domingo, 29 de novembro de 2015

Jogo: Hatsune Miku: Project DIVA

Esse post foi publicado originalmente em 27/11/2015 no blog Suco de Mangá: Aqui!





Venho aqui hoje pra falar um pouquinho sobre uma série de jogos de música que me ganhou completamente nos últimos meses. Eu cheguei a comentar sobre o meu primeiro contato com ela aqui no blog, no post sobre o evento AniSantos, evento no qual joguei um dos jogos da série na sala PSParty, em um sistema com um controle especial de arcade. Achei a máquina fantástica, e depois de viciar completamente nela, fui baixar os jogos da série para PSP. Resultado? Exatamente, vício total. (´・ω・`)

A série de que trato aqui é Hatsune Miku: Project DIVA, série de jogos de música lançada originalmente para Playstation Portable (PSP), e posteriormente também para Playstation 3 e 4, Nintendo 3DS, e iOS. Também existem máquinas de arcade oficiais, mas obviamente só no Japão; para nós, ocidentais, resta conhecer o jogo pelas versões para consoles. E o que caracteriza essa série? Como talvez seja possível deduzir pelo seu título, Project DIVA é uma série de jogos de música com uma biblioteca composta exclusivamente por músicas de Vocaloid - e, em algumas versões do jogo, também covers de Vocaloids de músicas japonesas populares. É tão incrível quanto soa.


Eu mesma, devo confessar aqui, não me considero nenhuma grande fã de Vocaloid. Tive minha época de fã há uns bons sete anos atrás, quando descobri o programa, e na época cheguei a ouvir algumas músicas populares, mas não durou muito. Alguns anos depois, porém, eu conheci o universo de utattemita no Nico Nico Douga, e foi aí que eu realmente conheci diversas músicas de Vocaloid, interpretadas por outros cantores. Sendo assim, meu interesse pessoal é menos em Vocaloid do que nas músicas que compositores maravilhosos criam com este programa.

E mesmo assim eu me encantei demais. Isso que é legal: você não precisa necessariamente gostar de Vocaloid pra gostar de Project DIVA. Ainda que o jogo seja obviamente bem voltado para os fãs de Vocaloid - inclusive tem músicas cantadas por outros Vocaloids oficiais além da Miku, roupas dos personagens pra você customizar seu avatar, e assim por diante - é bem possível para qualquer fã de jogos de música se encantar com seu repertório variado de músicas, algumas das quais são muito boas.

Mas é claro que tem uma graça a mais quando você pode gritar "não acredito que tem minha música favorita!" no meio do jogo.

Eu conheci a série, como já mencionei, através de uma máquina com PS3 e um controle próprio, mas foram os jogos de PSP que realmente me ganharam. Tenho jogado bastante o primeiro jogo da série, Hatsune Miku: Project DIVA, lançado em 2009. O jogo que deu origem à série é consideravelmente mais fácil que suas continuações: o fato de as músicas só terem três dificuldades (fácil, médio e difícil) faz com que seja bem rápido desbloquear todas as músicas. Para ter uma ideia, eu comecei a jogar no começo desse mês,  e em não mais que duas ou três horas de jogo, eu - que adoro jogos de ritmo, sim, mas confesso não ser nenhuma expert! - já tinha conseguido desbloquear todas as músicas. No dobro de tempo, eu já tinha desbloqueado todas as músicas em todas as dificuldades, então só restava mesmo trabalhar nas coleções.

Eu jogo esporadicamente - só jogo no ônibus, então não mais que uma hora por dia - mas já tenho uma coleção boa de itens também, então considero o jogo fácil. Os controles do primeiro jogo também são bem fáceis - apenas os direcionais e símbolos. Na minha experiência com jogos de música, diria que não é nenhum Taiko no Tatsujin, que requer que você jogue as músicas por incontáveis vezes até conseguir desbloquear as próximas músicas e peças de roupa. Senti  que os requerimentos desse primeiro jogo são realmente baixos, o que faz com que o jogo perca parte do seu apelo rápido, por um lado. Por outro lado, é um bom jogo pra iniciantes, e pra quem tem mania de completar tudo, é um joguinho relativamente rápido e gostoso!

Assim como o próprio Taiko no Tatsujin, e outras séries de jogos de música, a jogabilidade de Project DIVA consiste em fazer pontuações boas o suficiente nas músicas para desbloquear as próximas músicas, bem como roupas para vestir seu avatar, mobílias para o seu quarto, e imagens. Nesse sentido, o fato de ter muitos "extras" pra desbloquear faz com que a rejogabilidade do jogo seja bastante alta. Explico aqui cada um desses.

Você possui um avatar 3D, que lhe acompanha no jogo. Esse avatar é inicialmente da Miku Hatsune padrão, mas - spoilers? - você pode customizá-lo para outras roupas - ou modules - da Miku, bem como de outros personagens. Quanto aos outros personagens, todos da linha principal de Vocaloids 1 e 2 da Yamaha (ou seja, Kaito, Meiko, Rin, Len, Luka...) estão disponíveis em suas roupas oficiais, mas também em versões de roupas de banho. Desbloqueá-los não é tão difícil - geralmente requer um combo alto em uma música, ou que você jogue uma determinada música cinco vezes, ou ainda que você jogue uma música vestindo um determinado module.

Você tem ainda um quarto que pode decorar com papeis de parede e peças de mobília, as quais você consegue - na maioria aleatoriamente - enquanto joga as músicas do jogo. Essa parte do jogo é realmente bem fofa, apesar de não ter nenhuma utilidade nessa versão. ^_^; Por fim, assim como em algumas visual novels, você também coleciona imagens, que são em geral fanarts de Vocaloid por artistas japonesas, alguns dos quais acompanharam os lançamentos das músicas no NND. Essas imagens são desbloqueadas jogando as músicas - as músicas tem loading screens, e são as imagens dessas telas que vão para a galeria. Tem muitas imagens (bem mais de uma centena) então também é divertido preencher sua galeria e ver as belas imagens.

E esses são os três extras "colecionáveis" do primeiro jogo da série, que fazem com que sua rejogabilidade seja alta. Além disso, jogando as músicas você também desbloqueia PVs (ou clipes das músicas), que você pode assistir cantados pelo seu avatar, com ou sem lyrics. Dentre outras funções, o jogo conta ainda com o Edit Mode, uma parte de criação de vídeos e músicas - que não é nenhum Vocaloid da Yamaha no PSP e consiste basicamente em editar os videos acrescentando novos fundos e etc., mas também parece possibilitar muita customização, além de compartilhamento na PSN. Eu mesma ainda não explorei essa parte (até porque meu jogo está em japonês e meu japonês não é aquelas coisas ^^;) então não posso falar muito, mas também parece ser bem divertida.

Para facilitar a visualização de cada um desses recursos do jogo, eu aproveitei para gravar um video jogando meu save e mostrando cada uma dessas funções. (Peço desculpas pela falta de foco e minha inabilidade pra gravar vídeos, mas acho que deu pra explicar pelo menos! ;;)


Vale lembrar que estou falando aqui apenas do primeiro jogo da série, mas os outros possuem, em geral, funções semelhantes. Minha vontade no momento é poder jogar o Project DIVA Extend, terceiro jogo para PSP da série, que possui várias mudanças em relação ao primeiro; além de ter uma grande gama de títulos (algo como achievements), como o segundo já tinha, tem também um sistema de humores para o seu avatar, itens que auxiliam nas músicas, além de uma lista de músicas com algumas das minhas músicas favoritas de Vocaloid. ^_^

Se você se interessou pelo jogo, e tem um conhecimento mínimo que seja de músicas de Vocaloid, recomendo que dê uma olhada nas listas de música existentes na Wiki de Project DIVA para ver qual jogo é mais interessante para você! Vale notar também que os três jogos para PSP - Project DIVA, Project DIVA 2nd e Project DIVA Extend - tem atualmente patches de tradução em inglês, então pra quem fala inglês e joga em ROM, pode ser interessante atualizá-la para a versão traduzida antes de começar a jogar.

Espero que tenham gostado desse post informativo sobre uma das minhas séries de jogos de ritmo favoritas do momento! Venham viciar comigo! ;_; Muito obrigada a quem leu até aqui, e até a próxima!~ ♡

Nenhum comentário:

Postar um comentário