Bem vindo ao Blog Not Loli!

Siga-nos nas redes sociais!

Pesquise algum tópico: search
Parceiros parceiros

domingo, 25 de outubro de 2015

Evento: Anime Summer Plus 2015



Olá!~

Esse é o post para falar sobre o evento Anime Summer Plus 2015, que aconteceu em Santos/SP nos dias 17 e 18, no qual eu compareci no domingo, dia 18, na condição de imprensa, realizando a cobertura aqui do Not Loli! e também do Suco de Mangá, blog do qual também faço parte. :) Já adianto que gostaria de colocar mais fotos aqui, mas as fotos oficiais do domingo ainda não saíram. Sendo assim, esse relato conta apenas com as fotos tiradas por mim, mas mais tarde devo atualizar esse post!

Organizado pela Yamato Corporation, o evento ocorre na Baixada Santista há 5 anos. A exemplo de outros eventos - como Anime Friends e Ressaca Friends - o Anime Summer Plus é a edição de primavera do Anime Summer, ou seja, um evento com o mesmo formato do seu predecessor, o qual é o maior evento de anime da região da Baixada Santista, litoral do estado de São Paulo. Nesse ano, o evento ocorreu no - abençoado seja - Mendes Convention Center, em Santos/SP, assim como foi o Anime Summer.

E o primeiro ponto que eu queria colocar é exatamente: Abençoado seja! Vamos fazer uma viagem ao túnel do tempo aqui. 2010: Surge o Anime Summer Plus. Ele ocorre até 2012 em escolas da cidade de Santos, e depois disso, em 2013, ele se muda pra cidade vizinha, São Vicente. Aquela foi a primeira edição na qual eu pensei em ir, e qual não foi minha surpresa ao descobrir que não seria mais em Santos, e pior, que seria em um canto relativamente difícil de acessar da cidade vizinha. Fiquei chateada? Com certeza.

E aí veio, nesse ano, a notícia de que o Anime Summer iria ocorrer no Mendes Convention Center. Eu curto muito o espaço do Mendes Convention Center pra shows e tal, e fiquei receosa, a princípio, quando soube que o Anime Summer seria lá, porque tinha por mim que era um espaço a) caro ("Eles não tinham mudado pra São Vicente por causa do preço, afinal? Como vão bancar isso?") e b) não exatamente adequado pra um evento de anime, pela falta de salas e etc. Mas me surpreendi. A localização é ótima (além de ser de fácil acesso de ônibus ou carro, é ao lado de um hipermercado Extra, pra qualquer compra de emergência!), e o espaço do salão onde ocorreu o evento era amplo - apesar de pouco aproveitado em alguns cantos, achei - e dava para transitar tranquilamente. Então, fiquei bem satisfeita ao saber que essa edição seria no mesmo local.



Vou falar um pouco, então, sobre o que eu fui fazer lá. Como representante da Baixada Santista do blog Suco de Mangá, costumo resenhar os eventos daqui por lá. Assim, fui convidada a ir ao evento na condição de imprensa, mas aproveitei para ir também de cosplay (uma de minhas paixões!) da série Love Live!, mais precisamente do jogo [resenha], com planos de fazer uma dancinha pra arruinar mais vidas espalhar amor pelas minhas idols queridas. ♡ Cheguei no domingo às 9:50, fiz o credenciamento - sem nenhuma grande dificuldade - e os portões se abriram, sem um atraso significativo, por volta das 10:10 - grande diferença dos eventos de maior porte da capital. Permaneci na fila do ingresso antecipado, e às 10:30, horário da primeira atração, o Anime Bingo, já estava lá dentro. Fui, então, andar pelo evento e tirar algumas fotos.

Quanto às salas, confesso que não me lembro delas no Anime Summer do começo do ano, mas não sei se porque eu não as visitei ou se realmente não tinha, e arrisco a segunda opção, porque me lembro vagamente de "estandes" em um canto do salão. Nessa edição, porém, tiveram salas para os espaços temáticos em um segundo andar, sinalizadas com placas, o que pessoalmente me deixa muito feliz - não conferi todas que foram anunciadas, até porque quando cheguei muitas ainda estavam fechadas (não achei o espaço do Lolita Teaparty, por exemplo, e não tenho certeza se o K-Pop Place tinha propriamente uma sala), mas conferi os espaços da Ars Mediaevalis, da Magic Potter e da PSParty, bem como a sala de exibição de anime, cada uma com sua pertinência. Pessoalmente, só fiquei mesmo na sala PSParty por conta da minha amada maquina de Project Diva. ^^; Senti falta ainda de um espaço pra Liga Oficial Pokémon (LOP), que teve na edição do começo do ano e eu mesma não sei dizer por que não teve nessa.

As lojas também diferiram pouco do usual: Vários estandes com plaquinhas,  camisetas, canecas, correntes, chaveiros; alguns com figures, e um com jogos de tabuleiro a preços relativamente salgados, mas interessante novidade, que estava cheio em todas as vezes que passei por ele. Fiquei feliz pelo estande da loja Lady Slime, conhecida dos moradores daqui de Santos, bem como pela loja (cujo nome desconheço, e essa é uma crítica que tenho a fazer - muitos estandes estavam sem placas e não dava pra saber o nome da loja sem perguntar;;) com pelúcias de personagens como Rilakkuma e Hello Kitty,  maquiagem japonesas, e outros produtos bonitinhos. Nessa edição esteve presente até a SIG Fam Store, loja de k-pop com uma variedade boa de produtos - tinha até do meu amado Block B! ♡ Senti falta de uma loja com produtos pra cosplayers, como perucas, maquiagem, lentes e acessórios, mas não sei se realmente não tinha ou eu que não vi. Ironicamente, também achei que essa edição teve bem mais estandes de alimentícios que o usual - além da pracinha de alimentação, tinham estandes de raspadinha e cup noodles em outros cantos do evento - e digo "ironicamente" pois os arredores do local tem vários bares e restaurantes, pra quem se dispõe a sair (eu mesma preferi almoçar no Mc Donald's, por exemplo, que é o tipo de produto que não se pode ter em eventos...).

Além disso, o evento contou ainda com a presença de vários jogos e videogames, como é tradição. Dentre os esportes, teve espaço para o Anime Pong e o Beisebol,  atrações que já estão virando tradicionais, e não teve o Wrestling. Eu confesso que estou na turma que não entende a relevância dos esportes nesses espaços - afinal, não tem nenhuma relação direta com anime - mas prossigamos. As áreas de videogames já estavam cheias; o pessoal do Just Dance chegou cedo, e logo o espaço do campeonato de League of Legends (mais tarde ocupado por Counter Strike) também encheu logo. O fundo do salão tinha ainda uma espécie de Artists Alley, com forte participação do pessoal do Mangarts Studio, dentre outros artistas convidados daqui da região - eu confesso que não sei qual o critério de seleção pra isso (afinal, conheço ótimos artistas por aqui que nem sequer foram cogitados, e o pessoal que estava presente era bem jovem) mas mesmo assim, achei boa a iniciativa. Após conferir tudo, fui tirar fotos com o pessoal da Otaku Company, que há algum tempo tem sido responsável pela fotografia nos eventos organizados pela Yamato.

O evento teve apenas um palco, que foi deslocado, por alguma razão, desde a edição passada; do fundo/centro do salão, foi para o fundo/canto, que é uma localização peculiar para um palco, mas acredito que isso tenha sido para aproveitar melhor o espaço (e deu pra sentar então fiquei feliz!!♡ ). Precisei rodar mais um pouco pelo evento até descobrir que no mesmo local ficavam o vestiário cosplay - que vi muita gente se queixando de não ter encontrado, mas que parecia estar impecável - e o cadastro para o concurso cosplay, porque realmente não tinha nenhuma sinalização. E essa é uma das minhas principais reclamações a fazer sobre o evento: total falta de sinalização, a exceção de duas placas indicando que as salas eram no outro andar. Para um evento que deveria ser o maior de toda a Baixada Santista, considero isso uma falha significativa; eu mesma já tive experiência em organização de evento, e sei que não é tão difícil fazer um banner com mapa. E isso é algo que honestamente faz falta, porque apenas lendo as atrações no site, não dá pra ter idéia sequer do espaço que elas vão ocupar.


Feita essa reclamação sobre o tempo que perdi procurando as coisas do meu interesse, encontrei esse canto depois de mais de uma hora andando pelo evento. Fiz o cadastro (senti falta de apoio da staff nesse momento, pois estava um pouco bagunçado) e por volta do meio dia, após fotografar o evento, fui sentar e aguardar a primeira palestra do Marcelo Campos em Santos. Marcelo Campos que, aliás, pra quem não sabe, é meu ídolo em termos de dubladores e o principal motivo pelo qual eu quis ir nesse Anime Summer Plus. ♡ Questiono a moça da staff, no momento do cadastro, sobre uma coisa que tinha visto no site: "O desfile cosplay será às 13:00? Mas a palestra com Marcelo Campos não será 12:30?" e ela me responde que sim, seria isso mesmo. Ué. Desde aquele momento, fiquei preocupada com isso, mas tudo certo.

E esperei. Mesmo a essa altura, o cronograma já estava um pouco atrasado; depois do Bingo, o Animeke (que é uma atração menor e eu honestamente acho que podia ser o dia todo, num palco ou sala a parte, mas teve apresentações ruins e outras boas, incluindo essa Elsa de Frozen!) terminou com uns quinze minutos de atraso, e logo em seguida Marcelo Campos subiu ao palco. (Momento fangirl: ele é exatamente tão adorável com o público quanto parece ser pelos vídeos. *^_^*) A palestra dele foi bem interativa, mostrou um vídeo com os personagens que ele dublou - tinha uma galera particularmente fã de Full Metal Alchemist gritando alto nessa hora, juro! - e também contou com a participação do Diego Lima, que dublou o Tobi em Naruto Shippuuden, entre outros personagens. Ele falou até de Gundam Seed e GetBackers, duas dublagens que eu gosto mas o vejo comentar pouco, então me senti contemplada. Mas... ele entrou com 15 minutos de atraso, tinha muita coisa a dizer (e normalmente se atrasa ^^;;) então naturalmente o tempo pras perguntas ficou bem reduzido. Já eram 13h, ou talvez passasse disso, quando abriram espaço para as perguntas. Deu tempo de fazer apenas duas perguntas, cujas respostas foram longas.

Como tinha muito mais gente querendo perguntar, pediram pra que perguntássemos no momento da foto, que era gratuita - bastava pedir um "passe" ao pessoal da staff pra tirar foto e pedir autógrafo pra ele. O problema é que isso era logo depois da palestra, ou seja, durante o desfile e as apresentações de cosplay. Meu problema: os cosplayers tinham que estar presentes meia hora antes da apresentação,  mas eu queria tirar foto... fui, então, pedir autorização pra staff pra entrar na fila depois por conta disso. Por sorte ou ironia do destino, eu não achei a fila pra foto com o Marcelo Campos - o que foi mais um problema de organização, mas estava realmente cheio nessa hora por conta da sobreposição de atrações - então entrei pelo lugar errado e furei a fila (desculpa a quem estava nela! m(_ _)m) e consegui voltar no horário combinado. Por menos sorte, a bateria do meu celular não colaborou e eu não consegui fazer a pergunta que eu queria. Ele foi muito solicito e se dispôs a atender a um pedido depois da sessão, mas eu (míope e sem óculos por conta do cosplay) não o achei mais. ;_;


Enfim, tirada a foto, foi a hora da apresentação. Não participei do desfile, apenas da apresentação individual, cujo vídeo está aqui. A categoria tradicional/grupo contou com a seletiva local para o World Cosplay Summit, para as duplas que participassem; a dupla selecionada foram as Chung Twins, Jaqueline e Beatriz, com cosplay das gêmeas Anon e Kanon de Vocaloid, realmente muito bonitas e com uma apresentação maravilhosa. Não foram tantas as apresentações e, no fim das contas, o atraso foi, acredito, maior que o tempo das apresentações. Como os cosplays são tidos como uma das atrações principais, havia muita gente se queixando por conta disso.

Depois de tudo isso, enquanto o local enchia de gente, saí um pouco para almoçar. Quando voltei, por volta das 16h, já não tinha tanta coisa do meu interesse para fazer - ou eu que não tinha achado as outras atrações que pretendia conferir. Tirei mais fotos (inclusive com a cosplayer convidada Michii, que também estava de cosplay de Love Live!~ ♡), e outros cosplayers incríveis que estavam no local. No palco, acontecia a apresentação da banda Smash Bros. Fui então para a sala PSParty para jogar e, por volta de 17h30, quando o andar com as salas foi fechado, decidi também ir embora.



No fim das contas, a principal reclamação que tenho a fazer é mesmo a respeito da organização, sobretudo da falta de sinalização no local. Um problema desses eventos é que se supõe que você, visitante, já conhece como são as coisas, mas isso nem sempre é verdade - até por conta da faixa etária do público alvo, mesmo, penso que o público tende a mudar bastante com os anos. Então, acho que seria interessante ter uma melhor organização, para que cada um pudesse ir facilmente até a área que interessa, já que tem mesmo temas e atrações muito diversos.
Além disso, em alguns momentos, o staff não dava conta de tudo que estava acontecendo - próximo ao palco, por exemplo, teve bastante correria em alguns momentos. Com tudo isso que observei, ainda achei que a organização foi razoavelmente boa, e o espaço com certeza colaborou para isso - tinha um bom espaço pra comer, banheiros bons e limpeza, por exemplo, coisas simples que faltam em muitos eventos de grande porte.

Além de razoavelmente bem organizado (nada mais justo considerando a dimensão e o preço ^^;) o evento contou com uma variedade grande de atrações, com algumas atrações mais novas bastante populares - o espaço para os fãs de LoL, por exemplo, que tem se popularizado, e um Artists Alley adequado, a exemplo de outros eventos. Mais espaço pro k-pop também foi interessante na minha opinião pessoal, apesar de não exatamente pertinente a anime - aliás, como sempre,  o que tinha de anime mesmo era bem pouco (o que? Estandes, uma sala de exibição, e alguns poucos cosplays?), e o que eu mais gostaria era que esses eventos tivessem um pouco mais de espaço pra anime especificamente. Mas isso é assunto pra outro post. No geral, teve pouca inovação, mas muita variedade.

Meu interesse pessoal no evento estava mais na palestra do Marcelo Campos, mesmo, que é um dublador fantástico que nunca tinha vindo pra cá. Penso que a atração poderia ter sido bem melhor aproveitada, não fosse a falta de organização do tempo para as perguntas e do espaço para as fotos. Mesmo assim, no fim das contas, minha experiência no evento foi bastante positiva. Não tive nenhuma grande surpresa, mas deu pra me divertir com a variedade de atrações, conhecer um ídolo e encontrar pessoas, em um local que é de fácil acesso. Não passei calor, apesar de terem fechado as portas pro lado de fora nessa edição. Não sentei mais nem menos do que gostaria. Creio que o uso do espaço tenha sido melhor que na edição do começo do ano. Foi bom.

Agradeço a oportunidade de avaliar essa edição do evento - pra mais informações, confiram a cobertura do blog Suco de Mangá, que sai essa semana! - e espero ficar ainda mais satisfeita ano que vem. Pra quem mais esteve lá, deixem aí nos comentários o que acharam do evento, e até mais!~ (ノ◕ヮ◕)ノ*: ・゚✧

Nenhum comentário:

Postar um comentário