernas das bonecas eram super finas, e as perucas eram sintéticas e bem sedosas, segundo um depoimento - chuto que não era cabelo humano, e kanekalon só surge em 1966, então não sei mesmo mas devia ser um nylon comum; vi em fotos também várias com cabelo de lãzinha. Segundo relatos, elas ficavam sobre uma base feita de plástico ou madeira. Isso permitia que elas ficassem em uma pose em pé, e também que fizessem poses diferentes dobrando-se os dedos e cotovelos, daí o nome pose doll.

  

A pose comum era de pé, com um pé atrás e outro à frente (Foto 1). Mas também tinha uma série de bonecas sentadas em cadeiras (Foto 2), sentadas "no chão" (Foto 3), uma série com guitarras, além daquelas de caixinhas de música, entre outras populares. É claro que além de todas essas também tinham bonecas em outras poses, mais raras; bonecas com cachorrinhos, com buquês de flores, com aparência chibi/de criança e membros mais redondinhos e assim por diante. Procurando na internet eu vi uma série de bonecas em poses diferentes. Vocês podem conferir centenas de bonecas no link do meu Pinterest lá no fim do post. ^_^


Continuando, para falar da parte das roupas, como mencionei anteriormente a diferença das france dolls e as pose dolls era justamente as roupas que elas usavam. France dolls eram aquelas bonecas estilo Southern Belle, com vestidos sultuosos, rendas e babados, enquanto as pose dolls eram aquelas com roupas mais pequenas, casuais e inspiradas nas revistas de moda japonesas da época - uma blogueira descreve-as como "ojousama (leia-se: patricinha japonesa) saindo para passear", o que parece bem verdadeiro. Os tecidos das roupas são baratos, mas o designs sultuosos e que combinavam bem com as imagens de luxo consumista da época eram (e ainda são!) inevitavelmente atraentes. Segundo relatos, as roupas da grande maioria não eram removíveis, afinal não era esse o objetivo; o objetivo era que fossem bonecas decorativas, mas li que existiam linhas mais raras de bonecas com roupas removíveis. De qualquer forma, é unânimo entre os blogs que eu li que as france dolls costumavam ter de 45 a 50cm, e é isso que eu encontro em sites de vendas. Para as pose dolls esse tamanho parece variar mais; um blog japonês aponta que elas tinham até 80cm, ou 1m com a caixa.


Um outro fato a ser notado em termos de visual é que essas bonecas comumente tinham uma aparência muito diferente da japonesa, sendo que tinham muitas pose dolls loiras e de olhos azuis, por exemplo. As bonecas japonesas produzidas até então costumavam ter feições e características bem japonesas. Eu acredito - mas isso é achismo meu! - que foram essas bonecas que abriram espaço para a dominação do mercado por bonecas como a Licca (surgida em 1967) e a Jenny (surgida em 1982), da Takara Tomy, mais parecidas com as fashion dolls como a Barbie. O que é dito na internet em inglês é que essas bonecas foram as predecessoras das populares BJDs/dollfie.



O problema da fabricação delas é que eram realmente bonecas de pano, um pano bem frágil e com muitos materiais não-laváveis, desde o isopor até a tinta do rosto. Por isso, elas são de difícil higienização e é praticamente impossível encontrar uma atual sem mofo, sem contar a dificuldade para tirar o pó. Elas naturalmente foram substituídas por bonecas de plástico por essa razão, assim como ocorreu no ocidente.

Atualmente, como elas são um item vintage com poucos colecionadores, os preços delas são os mais variados; é possível encontrar bonecas tão baratas quanto 20 reais, até bonecas custando algumas centenas ou até milhares de reais. Aquelas com roupas originais parecem valer mais, no geral, já que as bonecas não tem tanto valor por suas marcas ou origens - frequentemente desconhecidas - mas sim por suas aparências. É possível achá-las em sites como Ebay e Etsy, e vale procurar na Mandarake. Se você conhecer alguém no Japão que pode receber produtos para você, o Yahoo Auction JP costuma ter muitos leilões dessas bonecas a preços de banana, e claro que você vai encontrar muitas em lojas de brinquedos retrôs. No Brasil, vale dar uma procurada em sites de e-commerce como MercadoLivre (onde eu achei várias com os mais variados nomes que coloquei ai e outros) e OLX.

A minha (foto ao lado!) foi uma das mais baratas que eu achei. Se alguém quiser, eu fiz uma lista de anúncios dessas bonecas no MercadoLivre, basta deixar um pedido aí nos comentários que eu posso mandar essa lista.

Eu também fiz um mural no Pinterest com fotos de muitas pose e france dolls para quem tem curiosidade em conhecer mais sobre essas bonecas. Tem mais de mil imagens de diversas bonecas aí, então vocês não devem enjoar tão fácil delas! ^_^

... E esse foi um post sobre como eu não gasto dinheiro sem saber 100% do que se trata o que eu estou comprando. (Eu claramente sou uma otaku quase irremediável.) Espero que vocês tenham gostado desse post sobre minha obsessão do Japão mais recente, e que tenham se apaixonado tanto quanto eu por essas bonequinhas! A única pessoa além de mim que eu vi falar dessas bonecas em um site em português até hoje foi essa blogueira, mas eu realmente não sou do meio de dolls, então talvez existam outras pessoas interessadas. Espero que vocês tenham gostado, deixem aí nos comentários o que acharam delas, e até mais ♡



Bibliografia:

3 comentários:

  1. Valeu pela informação e pelo seu árduo trabalho de pesquisa , somos colecionadores de bonecas Sankio e sua dissertação sobre o assunto foi realmente muito esclarecedora.
    Att Janete e Antonio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola, Janete e Antonio 😊 Nao acredito, enfim descobri outros colecionadores delas; atualmente tenho 2 (vou adquirir a 3a em pouco tempo ...) e me apaixonei desde entao. Sintam-se livres pra me contatar se quiserem conversar sobre! Um abraco!

      Excluir
  2. Oi Adoro bonecas antigas em principal Nihon ningyô. Tem blogger e quero compartilhar com vc. Sua matéria muito boa.https://mestresbonequeiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir