quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Challenge: "30 Dias de Anime" em 1!


Olá!

Olhando meus arquivos, eu acabei descobrindo essa coisa aí, que eu tinha achado no Tumblr algum dia e que me interessou. É um daqueles 30-day challenge, em que você precisa fazer algo por 30 dias, ou responder algo sobre você e coisa e tal. No caso, o challenge era de anime, ou mais precisamente, 30 questões sobre anime. Então, eu pensei em responder essas questões no meu blog pra movimentar um pouco aqui, e, quem sabe, fazer novos e velhos leitores conhecerem um pouco melhor meus gostos, e, consequentemente, o que eu posto aqui.

Espero que se divirtam aí, e sintam-se livres para repostarem isso em seus blogs também! (◠‿◠✿) Até mais!~

1 - Primeiríssimo anime que você assistiu. 

Essa é uma pergunta difícil. O primeiro anime que eu acompanhei: provavelmente Pokémon, lá em... 1998? O primeiro anime que eu acompanhei, discuti, li fanart/fanfic, produzi fanart/fanfic, fiz site e o escambau: Sailor Moon. Alguns dos meus primeiros animes, certeza disso. Mas o primeiríssimo, primeiríssimo, que eu tenho memória, provavelmente...

...Provavelmente Mach GoGoGo, vulgo Speed Racer, que passava na Cartoon Network na mesma época. Minhas lembranças dessa época são muito vagas - oi, eu tinha o que, três anos? - mas eu lembro que realmente adorava esse anime, e meu pai também adorava quando era criança, então assistiamos juntos, o que era super legal. (Provavelmente menos legal foi quando eu disse que casaria com o Speed a.k.a. Mifune, porque o 2D arruinou minha vida amorosa um pouco cedo demais?) Eu achava super legais todos os personagens, não gostava do Corredor X ao contrário da maioria das pessoas que assistiam - ele era tão babaca! Mas eu gostava de quando ele aparecia. Tsundere much? - e tudo que o Speed fazia com o carro também era muito legal! Ah, eu gostava bastante de corridas de carro durante toda a infância, e Speed Racer provavelmente teve muito a ver com isso. Então eu acho que foi Speed Racer, mas talvez tenha tido outro que eu não lembro antes, quem sabe?


2 - Anime favorito que você assistiu até agora.

Obviamente Code Geass [comentários]. Não tem nem graça responder a essa pergunta, porque a resposta é a mesma há uns 7 anos. Eu gostaria que a resposta mudasse um dia, mas é difícil. Primeiro, porque Code Geass realmente me marcou muito - foi basicamente meu anime de transição entre "fã casual que só lê shoujo" para "4chan-level otaku que acompanha temporadas e vê até porcaria moe". Na verdade, pensando por esse lado, talvez Honey & Clover seja um concorrente à altura, porque foi o que me fez voltar para o nível "fã casual que (praticamente) só lê/vê shoujo/josei (e seinen-garotinha)". Clannad: After Story também é um concorrente porque me impactou muito num nível muito pessoal. E por fim, me sinto tentada a incluir Psycho-Pass [resenha] na lista de concorrentes, porque eu realmente gostei muito do que vi, me identifiquei num nível pessoal, e foi possivelmente uma das séries responsáveis por me viciar de novo em anime e mangá.

Enfim, voltando a Code Geass. Foi o primeiro anime realmente popular que eu gostei muito, então isso também me ajudou a conhecer muitas coisas e pessoas por causa dele, e comprar produtos e coisas do tipo. Então, esse é um fator. O outro é que é o único anime que eu assisti várias vezes - sei lá, umas cinco? - e todas as vezes curti bastante, e cada vez percebia uma coisa nova, então meio que cresceu comigo sem cair no meu conceito. Então, a questão não é nem ser o melhor que eu já assisti, mas é um que eu gosto bastante até hoje e que aconteceu de me marcar bastante por uma série de motivos, então a resposta é meio automática.


3 - Personagem masculino preferido.

Hmm... É difícil. É engraçado porque eu vivo falando dos meus personagens masculinos preferidos e como todos são husbandos perfeitos!!, mas se eu tivesse que dizer um - 1 - 01, eu não sei responder. Normalmente eu diria: Lelouch Lamperouge, de Code Geass, que é o protagonista do meu anime preferido e 90% da graça do anime, um personagem perfeito com falhas o bastante para ser simpático e tem um quê de "doce psicopata" que me ganha facilmente em qualquer personagem.

Mas eu sei que isso seria cometer uma injustiça com vários outros. Makoto Tachibana, de Free!, por exemplo, do qual eu vivo falando aqui. Jovem nadador com perspectiva de futuro que decide seguir seu sonho de dar aula para crianças e ser feliz, porque qualquer coisa que não fosse tão fofinha quanto dar aula pra crianças simplesmente não corresponderia ao seu verdadeiro eu que cuida dos irmãozinhos e de gatinhos de rua. É pra casar, e com "pra casar" eu quero dizer "casar com todas as fãs de Free! que querem o corpo dele nu, ou seja, todas". Ai, ai. (todos suspiram por Makoto.) Outro exemplo é Kaworu Nagisa, de Evangelion, por exemplo, que meio que fundou todo um gênero de personagens que eu adoro. E eu adoro ele, também; provavelmente porque todo mundo adora ele. Porque ele é a personificação da Entidade Misteriosa que chega do nada no meio da tempestade dizendo "apesar de toda a porcaria, eu te amo" pro protagonista com o qual qualquer adolescente "emo pq a vida me quis assim" meio que se identifica. Então, é impossível não amar. Kaworu é um personagem feito pra ser amado, e tem sucesso nisso.

E tem ainda vários outros. Talvez seja mais fácil identificar tipos. Como disse, o tipo "pretty white-haired boy" é um que eu curto muito. Um pouco nessa linha, eu também já fui bem apaixonada pelo Itsuki, de Suzumiya Haruhi no Yuuutsu, que, apesar de não ter cabelo branco, é intelectual, misterioso e sexualmente ambíguo com o protagonista. Outro que confesso que já fui apaixonadinha é Allelujah Haptism, de Gundam 00, que é o "piloto sensível" da respectiva edição de Gundam, mas na real tem uma personalidade muito séria e sensível que é supercompensada por um alterego cuzão e mil traumas de infância. É o típico "bonitinho perturbado pelo seu passado trágico", mas é lindo e tem uma voz maravilhosa, e me ganhou nas suas discussões com o Hallelujah. Insano é o novo moe. Mais um tipo que eu tenho tendência a gostar: "fofos" de shoujo/josei, como Arata de Chihayafuru, que é simplesmente adorável. Ou ainda os "vilões insanos e sexualmente ambíguos", como Hisoka, de Hunter x Hunter. Aleatoriamente, isso me lembra: Hosaka de Minami-ke, outro amorzinho juvenil!

"Então você gosta de a) pervertidos, b) insanos e c) pilhas de açúcar em forma de bishounen?" T-talvez...?







4 - Personagem feminino preferido.

Bom... minha resposta pra isso é óbvia: Rahzel Anadis, de Hatenkou Yuugi. Rahzel é uma daquelas personagens que eu considero inspiradoras e acho que deveria ser muito, mas muito mais popular. Pra começar: porque a garota é simplesmente fantástica. Com 14 anos, o pai dela meio que a chuta de casa, dizendo que ela deve "descobrir o mundo", e o que ela faz? Bate loucamente na porta, pedindo pra entrar de novo, como qualquer garota típica? Não, ela aceita o desígnio insano do pai, e sentada no banco da praça, pensa... na janta perdida. Depois, ela segue pra descobrir o mundo, acompanhada por dois bishounen. E se engana quem acha que ela é uma garotinha indefesa; na verdade, ela tem poderes mágicos, faz as próprias roupas e dá uns tapas eventuais na cara da sociedade com sua personalidade badass. Depois de ser abandonada em uma floresta quando pequena, houve quem pensou que ela estava na pior, mas essa é Rahzel.

Depois, outra moça de anime que recentemente ganhou meu coração foi a Yona, de Akatsuki no Yona [resenha]. Eu falei sobre ela na resenha que fiz da série: Yona é uma princesa que de repente vê seu reino destruído, quase que literalmente, pelo seu grande amor de infância, tem que se virar no mundo, e acaba descobrindo que tem uma grande missão pela frente. Por mais que titubeie em alguns momentos, ela nunca dá pra trás, e segue em frente com essa missão, a despeito de todas as dificuldades. Yona é um exemplo de guerreira, e logo entrou pra minha lista de personagens favoritas.

É claro que tem outras que eu adoro, mas não admiro/me inspiro tanto quanto essas duas. De cabeça: várias personagens de séries do Kyoto Animation (Mirai Kuriyama, minha spirit animal de Kyoukai no Kanata [resenha]; Kumiko, Hazuki, Sapphire e Asuka, de Hibike! Euphonium [resenha]; Tamako e Midori, de Tamako Market [resenha], além da Nagisa de Clannad, Ritsu my waifu 4ever de K-On!, entre outras). Eles normalmente acertam em cheio no meu gosto pra garotas. De idols, adoro a Nozomi de Love Live! [resenha] e a Ranko de Idolm@ster Cinderella Girls [comentários]. Recentemente, também gostei bastante da Rin Tohsaka, de Fate/Stay Night [comentários]. (Fraco por garotas mágicas? Quem sabe, quem sabe!) E também tem a Akane Tsunemori de Psycho-Pass, ídola rainha, que, apesar de um pouco superestimada, é ótima e incrível.


5 - Anime que você se envergonha de ter gostado.

Hmmm... Olha, eu acho que gosto de tanta coisa digna de "vergonha" que eu nem ligo mais. Ai no Kusabi, que comentei nesse post, por exemplo, foi um que eu realmente gostei por achar acima dos padrões do seu gênero. Eu também comentei Black Rock Shooter nesse post, que é o cúmulo da "porcaria moe", mas eu também gostei.

Eu gosto de Free! - talvez eu devesse me envergonhar por gostar de Free!. Tem um certo nível de pseudo-BL mal-produzido e pouco conhecido que eu adoro ver meio que de idiota, e eventualmente acabo curtindo - tipo, Marginal Prince ou Monochrome Factor - e tem um certo nível de "porcaria com fanservice" que normalmente não faria meu gosto, mas que algumas vezes acaba caindo no meu gosto - tipo, Baka to Test.

Eu não sou o tipo de fã de anime que coloca Cowboy Bebop no seu top 5 (quer dizer, eu já disse que meu preferido é Code Geass), então talvez eu devesse me envergonhar de muita coisa, mas isso não acontece? Tudo é produzido por alguém e consumido por outras pessoas, então tudo é aceitável, eu acho. É claro, quando eu digo "tudo" quero dizer tudo que não seja diretamente ofensivo ou cause alguma injúria grave. E tem até coisas ofensivas que eu acho perdoáveis. Por exemplo, eu posso não gostar de certas séries de fanservice com uma objetificação feminina óbvia (principalmente, caham, aquelas que objetificam descaradamente personagens menores de idade), mas ainda assim entendo que isso não é digno de vergonha se a pessoa vê com a consciência de que tem algo de idiota nisso, entende? Ok, pode não ser digno de elogios, mas considero... passável.


6 - Anime que você quer ver mas ainda não viu.

Hã... Que tal toda essa lista, e mais essa lista, e talvez mais vários clássicos que ainda não tive sequer a oportunidade de encontrar na Internet. Tem pelo menos uns cem títulos que eu quero ver mas ainda não vi! É aquela coisa: Quanto mais coisa tem, mais você se perde, o tempo vai e você não percebe, e, hã, eu tenho tendência a perder o controle de como eu estou gastando meu tempo muito facilmente... OTL

Mas um que eu tenho na minha lista de "preciso ver algum dia da minha vida" é Legend of the Galactic Heroes, um tipo que eu gosto e que eu não vi mais que 5 episódios até hoje por ter episódios demais pros meus padrões. Eu pretendo tentar novamente ver esse em algum momento, quem sabe quando os mais recentes se esgotarem...


7 - Seu "crush" de anime.

Acho que eu já cantei a bola nas questões com meus personagens favoritos: Eu tenho crushes demais em personagens de anime. Demais... demais. Por exemplo, além dos muitos que eu já mencionei meus favoritos, nesse momento me vem à cabeça o Souji Okita, de Hakuouki (que eu estou jogando). Eu acho que gosto de alguns estereótipos muito comuns em anime, como também já mencionei, e tenho tendência a me apegar a pelo menos um personagem em cada série que eu assisto, e isso somado com o tanto de anime que eu assisti e apreciei ao longo da vida meio que faz essa lista ser grande demais!

Eu já tentei fazer algumas listas completas e com isso quero dizer que preenchi aquela tabela de crushes de anime com 100+ nomes mas, não adianta, eu sempre esqueço, então deixa isso pra lá.


8 - Casal de anime favorito.

Essa é meio fácil demais, se for pra falar só de casais canon: Tomoya e Nagisa, de Clannad. Porque eles são perfeitos, eles são uma gracinha. São amigos de colegial que eventualmente se declaram e (no meio de um ambiente definitivamente adolescente e imaturo, com Tomoya e seu harém, um amigo idiota e tudo mais) pensam em ter uma vida e construir família juntos, isso tudo é muito legal. (spoilers de Clannad: mesmo que tudo tenha dado errado, mas tudo bem.) Fora que eu gosto muito dos dois personagens, então.

Yukki e Yuno de Mirai Nikki  poderiam ser um forte concorrente, se os personagens do anime e o setting em si não fossem completamente insanos, mas... bom, Yukki e Yuno também é uma gracinha. Então fica esse também. E acabei de me lembrar mais um que, apesar de não ter gostado do anime tanto quanto outras pessoas que eu conheço, me cativou pelo romance fora dos padrões: Akira e Saki, de Eden of the East.

Mas se for pra contar ships, triângulos amorosos e outras coisas do tipo... Poderia pelo menos incluir Alto e Ranka (Macross Frontier), Arata e Chihaya (Chihayafuru), Shinji e Kaworu (Evangelion), Suzaku e Lelouch (Code Geass), sendo que por todos estes eu sou apaixonada naquele nível "tenho sentimentos demais!!" mesmo. E se for pra contar adaptações também, novamente, Zack e Aerith (Final Fantasy VII Advent Children). Pra terminar, vou mencionar alguns ships mais recentes: Makoto e Haruka, de Free!; Suna e Takeo, de Ore Monogatari!! [comentários]; Yuu e Mika, de Owari no Seraph [comentários]. Acho que está bom. É, tem vários mesmo.


9 - Melhor vilão de anime.

HisoHiso!! ou: Hisoka, de Hunter x Hunter, que já mencionei nos personagens masculinos favoritos. Eu costumo gostar de muitos vilões, pra ser sincera (eles sempre são mais interessantes, né?), mas essa resposta é automática. Quando eu penso em vilões eu penso em shounen de luta, e quando eu penso em shounen de luta meu favorito é provavelmente Hunter x Hunter, e Hisoka (mas também Illumi e outros vilões) tem bastante peso nisso. Ele é muito bom, hilário, genuinamente insano, tem poderes legais e é quase um good guy, se não fosse... bom, um dos principais vilões, e se não fosse também pervertido e insano, mas vamos pular essa parte...? O fato é que ele é hilário, tem habilidades legais, e eu curto bastante ele.

Preciso notar, também, que gosto muito de vários antagonistas, não necessariamente vilões: Hallelujah Haptism, de Gundam 00, é de certa forma um vilão; Kaworu, que eu mencionei nos meus personagens masculinos preferidos, idem. Tem ainda o Envy de Full Metal Alchemist: Brotherhood; Tyki Mikk, de D. Gray-Man, e por falar em D. Gray-Man, também simpatizo de certa forma com o bizarro Millenium Earl; Sailor Moon também tem vilões ótimos (saudades, Fisheye!); Fate Stay Night, que eu assisti recentemente, tem de certa forma o Archer, que eu também adoro, e outros vilões legais; Psycho-Pass tem o fantástico Makishima, e Zombie-Loan tem o gracinha do Shiba e outros muito legais também... Aliás, esse nível de anime "quase-BL" tende a ter vilões que muito me cativam fufufu... acho que é por aí.


10 - Anime de luta favorito.

O termo original era "fighter anime". Também já respondi essa inadvertidamente: Hunter x Hunter!! Possivelmente o único anime no naipe shounen-luta-long-running que eu realmente gosto. Mas é claro que eu gosto de outros com ação e lutas (tipo o já-mencionado Hatenkou Yuugi), mas a maioria é, na realidade, shoujo de luta, o que é um pouco menos típico... e possivelmente menos focado em lutas. O fato é que é difícil eu gostar de ação, sobretudo shounen de ação, e HxH é uma exceção. Uma outra exceção que também já comentei aqui é JoJo's Bizarre Adventures: Stardust Crusaders [comentários], que apesar de ainda não ter terminado, eu achei genuinamente interessante.

Agora, se for pra falar de coisas tipo Hokuto no Ken, hã, eu realmente não tenho um favorito, porque eu não gosto de nada do tipo. Sorry but not sorry.


11 - Anime de mecha favorito.

Ebaaa! Hora de falar de Code Geass de novo!! Na verdade, parece meio injusto colocar Code Geass aqui, porque é um anime que quase que é mecha só no nome (quer dizer, tem muitos robôs, mas quem realmente liga pra eles além do Lloyd?) mas tenha a certeza de que eu vou colocar Code Geass em todas as respostas possíveis.

Depois, se Code Geass não contar, e eu tiver que falar de um mecha-mais-mecha: Provavelmente Bokurano, que é um anime que faz algum tempo que não vejo (aliás, mentira, revi o episódio 1 há pouco tempo, mas foi só;;) mas me impactou bastante na época e também me influenciou a gostar do gênero mecha em geral. Também gosto bastante de Evangelion, mas sou mil vezes mais o mangá do que o anime, então não sei se conta aqui. E recentemente, Buddy Complex [comentários] também ganhou bastante meu coração. Assim, de verdade.


12 - Cena de anime mais triste.

Wow, vamos lá. Acho que tiveram muitas cenas de anime que me fizeram chorar, tantas que eu realmente não me lembro de todas ou sequer das mais importantes (por exemplo, chorei com Shingeki no Kyojin [comentários]. Shingeki no Kyojin!!, que eu nem curti muito, então veja bem.)

Me vem à mente Aquela Morte em Clannad, que faz todo mundo chorar; E pra falar em mortes súbitas, Aquela Morte em Death Note, que me causou uma revolta tremenda na época do mangá. Aliás, Clannad me fez chorar muitas, mas muitas vezes. Nesse mesmo sentido de melancolia, também chorei com Honey & Clover, que é outra das minhas séries favoritas. Aliás, eu choro muito com shoujo e josei, ora de melancolia (NANA, olhando pra ti!), ora por fofura mesmo.

Se for pra falar "triste" no sentido de "simplesmente depressivo", algumas cenas de Loveless me vem à mente, ou a cena final de Shiki (Muroi no carro - você provavelmente lembrará se assistiu). Ou em Code Geass R2, praticamente o episódio 9 inteiro. Falando em Code Geass, outra que sempre me faz chorar, no final da primeira temporada, com a Euphemia (tanto quando ela conversa com o Lelouch quanto no hospital com o Suzaku). Clássicos. Provavelmente poderia citar essa de Code Geass como a "mais triste", porque foi a que eu vi mais vezes e chorei em todas, mas não porque realmente seja "a mais triste"... eu só vi mais vezes, e conseqüentemente chorei mais vezes, eu acho.

Sinto que estou esquecendo de cenas importantes aqui, mas fica assim por enquanto.


13 - Personagem de anime ao qual você mais se assemelha.

Wow, isso é difícil! Isso é difícil porque eu sou uma pessoa extremamente sem sal, e todos os personagens com os quais eu me identifico são a) secundários, b) garotinhas de anime moe sem graça, e/ou c) não despertam meu interesse pessoal. Juro. Às vezes eu até estou assistindo um anime e fico "nossa, essa sou eu", mas acabo me esquecendo porque a personagem é irrelevante assim..... yeah.

Puxando pela cabeça, ok, acho que eu falei "essa garota sou eu" em algum momento com a Jun (uma personagem terciária de K-On!) e a Kana (Minami-ke), e talvez a Yukino (Karekano), mas isso provavelmente era mais wishful thinking do que propriamente semelhança...
Recentemente, acho que eu comentei nesse post do filme que me identifiquei um pouco com a Mei de Suki-tte ii na yo. [resenha], que é aquele tipo de personagem "pra todo mundo se identificar". E as personagens das quais eu faço cosplay geralmente são personagens com quem eu sinto que tenho alguma semelhança num nível pessoal, também, ou pelo menos que eu admiro e gostaria de ser mais como. Por exemplo, a Mirai Kuriyama, de Kyoukai no Kanata, é uma personagem que eu estou fazendo cosplay agora, e eu gosto de acreditar que sou parecida com ela "pobre, nerd de Twitter, mal-amada porém fofa...?" talvez!!

E acho que... é, realmente não consigo pensar em nenhuma personagem, assim, que eu me identifique muito.


14 - Anime do qual nunca se cansa não importa quantas vezes você o assista.


JIBUN WOOOOOOO :)


15 - Animal/mascote/summon preferido de qualquer anime.

Eu demorei uns 5 segundos pensando "mas todos são horríveis", inicialmente, porque confesso que não tenho muita estima assim por mascotes de anime em geral, até lembrar da fofíssima (do fofíssimo?) Muu-chan de Tactics; É claro que ela só tem tanta relevância por causa do Sugino, mas eu adorava cada vez que eles apareciam juntos. Ela é uma espécie de "Kirby do terror". Na verdade, acho que Tactics deveria ter tido um spin-off só com os dois. Na verdade, eles provavelmente eram minha coisa favorita daquele anime, apesar de aparecerem, tipo, uma vez a cada cinco ou dez episódios! Eram o melhor casal!

Bem... feito esse ship manifesto inesperado;; fora Muu-chan, tem o Kero, de Card Captor Sakura, é claro, e o Artemis, de Sailor Moon, é claro - alguns dos nomes clássicos que costumam ser citados. E os fofinhos de Shugo Chara. Ah, e claro, não posso me esquecer do Dera Mochimazui de Tamako Market, sempre presente no header desse blog aqui! O Dera é facilmente meu segundo lugar depois do Muu-chan, fácil, fácil. O Haro de Gundam também é muito fofo, e pra falar em coisas escrotas, acabo de me lembrar do incrível Cheese-kun de Code Geass. E que eu lembre, agora, é por aí. Foi meio difícil lembrar porque eu associo a pergunta de "mascotes" a anime de garotas mágicas, mas no fim das contas, isso não vale pros meus favoritos pessoais...;;


16 - Anime com a melhor animação.

Eu já fiz um post nesse blog pra falar sobre animação, no qual eu citei Arve Rezzle como "meia hora de puro deleite estético". A animação é muito, muito bonita, muito fluida, muito bem-feita. Pensando em animação, eu também lembro da série Monogatari, que apesar de achar lixo (haters gonna hate!) eu tentei ver umas 10 vezes só por causa da animação e da arte top. Também gosto do estilo dos filmes do Satoshi Kon, como Paprika [comentários], apesar de não gostar tanto dos filmes; gosto do estilo do Studio Ghibli, apesar de também não ligar pros filmes - Howl no Ugoku Shiro me vem à cabeça como um cujo visual eu amei - e tem ainda aqueles que ganham pontos no meu conceito por serem artísticos e alternativos (tm), como Fuujin Monogatari, Ping Pong The Animation [comentários] e Gurren Lagann. Desses todos, posso afirmar que só gosto, pessoalmente, de verdade, de Ping Pong the Animation. Em resumo, eu me ligo bastante em animação, mas nem tudo nessa lista eu gosto. E nessa resposta eu levei só em conta a animação, sem levar em conta o estilo visual e a estética de uma forma mais geral, o que me faria tirar alguns nomes e acrescentar outros.

Agora, pra zerar essa pergunta, é claro que: qualquer coisa do estúdio Kyoto Animation, que é tipo minha Disney da animação japonesa - eu tenho vontade de ver tudo apenas pela animação muito bem-feita, e é muito bem-feita mesmo, o que ainda assim não justifica usarem o mesmo character design pra todas as séries... É. Mas a animação em si é bem feita, tanto nos filmes quanto nas séries de TV e até mesmo em época de "crise da indústria" (quando a indústria não esteve em crise? Como uma indústria que paga menos que um salário mínimo pros seus funcionários pode estar em crise?! - o que me consola é que, segundo a lenda, o KyoAni paga relativamente bem), o que é um negócio incrível. Enfim;; puxo saco deles sim, desculpa, sociedade!


17 - Personagem secundário masculino favorito.

Voltando à pergunta de personagem masculino favorito (sempre voltamos a ela!): Kaworu Nagisa, de Evangelion. Ele é secundário, certo? O Hosaka de Minami-ke, que é mais um dos meus amores, também é rei nesse quesito de personagens secundários favoritos que realmente mereciam mais screentime dentro da série. E todos os outros que eu já mencionei.

Quem mais, quem mais? Eu tenho tendência a gostar bastante dos "amigos do protagonista", de forma geral, tipo o Sunohara de Clannad, o Suna de Ore Monogatari!!, e o Kiryuu de Isshuukan Friends. [resenha]. Diria, até, que o Suna e o Kiryuu são ambos personagens incríveis que mereciam muito mais destaque que o protagonista, mas, infelizmente, isso não acontece. (Mas veria fácil um spin-off deles!) Quem mais... por falar em "amigos do protagonista", temos ainda os amorzinhos Kawafuji e Kanzaki-kun, em Barakamon [resenha]; o Hinata, em Angel Beats!; o Ryuichi Sakuma, de Gravitation - que eu quase não lembraria, mas era um dos meus husbandos de infância, e estou relendo o mangá agora (em nota: ele era melhor no anime!) - e o Kouta, de Baka to Test, poderia ser meu personagem favorito da série se aparecesse um pouquinho mais. E Mirai Nikki tem o Akise Aru, que foi, confesso, um dos motivos pra eu ter assistido Mirai Nikki até o final. Que eu lembre no momento, é isso, mas com certeza estou me esquecendo de vários!;;


18 - Personagem secundário feminino favorito.

Olha, eu confesso que tenho muitas personagens secundárias femininas favoritas porque, via de regra, as personagens secundárias femininas me interessam mais que as protagonistas. Há muitas personagens secundárias femininas incrivelmente fortes em séries como Sailor Moon e Shoujo Kakumei Utena que não tenho como não amar. Na verdade, acho que na maioria das séries shoujo e josei minhas personagens femininas favoritas não são as protagonistas, mas sim as secundárias. Acho que, como as protagonistas geralmente são criadas de modo que o leitor possa se identificar com elas ou babar por elas elas tem que ser mais simples e terem comportamentos mais padrão, ao passo que as personagens secundárias podem ter personalidades mais fortes e desenvolvidas... irônico, não? ^_^;;

Vou jogar alguns nomes quem me vem à cabeça, de personagens secundárias femininas: Layla de NANA; Megumi de Suki-tte ii na yo.; Asuka de Hibike! Euphonium; Agnes de Tiger & Bunny; aliás, pensando agora existe um certo estereótipo de mulher mais velha e intelectual, como a Agnes e também a Shion de Psycho-Pass, que eu costumo gostar... Tamako Market, Kyoukai no Kanata e Moyashimon são outras séries que eu acho que tem personagens femininos secundários maravilhosos. De cabeça, acho que é isso.


19 - Cena mais épica.

Difícil falar em uma cena épica. Porque acho que toda obra digna de ser uma "favorita" tem que ter pelo menos uma cena épica, e eu tenho pelo menos umas 20 favoritas, então...! Eu prefiro pular essa pergunta e dizer que cada momento que eu considerei digno de ser citado aqui, no meio das poucas centenas de séries de anime que eu assisti na vida, é porque eu achei épico e porque me impactou de alguma forma. São muitas mesmo e não quero cometer uma grande injustiça com todas as séries que eu já gostei. ^_^;


20 - Personagem de anime que te dá nos nervos.

Muitos. Bom, alguns, se formos falar em realmente sentir ódio. Pra começar: Os rivais dos triângulos amorosos. Eles me dão nos nervos simplesmente por existirem e estarem ali empatando foda servindo pra acabar com o ship e favorecer os rivais (e em geral eu torço pro lado que perde;;). Eu não gosto do Taichi de Chihayafuru, por exemplo, mas ele não chega a me dar nos nervos depois da segunda temporada; já a Sheryl, de Macross Frontier, é uma que eu não engulo. Não dá, eu tentei, mas realmente não consigo gostar dela. Similarmente, não consigo gostar da Asuka nem da Misato de Evangelion, e tenho sentimentos similares pelo Tieria de Gundam 00 porque ele virou o ship oficial do Lockon... Então, esse é um tipo de personagem que me irrita, confesso! Ou seja, geralmente personagens não me irritam, só quando atrapalham a dinâmica de um ship ou de um grupo de amigos, por exemplo, que eu gosto.

Mas também sinto um leve desconforto com aquele estereótipo do "garoto chato de shounen" (tipo, Ash de Pokémon, ou Naruto de Naruto...) e também da "garota chata de shounen", aquela garota excessivamente doce e peituda, tipo uma Lucy de Fairy Tail... é bem, bem difícil eu gostar desses estereótipos; em geral eles só me dão nos nervos. Estereótipos de shoujo tendem a me irritar menos, mas também não chegam a estar nos meus favoritos. Acho que é por aí.


21 - Personagem comédico de anime favorito.

Eu gosto de vários, mas que me vem à cabeça: Sunohara, de Clannad, que eu já mencionei nos personagens secundários favoritos. Ele é a definição de "personagem comédico bobo, brother e moe", e eu adoro demais ele, e realmente gostaria que tivesse mais screentime durante a série, porque eu ficava feliz todas as vezes que ele aparecia. Aliás, lembrando daquela pergunta do personagem secundário, eu também sou muito, mas muito fã mesmo do Hosaka de Minami-ke, por ser um personagem completamente hilário e sem noção com seu amor pela irmã mais velha.

Personagens comédicos me ganham bem fácil, a bem da verdade, quando me fazem rir - o que em si não é tão fácil, mas... De séries mais recentes, também me vem à cabeça o Momotarou, de Free! Eternal Summer, que é simplesmente genial, e a própria Asuka de Hibike! Euphonium, que me faz rir muito por ter uma personalidade completamente surtada. Adoro-a. Bem, acho que são esses alguns dos meus favoritos!


22 - Arma ou equipamento preferidos usado em anime.

Ooh. Hum. Arma ou equipamento... Poxa, que difícil. Eu tenho tendência a gostar de manguais e correntes, tipo do Kurapika de Hunter x Hunter é a única coisa que gosto nele? mas não sei exatamente se isso veio de anime ou só de RPGs. Além disso, quando via GetBackers, eu também achava muito legais as linhas do Kazuki Juubei. Acho que eu gosto desse tipo de arma, sobretudo aqueles que são discretos...

Eu também gosto bastante dos cetros e canetas de Sailor Moon, desde pequena. Aliás, cetros bonitinhos de mahou shoujo, que nem os de Sailor Moon e Card Captor Sakura, em geral, me agradam.

Por fim, as Dominators de Psycho-Pass também me agradam bastante. Aliás, eu quero muito uma dessas Dominators da vida real apenas por serem super estilosas! :)


23 - Ataque favorito que alguém usou em um anime.

Eu confesso que todas essas perguntas de luta são um pouco difíceis pra mim porque, via de regra, eu não me ligo nem um pouco em luta e ação em anime. Não me ligo, mesmo; na verdade, tem séries que eu acabo até dormindo nas cenas de luta (já aconteceu, sim, sou velha). Mas quando leio essa pergunta, a primeira coisa que me vem à cabeça é mahou shoujo, porque algumas séries tem ataques lindos! Por exemplo, em Sailor Moon, eu sou apaixonada pelo Death Reborn Revolution da Sailor Saturn, e o fofíssimo Pink Sugar Heart Attack da Sailor Chibimoon - e aliás, por que não dizer que eu sou apaixonada por todos os ataques da Chibimoon?... Fora Venus Love-Me Chain, fora Deep Submerge, ah, tem muitos ataques lindos em Sailor Moon, na minha opinião.

Pensando um pouco mais, de shounen, eu acho os ataques e habilidades de Hunter x Hunter (vulgo "nen") simplesmente fascinantes, a maioria deles; destaco os do Hisoka porque sou fangirl porque sim, mas todos são incríveis, eu acho. Hmm... alguns shounen como Dragon Ball também tem ataques bem épicos. No fim das contas, eu gosto de muitos ataques, apesar de não prestar tanta atenção assim no geral.


24- Momento que mais te chocou em qualquer anime.


Momento que mais me chocou... eu acho que qualquer reviravolta em anime tende a ser chocante. Por exemplo, até Code Geass R2, que era um poço de reviravoltas, volta e meia me chocava - eu não esperava mesmo aquele final, e assistia ao vivo só pra dar gritos de choque sempre. E aí tem aquelas séries de anime com uma ou outra reviravolta mais impactante; Shinsekai Yori é um anime maravilhoso com uma grande reviravolta lá pelo meio-final, assim como Psycho-Pass e Evangelion também; o tipo de final que subverte tudo que você sabia até então é mesmo um dos meus favoritos. Esses foram alguns que me lembrei de primeira.

