quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Minhas expectativas da Temporada de Inverno 2015/2016.


Olá! Quanto tempo não temos um post geralzão sobre anime aqui, não?
É, eu sei, eu sei. Eu realmente não tenho acompanhado as temporadas - entre outros motivos porque andei ocupada com o TCC e coisas assim, meu computador parou de exibir legendas sem motivo aparente, eu não descobri como arrumar, e depois ele quebrou, etc. etc. - mas pra essa temporada, o objetivo é voltar com os posts sobre anime! Yay!

Esse objetivo também não é de graça, nem tampouco é algo que eu vou esquecer daqui a uma semana, OK? É porque essa temporada realmente vai ter alguns títulos que me deixam num hype tremendo, e por isso e também para tirar esse atraso, resolvi também que irei acompanhar um anime com posts semanais. Qual será esse anime é o que vocês, leitores, vão poder escolher através de uma enquete com meus favoritos no fim do post! (ノ◕ヮ◕)ノ*: ・゚✧

Então, vem comigo fazer as escolhas para essa temporada?~



Gênero: Ação, Aventura, Drama, Fantasia
Data de estreia: 11/01
Chances de acompanhar: ★★☆☆☆
Anime sobre uma série de jogo fictícia, à la Sword Art Online [comentários] e Log Horizon. Eu confesso que não procurei saber muito porque, pela sinopse, realmente me pareceu ser muito aquilo que as pessoas desse gênero gostam, e ter pouco de inovador além disso. Eu deixo passar esse tipo de série a menos que ouça muitos comentários bons, então. Sinto que tem potencial pra ser popular porque a animação do estúdio A-1 Pictures (Sword Art Online [comentários], Ookii 1 Nensei to Chiisana 2 Nensei [resenha]) está realmente bonita, mas deixo passar só pelo nível de fanservice já no PV.

Gênero: Psicológico, Seinen, Sobrenatural
Data de estreia: 08/01
Chances de acompanhar: ★★★★☆
Baseado em um mangá com ótimas notas, Boku Dake ga Inai Machi ("A cidade na qual só eu não estou"), animado pelo estúdio A-1 Pictures (Sword Art Online [comentários], Ookii 1 Nensei to Chiisana 2 Nensei [resenha]), parece trazer uma espécie de história de investigação, mas uma investigação realizada por um escritor de mangá em falência que possui poderes sobrenaturais. Dito isso, ele tem o poder de voltar no tempo e evitar acidentes, o que me lembrou um pouco Toki wo Kakeru Shoujo, que é um filme que eu pessoalmente acho sensacional. Boku Dake ga Inai Machi provavelmente não se propõe a ter a mesma finalidade de transmitir uma moral nem nada do tipo, mas ainda assim, eu achei a ideia relativamente inovadora e acho que pode ser interessante acompanhar. Faz um tempo que um seinen não me envolve, mas pretendo dar uma chance a este!

Gênero: Shounen, Comédia
Data de estreia: 08/01
Chances de acompanhar: ★★☆☆☆
A história desse aqui é a seguinte: tem um rapaz que quer se tornar autor de mangá ao invés de herdar o negócio da família (gente, mas esses autores de mangá estão bem narcisistas metalinguísticos, não?), então a família chama uma garota bonita pra convencê-lo a herdar os negócios. Sinceramente, não parece fazer nada o meu tipo, e numa temporada com muitas coisas boas, não pretendo assistir. Pode ser que seja bom pra quem curte (o character design certamente é bonito!) mas provavelmente vou deixar passar.

Gênero: Aventura, Horror, Mistério, Seinen, Sobrenatural
Data de estreia: 16/01
Chances de acompanhar: ★★★☆☆
A premissa é a seguinte: na África, descobre-se que existem seres humanos imortais, e dão a eles o nome de Ajins. Quem conseguir capturar um desses humanos será recompensado. Um estudante de colegial acaba se envolvendo nisso tudo. (Qualquer semelhança com Tokyo Ghoul [comentários] é mera coincidência.) O anime, que será dirigido por Hiroyuki Seshita, diretor de Sidonia no Kishi 2, parece ter como diferencial uma produção em CG similar à de Sidonia no Kishi [comentários]. Pessoalmente, eu não me sinto atraída e me sinto tentada a julgar pela história como mais uma série macabrazinha de shounen e gore. No mais, tenho preconceitos com CG e nunca terminei Sidonia no Kishi por causa disso. Mas como está rolando um certo hype em torno desse anime, aparentemente, por favor me avisem se for interessante!

Gênero: Ação, Fantasia, Sobrenatural
Data de estreia: 16/01
Chances de acompanhar: ★★★☆☆

O anime do estúdio Kyoto Animation dessa temporada é baseado em uma light novel que eu não conheço. O que sei é que tem uma espécie de harém, um grupo de jovens lutando contra uma organização corrupta e juntos eles "vão descobrir os segredos desse mundo"... sinceramente, com uma premissa dessas em 2015 - extremamente clichê, certo? - eu não tenho grandes expectativas, mas isso pode ser um preconceito meu, porque eu gostei razoavelmente de Kyoukai no Kanata [comentários], por exemplo, que não tem uma premissa tão diferente assim. A direção é do Tatsuya Ishihara, diretor veteraníssimo do KyoAni famoso por dirigir Clannad, Haruhi Suzumiya e Chuunibyou demo Koi ga Shitai!, e que também dirigiu Hibike! Euphonium [resenha], que como eu já disse aqui, adoro. Isso significa que vai ter fanservice sim. Eu certamente vou ver por conta do estúdio, como sabem, mas se dissesse que não acho que vai ser interessante apenas para quem tem nostalgia por esse gênero, estaria mentindo. Mas não vou mentir que tenho a sensação de que eles querem revitalizar a imagem pré-2010s do KyoAni de "estúdio pra otaku" e não "estúdio de obras hipsters, obras de menininha e um shounen flopado ali no meio". Só acho.

Gênero: Drama, Fantasia, Romance, Shoujo
Data de estreia: 12/01
Chances de acompanhar: ★★★☆☆
Eu já comentei aqui sobre a primeira temporada de Akagami no Shirayuki-hime [comentários]. Pois bem, foi um anime que me divertiu. Não achei um dos melhores do ano - talvez até por puro preconceito, porque não consegui evitar de compará-lo com (meu queridinho!) Akatsuki no Yona [resenha] em algum nível - mas gostei. Me divertiu, teve seus momentos e foi um shoujo fofo e bom. Então, não estou menos empolgada para assistir essa segunda temporada. Naquelas: não ficaria triste se não tivesse mais uma, mas vamos lá ver o que tem pra hoje.

Gênero: Ação, Fantasia, Sci-Fi
Data de estreia: 08/01
Chances de acompanhar: ★★☆☆☆
Baseado em um jogo da gigante dos jogos GungHo, Divine Gate conta a história de um grupo de jovens que possuem o controle do mundo - ou algo assim - como membros do Conselho do Mundo (World Council), e juntos eles deverão fazer coisas para mudar o mundo. A direção será do não-menos-famoso Noriyuki Abe (Bleach, Great Teacher Onizuka, Yuu Yuu Hakusho, Arslan Senki). Sinceramente, mesmo a história não sendo a mais original do mundo, e mesmo sendo um estilo que eu normalmente não ligaria tanto - provável "shounenzão de ação", e animado pelo nada-querido Studio Pierrot (Naruto, Bleach) - confesso que estou vagamente curiosa para este anime. A arte me agradou, e no geral me passou um feeling de que pode ser divertido, à la Zetsuen no Tempest [resenha]. É esperar pra ver.

Gênero: Drama, Romance, Escolar, Sci-Fi
Data de estreia: 12/01
Chances de acompanhar: ★★☆☆☆
Segundo a descrição, esse anime se trata de uma história de amor entre dois jovens, sendo que se passa num universo em que voar é normal, e então uma jovem garota ensina um rapaz a voar. Wow, simbólico. A direção é de Oizaki Fumitoshi (Acchi Kocchi, Romeo x Juliet, Etotama) e a animação é do infame Estúdio Gonzo. Me parece meio bonitinho, mas meio sem graça. Eu não gosto muito de shounen de romance, normalmente, mas a ideia de um mundo onde pessoas voam parece poética e me atrai um pouco. Em uma temporada com muitos outros títulos que gosto, talvez dê uma chance, mas provavelmente não.

Gênero: Sci-Fi, Seinen
Data de estreia: 10/01
Chances de acompanhar: ★★★★☆
Baseado num mangá da Young Gangan de autoria do Yuji Iwahara, autor de Ibara no Ou, Dimension W é um daqueles seinen de ficção científica futurísticos. A premissa básica é: No ano 2072, os problemas de energia foram resolvidos por causa de uma tecnologia que tira energia de lugar nenhum, aparentemente. Não surpreendentemente, um belo dia esse esquema dá ruim. Rola umas coisas de gente pegando energia ilegalmente, e então o protagonista e a sua assistente conveniente uma androide-garotinha-fofa trabalham no resgate de energia. Ou algo assim. A direção é de Kanta Kamei, que dirigiu, entre outros, Usagi Drop e Ryuugajou Nanana no Maizoukin [comentários]. Dito tudo isso: esse anime tem tudo para ser medíocre, mas depois de ver o PV, eu fiquei vagamente curiosa, sobretudo pelos character designs reminiscentes de Darker than Black, pelo meu querido OnoD dublar o protagonista, e pelo relacionamento bonitinho que os protagonistas parecem ter. Então, vou assistir sem grandes expectativas, mas espero ao menos gostar!~

Gênero: Ação, Fantasia, Harém, Romance, Escolar
Data de estreia: 11/01
Chances de acompanhar: ★★☆☆☆
 Pra quem mais estava se perguntando se isso tinha a ver com o outro Bahamut: Não, não tem nada a ver com o outro Bahamut. A história (história?) é a seguinte: Lux era o príncipe do reino de Arcadia, e aí ele acaba entrando numa escola só de garotas porque vê uma garota semi-nua, e no meio disso tem umas lutinhas com poderes sobrenaturais. É sério. Eu estou tentada a assistir isso apenas pela pura aleatoriedade da coisa, mas é um harém ecchi dirigido pelo diretor de Gakkougurashi!, Ando Masaomi. Meu interesse normalmente seria zero, e eu não sou tão masoquista. Próximo.

Gênero: Aventura, Comédia, Fantasia, Romance, Sobrenatural
Data de estreia: 14/01
Chances de acompanhar: ★★★☆☆
Dirigido por Takaomi Kanasaki, competente nas suas comedias (Kore wa Zombie Desu ka?, School Rumble Ni Gakki) e animado pelo Studio Deen - no qual todo mundo bota muita fé - o anime deve contar a história de um jovem rapaz que na verdade é a reencarnação de um Rei dos Demônios ou qualquer coisa assim, e ele é acordado por uma bela garota que na verdade é uma deusa, e provavelmente tem um monte de garotas em volta e coisa e tal. Eu diria "não adianta, eu não gosto desse tipo de anime", mas também me vejo obrigada a jogar na lista do "quem sabe, talvez" porque eu até curti Dragon Crisis! há muitos anos, que era parecido em muitos aspectos: romance (na real, harém), poderes sobrenaturais ocultos, uma parte sonora excelente, character design semelhante. Quando eu me dei conta dessas semelhanças, meu interesse subitamente aumentou um pouquinho, então talvez eu assista se sobrar um tempo, esperando... absolutamente nada.

Gênero: Esporte, Bishounen
Data de estreia: 05/01
Chances de acompanhar: ★★★★★
Prince of Stride vai ganhar anime! Yay!! A animação deste otome game vai ser dirigida por Atsuko Ishizuka (No Game No Life [comentários], Sakurasou no Pet na Kanojo, Hanayamata) - uma escolha que eu pessoalmente aprecio muito, porque, além de o estilo colorido que é sua assinatura ter muito a ver com o estilo visual do jogo, eu gosto muito do seu trabalho em Piano no Mori e NANA. A série será animada pelo estúdio Madhouse (Chihayafuru [resenha], Ore Monogatari!! [comentários], Paprika [comentários]), ou seja: promete, e não é pouco. Além disso, tem dubladores muito populares nos personagens e nas músicas. Eu confesso que, apesar de não ter jogado, já ouvi falar bastante (best_stride_ever.mp4) e estou empolgada por esse anime. Sinto que vai ser popular, e talvez nem faça meu tipo, mas aposto que vai ser pelo menos bonito!

Gênero: Mistério, Romance, Escolar, Slice of Life
Data de estreia: 07/01
Chances de acompanhar: ★★★★★
Esse aqui parece ser bastante bonitinho e eu estou razoavelmente empolgada! O título pode ser traduzido como "Haruta e Chika vivem a juventude" (só... vivem. Mais SoL impossível, sim?) e a premissa é a seguinte: dois amigos de infância que estão em um clube de instrumentos de sopro pouco popular que está prestes a fechar tem que resolver mistérios com seus amigos... é, originalidade não é o forte do enredo, mas a mim pelo menos o forte parece ser: ser extremamente fofinho! Sendo do P.A. Works, me lembrou bastante Tari Tari [comentários] à primeira vista, que é uma série que eu curti. Sendo um anime de música, eu considero a música importante, e vai ter música do grupo fhána, o que conta pontos no meu conceito! O visual simples com um colorido alegre pessoalmente me agrada bastante, e mesmo que já tenha vários críticos por ser um simples anime de "gente fofa fazendo coisas fofas", faz meu tipo e eu vou querer acompanhar.

Gênero: Escolar
Data de estreia: 07/01
Chances de acompanhar: ☆☆☆☆☆
Eu não sou de sentir vergonha lendo uma sinopse, mas essa conseguiu: "Fulano, o protagonista, não sabe o que ele quer pro futuro. Ele não tem sonhos, então ele passa os dias... passando. Um dia, uma colega de classe pergunta se ele quer fazer parte do desenvolvimento de um galge com um monte de garotas. Ele não manja de galges. Essa é a história de jovens desbravando o desconhecido." É sério, é mais ou menos isso a sinopse. Essa sinopse me deixa vagamente irritada por alguns motivos: 1. Narcisismo Metalinguagem (isso é baseado em uma visual novel, afinal); 2. Típica história de "rapaz não quer nada da vida e um harém de garotas surge para salvá-lo do temível marasmo!"; 3. Parece simplesmente ruim e eu nem quero ver. Hashtag não sou obrigada.

Gênero: Comédia, Escolar, Slice of Life
Data de estreia: 10/01
Chances de acompanhar: ★★★★☆
Essa é uma estreia que foi adiada, mas que eu quero muito assistir há muito tempo! Baseado em um shoujo de comédia com character design lindinho, Nijiiro Days parece ser um simples slice of life de garotos - e nossa, essa simplicidade é um sopro de ar fresco. Eu geralmente não gosto de slice-of-life de garotos (por exemplo, achei Kimi no Boku. bem bobinho, e achei o humor de Danshi Koukousei no Nichijou apelativo...) mas isso não significa que a ideia de um slice-of-life de garotos não me atraia, na verdade o problema deles é a execução, que tende a ser, bem, sexista. Nijiiro Days parece ser um simplezíssimo shoujo com garotos como protagonistas, e depois do sucesso de Ore Monogatari!! [comentários], eu espero no mínimo que faça sucesso e as pessoas não julguem sem assistir como "anime gay". Não é, ok? Eles tem namoradas, ok? Combinado então.

Gênero: Aventura, Fantasia, Romance, Shoujo
Data de estreia: 07/01
Chances de acompanhar: ★★★★☆
Ai que alegria, anime de Norn9! Pra quem não conhece, Norn9 surgiu como um otome game da gigante Otomate (Hiiro no Kakera, Hakuouki, Amnesia, Kamigami no Asobi [resenha], Diabolik Lovers [resenha], Sweet Fuse) e ganhou recentemente uma tradução para inglês da sua continuação de Playstation Vita, publicada pela Aksys Games. Eu nunca joguei Norn9 por não ter um Playstation Vita, mas é um jogo que estava muito na minha lista de "jogos pra jogar um dia no PSP" porque eu queria muito conhecer o universo. A história parece bastante complexa e parece ter gerado uma certa repercussão no Japão; um dos motivos, aliás, é o fato de ser um otome game (sim, otome game) que te dá uma opção de jogar como um garoto e ter uma rota heterossexual... ou... cyborgsexual. Bem estranho, como vocês podem ver na resenha da Hinano (em inglês). Enfim, o jogo me parece bem legal e eu estou feliz de ter essa oportunidade de conhecer essa história em versão animada. Eu me assustei quando li o nome do estúdio - quem é esse zé-ninguém, Kinema Citrus? - mas aí eu vi que eles animaram Barakamon [resenha], cuja animação eu pessoalmente acho sensacional, e Black Bullet [comentários], que meio que só tem a animação de sensacional, então eu estou confiante. Espero que seja bom!

Gênero: Mecha, Policial, Sci-Fi
Data de estreia: 07/01
Chances de acompanhar: ★★★★★
Palavras não descrevem o quão ansiosa eu estou para esse anime original. Parece lindo, parece sensacional,  e mesmo antes de eu ver mais de perto parecia não se levar muito a sério - o que eu pessoalmente curto. Depois dessa impressão inicial que foi totalmente um pré-conceito, eu vi a equipe de produção: Goro Taniguchi (Junketsu no Maria [comentários], Code Geass [comentários], etc) está na direção - e como já comentei aqui, eu gosto do nonsense dele - junto com Akitaya Noriaki (Persona 3 the Movie 1: Spring of Birth [resenha], Bonjour♪Koiaji Pâtisserie [comentários]). O Naruhisa Arakawa, que é outro sujeito incrível, está no roteiro. Se nada disso te convence, vai ter Takahiro Sakurai no papel de um policial, então, ei, vamos lá, não pode ser ruim. Dê uma olhada no trailer. Eu simplesmente adoro o character design, a música da AKINO (sim, a mesma de Sousei no Aquarion!) é arrasadora. Espero não estar enganada e como eu frequentemente pago minha língua, não vou fazer mais nenhuma aposta, mas no geral parece ser um anime muito divertido. Apostando demais nesse aqui!

Gênero: Drama, Josei
Data de estreia: 16/01
Chances de acompanhar: ★★★★★
Eu estou com tanto, mas tanto hype pra esse anime, que mesmo que vocês não escolham ele na enquete eu muito provavelmente vou acabar fazendo posts semanais, então fica a dica. ^_^; Este é um josei baseado em um mangá que eu não conhecia, mas que já me gerou o maior hype desde o character design. O character design, numa primeira batida de olho, me pareceu familiar. "Saraiya Goyou"?, pensei, mas para minha surpresa é da rainha Haruko Kumota, autora dos BLs que amo/sou Itoshi no Nekokke e Shinjuku Lucky Hole. Como escritora de BL, ela é uma daquelas escritoras que escrevem histórias maduras com um apelo adulto, e é fantástico como ela escreve tanto comédia (seu oneshot em Dame BL também é ótimo!) quanto histórias super fofinhas. Enfim, eu não sabia que ela também escrevia josei e por isso nem reconheci o traço em anime, mas é uma escritora em que eu confio e fico super feliz com esse anime.
Quanto à história, é a seguinte: Um rapaz vira fã de uma espécie de artista comediante enquanto está na prisão. Quando sai da prisão, a primeira coisa que ele faz é procurar esse artista, determinado a se tornar seu aprendiz. E o cara aceita, pra surpresa de todo mundo, e esse rapaz passa então a fazer parte da sua vida. Como já comentei no post de Barakamon [resenha], eu gosto dessas histórias de "mudança de ares", e com temas como crime e machismo, promete muito. Eu não conheço o diretor Shinichi Omata, mas ele parece ser um ex-SHAFT renomado, e se por um lado eu tenho tendência a detestar séries da SHAFT, por outro lado é mais por causa da "identidade" do estúdio do que o estilo visual em si. Em resumo, estou com medo do quão pretensioso isso vai ser, mas se não se perder na própria pretensão, acho que tende a ser fantástico!

Gênero: Ação, Fantasia
Data de estreia: 09/01
Chances de acompanhar: ☆☆☆☆☆
Anime de card games, que nem, digamos, Yu-Gi-Oh!. Eu gostei bastante da animação e do visual do trailer, mas, sinceramente, anime pra vender cards só não faz o meu tipo. 1/5

Gênero: Sci-Fi
Data de estreia: 08/01
Chances de acompanhar: ★★☆☆☆
Olha, um anime baseado na famosa série de jogos Phantasy Star Online! Que eu nunca joguei.  Então, tem isso. Parece bonitinho, mas provavelmente vai ter muito mais graça pra quem já conhece o universo da série. Pra quem não conhece, provavelmente vai ser "mais um anime de jogo", e eu já estou meio cheia de anime de jogo. A direção é de Keiichirou Kawaguchi (Moetan, SKET Dance, Zettai Karen Children). Em resumo, para mim sinto que é um grande "pode ser bom ou não (mas não me interessa o bastante para eu apostar)"

Gênero: ?
Data de estreia: 09/01
Chances de acompanhar: ★★★☆☆
Esse aqui parece... interessante. A sinopse que tem disponível é a seguinte: um rapazinho volta para o Japão ("de onde?" Não sei), e é atacado por um pessoal e salvo pela melhor amiga de infância, que possui um poder especial chamado Bubuki ("que raios de nome?" Não sei). Então eles vão em uma jornada numa tentativa de despertar um titã ("por que?" Não sei). Então, eu realmente não sei se é interessante pela sinopse, mas sei que Yukinori Kitajima (Hamatora The Animation, Gokukoku no Brynhildr [comentários]) está participando do roteiro, e sei que o trailer parece bastante... interessante. Esse é o tipo de anime que simplesmente me passa uma vibe de que dá certo, mas eu não sei explicar por que. Acho que é o estilo visual destemido somado com uma premissa pouco clara, mas com potencial. Ou algo assim. Em resumo: curti, mas não parece ser pra mim. Mas curti. Mas me desculpem se eu desistir depois de 3 episódios.

Gênero: Ação, Mecha, Militar, Música, Romance, Sci-Fi
Data de estreia: 31/12
Chances de acompanhar: ★★★★☆
O ano era 2008. Idols começavam a ser legais, e a nova temporada da série de música e guerras intergaláticas Macross trazia uma idol e uma idol-wannabe nos papéis de protagonistas. Oito anos depois, em 2016, sai uma série de Macross que se passa 8 anos depois (parênteses: não é fantástico como eles levam a coisa de "mundo paralelo" a sério?) chamada Macross Delta (não, não é "Macross triangulozinho") que conta a história de que? Isso mesmo, um grupo de idols! Claramente a indústria musical japonesa não tem salvação. Enfim. O que eu acho legal de Macross é que é uma série que te ganha muito fácil, porque você não precisa assistir as séries prévias pra entender; em cada temporada tem uma nova explicação do universo, e acho que não é a toa que é popular - pelo menos Macross Frontier, que eu assisti, posso dizer que achei muito legal. Então, bem, com certeza vou ver essa aqui.

Gênero: Comédia, Musical
Data de estreia: 08/01
Chances de acompanhar: ★★★★★
Eu não sei quantas drogas teve que usar a pessoa que teve a ideia de fazer uma série com uma garota que produz um grupo de idols de quatro bustos (sabe, estátuas? Bustos? Então), mas eu estou simplesmente chorando com o PV. É claro que eu vou assistir. Quem não vai assistir essa obra de arte da animação japonesa? Em nota, o quão ridícula a premissa é não é o bastante para impedi-los de colocar dubladores tão maravilhosos quanto Daisuke Ono, Jun Fukuyama, e Tomokazu Sugita pra cantarem as musiquinhas. Quem lê esse blog deve saber o quanto eu sou louca por esses três. Obrigada, indústria da animação japonesa.

Gênero: Comédia, Fantasia, Magia
Data de estreia: 08/01
Chances de acompanhar: ★★★★★
Se você tem mais de 10 anos de estrada, provavelmente lembra ao menos do nome DearS. Era um ecchi popular nos anos 2000 pelos motivos errados. Pois é, o responsável por aquela obra está dirigindo isso aqui. Por favor olhem para os peitos da mulher da promo-art. O material original é chinês. A animação é do Studio Deen. Eu só vou deixar essa informação aqui e afirmar que vou ver ao menos um episódio pra ver o quão So Bad It's Good um anime pode ser. Me desejem sorte!

Gênero: Comédia, Escolar, Slice of Life
Data de estreia: 08/01
Chances de acompanhar: ★☆☆☆☆
Keiichirou Kawaguchi on-fire está dirigindo mais essa série da temporada. É uma série de slice-of-life com três garotas que... naturalmente não me interessa muito (rola um preconceito com o tamanho dos peitos da principal? Rola sim) mas tem um estilo visual muito bonitinho, animado pelo estúdio Feel (Ushinawareta Mirai wo Motomete, Makura no Danshi). Bom, bom não parece que vai ser, mas pra quem curte...

Gênero: Comédia, Slice of Life
Data de estreia: 10/01
Chances de acompanhar: ★★★☆☆
 Baseado em um mangá, a premissa dessa série é... erm... então, um rapaz se muda para um pensionato do qual a pessoa responsável "se parece com uma garotinha no ensino fundamental". Você olha para a personagem e ela... é uma garotinha do ensino fundamental, não? Não, a questão não reside no "ensino fundamental", a questão reside no "garotinha". Batendo o olho assim de longe, a história tem potencial pra ser bonitinha, e tem também aquele 1% de chances de ser Boku no Pico e eu prefiro nem pensar nisso. Eu preciso dizer que estou rindo até agora com o fato de que uma personagem se chama Chie Satonaka (Persona 4, alguém?) e tem alguma chance de eu assistir para ver que droga é isso, mas é pouca. Provavelmente não o bastante para vencer minha preguiça. 3/5

Gênero: Comédia, Policial
Data de estreia: 08/01
Chances de acompanhar: ★★☆☆☆ 
Olha para isso. É uma animação japonesa completamente em 3D, e com um character design que tem um carão de Dreamworks. Eu assisti um trailer em Inglês, e a história tem a ver com as Olimpíadas de Tóquio de 2020 (aliás, quem lembra que vai ter Olimpíadas no Brasil em 2016, hein?) e um excesso de sushi em todo o mundo em decorrência delas (?!), então, bem, eu acho que é um produto voltado para o mundo todo? Tipo pra ser lançado no Netflix (que chegou no Japão em Setembro passado!) ou algo assim? Então, todo mundo está se perguntando sobre esse anime. Os curiosos certamente verão, mas preciso dizer que não estou curiosa. Ah, em nota, tem um personagem nipo-brasileiro, pra quem curte essas coisinhas. Pessoalmente, por mais "original" que pareça, está na minha lista do "quem-sabe-se-eu-tiver-um-tempinho-(não-terei)".

Gênero: Fantasia, Magia, Boys Love
Data de estreia: 05/02
Chances de acompanhar: ★★★★☆
Mais um OVA da série KonoDan, que eu já comentei aqui. Eu curto, então obviamente vou assistir quando sair dublado, ou seja, quem sabe um dia. Tem tendência a ser shounen ai bobinho, mas eu não me canso de falar o quanto eu curto a diretora Soubi Yamamoto e o estilo visual dela e, bem, tudo. É mais KonoDan. Se você gosta de BL e não conhece KonoDan, vai conhecer!

Gênero: Comédia, Magia
Data de estreia: 12/01
Chances de acompanhar: ☆☆☆☆☆
Not Loli! também pode ser lido como Not Lolicon!. Obrigada!


Gênero: Horror, Sobrenatural
Data de estreia:11/01
Chances de acompanhar: ★★★★☆
Mais uma temporada de Yamishibai [resenha], que foi um anime que eu pessoalmente curti. Para quem não quiser ler a resenha, mas quiser saber do que se trata: é um anime de horror episódico, em que cada episódio (que tem duração de dez minutos, se não me engano?) traz uma anedota com começo, meio e fim e uma lição de moral, envolvendo fenômenos sobrenaturais e macabros em geral. Eu achei muito bom, mas achei a primeira temporada mais forte que a segunda, então vou assistir essa esperando que retome um pouco as suas raízes.

Gênero: Ação, Comédia, Ecchi, Sci-Fi
Data de estreia: 08/01
Chances de acompanhar: ☆☆☆☆☆
 Uma espécie de Chobits 2k16. Passo.

Gênero: Mahou Shoujo, Kodomo
Data de estreia: 07/02
Chances de acompanhar: ★☆☆☆☆
Quem acompanha esse blog deve saber que história eu tenho com Pretty Cure. Eu sempre tento assistir e acaba não tendo tanta graça quanto eu esperava, porque é uma série de mahou shoujo feita para crianças e, bem, eu realmente não tenho paciência para acompanhar temporadas a fio, por mais bonitinho e divertidinho que pareça num primeiro momento. Então, eu provavelmente não vou assistir, ainda mais porque nem Go! Princess Precure eu assisti.


Gênero: Mahou Shoujo, Kodomo
Data de estreia:
06/02
Chances de acompanhar: ★☆☆☆☆
E aqui, mais um mahou shoujo. Esse aqui é baseado em uma franquia nova da Sanrio, e eu já vi algumas artistas japonesas que eu gosto postarem essas personagens no Twitter. Acredito que elas tenham sido desenhadas por uma dessas artistas, e bem, são super fofinhas! Cai no mesmo caso de Precure: parece bonitinho e eu até poderia ver, mas é tão difícil que eu consiga acompanhar que, bem, provavelmente não. Sinto muito.

Segundas temporadas que eu certamente não vou assistir porque não assisti/terminei as anteriores (ou porque vi o bastante pra saber que não curtirei):


E são essas todas as séries de anime que (provavelmente) irão estrear nos meses seguintes! Com isso, a minha lista de favoritos por ora ficou assim, em ordem do mais aguardado para o menos-aguardado-(porém-ainda-aguardado). É uma dessas séries que eu espero que vocês votem e peçam para que eu faça posts semanais sobre! Então, por favor, votem na que lhes soa mais interessante!~


Com isso, me despeço por hoje. Muito obrigada a quem leu até aqui! Espero que tenham gostado das minhas escolhas, e que retornem para acompanhar os posts semanais da(s) série(s) escolhida(s)! Até mais!~ ( ´ ▽ ` )ノ

6 comentários:

  1. Não sou muito de acompanhar temporada, mas essa tem alguns animes que me atraíram bastante. Quero ver Haruchika: Haruta to Chika wa Seishun Suru só porque tem um clube de instrumentos de sopro e parece levinho e simpático. Também fiquei bem curiosa para ver o dos bustos e o do sushi, por suas premissas estranhas.
    Com certeza acompanharei Shouwa Genroku Rakugo Shinjuu e espero que você escreva posts semanais sobre ele. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Lígia! Primeiramente, peço desculpas pela demora para responder. m(_ _)m
      Eu também não tenho acompanhado muito as temporadas, mas essa também tem vários títulos que me interessaram!
      Eu já vi algumas das estreias a essa altura, inclusive Haruchika, que de fato é muito adorável!! O dos bustos é muito ridículo! Mas ainda não vi ninguém comentar o do sushi, se você assistir, por favor me conta! (´∀`)
      O primeiro episódio saiu esses dias, então ainda não assisti, mas assim que assistir prometo postar! ♡
      Muito obrigada pela visita e pelo comentário, e até mais!~

      Excluir
  2. Nossa sou mtu acompanhar temporada de animes mas serio essa temp deixo mio decepcionada porque nao fez mtu meu estilo mais td bem (fiquei mtu animada ler post com foto do começo post tipo tempo vai ter monte boys lindos ... so q n)Entao provavelmente vou assisti norn9 ( nao joguei o jogo mais gostei muito da historia) e tambem nijiro days li bem comço do manga mais achei historia mtu fofa quero ver mtu e dps vi pv do active raid nossa me deixo mtu curiosa quero ve-lo e com certeza vo ver 2 temp de assination classroom. unico tlavez veja mais ou menos é 2 temp de shirohime porque sei historia inteira ai perde um pouco graça pra mim.
    Mas voce podiam fazer post frequentes de norn9 ou nijiro days.
    kissus You Like ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila, tudo bem?( ´▽` )ノ
      Mesmo??? Eu vi muita gente falando que ou amou ou odiou essa temporada. Eu estou no grupo das pessoas que amaram, mas sei que sou minoria...
      Ah, você lê o mangá de Shirayuki-hime, né? Eu gostaria de postar sobre Norn9 ou Nijiiro Days, vou considerar sua sugestão! ^_^
      Muito obrigada pela visita e pelo comentário, e abraços!~

      Excluir
  3. fiquei muuuuito ansiosa!
    faz muito tempo que não vejo um anime novo (sempre fico presa aos antigos e clássicos) - quando penso em ver algo novo vejo um antigo e acabo escolhendo rever! fazia muito tempo que nçao via resenhas e agora vou ficar acompanhando aqui sempre pra ficar por dentro!
    um beeijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luciana, tudo bem? (◡‿◡✿)
      Ah, eu sei como é isso! Sinceramente, eu também prefiro ver (ou rever) os mais "clássicos", talvez porque são os que eu quero ver há mais tempo, ou porque tem um estilo visual mais "nostálgico" dos animes que eu gostava quando era mais nova... eu acabo não assistindo mesmo porque nem sempre tenho tempo, no meio de tudo que eu tento acompanhar em cada temporada, mas quando sobra um tempinho lá estou eu maratonando! *^_^* Fico feliz que os posts aqui ajudem a informar!
      Beijão, e obrigada pela visita e pelo comentário! ♡

      Excluir