Por outro lado, tem cenas que chocam que não são necessariamente chocantes pelo que elas representam, mas pelo valor escatológico, mesmo, digamos assim... por exemplo, Ghost in the Shell, Howl no Ugoku no Shiro e Akira tem umas cenas bem... visualmente chocantes. Mas é um tipo diferente de choque.
Além disso, as mortes que cito na resposta à pergunta abaixo também me chocaram bastante, todas elas. E existem também animes que chocam com eventos nem tão esperados, tipo animes de esporte com uma derrota inesperada - Oofuri, tô olhando pra você. Enfim, é difícil responder a essa pergunta porque as respostas possíveis são muitas, e tem muitos jeitos de se chocar, mas essas são algumas séries que me chocaram!


25 - Morte de anime mais triste.

[SPOILERS DE CLANNAD, FULL METAL ALCHEMIST, AIR TV, DEATH NOTE, HOTARU NO HAKA E TOKYO MAGNITUDE 8.0 ADIANTE.]
Não que não tenham muitas mortes tristes, mas assim, de cabeça, me vem pelo menos duas: Nagisa, de Clannad ~After Story~, e Maes Hughes, de Full Metal Alchemist: Brotherhood, cujo ápice é mesmo o funeral. Puxando um pouco mais pela memória, também me vieram a da Misuzu, de Air TV, e a do Yuuki, de Tokyo Magnitude 8.0, que apesar de não ter cena específica, é uma morte muito triste que só quem viu sabe. Por fim, gostaria de ctar também as mortes do L, em Death Note, que impactou fortemente um número de espectadores, e também da Setsuko de Hotaru no Haka, que foi o grande ponto da história. Enfim, essas são algumas que me impactaram muito.


26 - Melhor luta de anime.

Outra pergunta difícil pois eu simplesmente não presto atenção em lutas e cenas de ação o bastante pra saber. Mais fácil pra mim responder pensando em termos de mecha; me vem à cabeça essa luta de Code Geass, simplesmente porque a parceria do Suzaku e do Lelouch nesse momento me comoveu demais, e também a luta final de Bokurano. Pra mais exemplos de lutas de anime que eu curti, eu já fiz um post sobre lutas de anime no meu antigo blog!


27- Cena mais badass de qualquer personagem de anime.
 
Vou escrever aqui apenas algumas que eu me lembro de cabeça. A primeira que me vem à mente foi a da Yona cortando os cabelos em Akatsuki no Yona, no episódio 5, no qual ela decide lutar pela sua existência, e proferindo a frase: "antes de questionar aos deuses, tem coisas que eu preciso questionar a mim mesma". É uma cena bonita, é impactante e inspiradora, e eu achei essa frase muito legal e forte, pessoalmente! Com certeza é badass, e de um jeito positivo.

Depois, a segunda cena que me veio à mente foi a do final do último episódio da primeira temporada de Code Geass, na qual o Lelouch se admite culpado na frente do Suzaku. Eu achei isso muito forte, porque ali ele estava totalmente assumindo uma culpa que, bem, não era realmente dele - afinal, o geass dele se descontrolou - mas a cena em si é bem forte, e também devo dizer que curtia esses momentos em que o Lelouch dava uma de badass, de forma geral.

Depois, eu pensei em Fate/Stay Night. Digam o que quiser sobre burrice ou o que for, mas algumas cenas do Shirou em Unlimited Blade Works são incrivelmente badass e empolgantes. Full Metal Alchemist: Brotherhood também teve alguns momentos incríveis, sobretudo com o Maes Hughes e o Roy Mustang. E depois, por mais que eu não tenha curtido Gurren Lagann tanto assim, também devo dizer que o anime tinha alguns - muitos - momentos bem badass. Essas respostas são um tanto batidas e óbvias, mas foram o que me vieram à cabeça.


28- Citação favorita de qualquer personagem de anime.

"O mundo não é perfeito. Mas ele está aqui pra nós, fazendo o máximo que pode. E isso é o que o faz tão belo." - Roy Mustang, de Full Metal Alchemist. É uma frase que eu costumo repetir para mim mesma nos momentos de crise e que me inspira bastante. *^_^*

No mais, eu tenho uma lista inteira no listography que tem várias das minhas frases favoritas de anime!


29- Um anime que você queria que fosse real.

Hum... que eu queria que fosse real? Acho que todo anime super fofinho de "meninas fofas fazendo coisas fofas", porque eu adoro a vibe "amizade, alegria e fuwafuwa" que eles trazem: K-On!, por exemplo, é um anime que eu curto bastante e eu adoraria fazer parte do clube de light music das meninas! Ah, sim, eu gostaria que ele não tivesse magias, também... magia é fofo nos animes, mas eu ficaria assustada na vida real, pois sou dessas ;; nesse sentido, acho que eu gostaria que muitos shoujos fossem reais, porque na maioria dos shoujos até acontecem coisas ruins, mas no final tudo dá certo e o amor prevalece e etc. etc. e a protagonista pega o melhor bishounen no final, então. (◠‿◠✿)  ("resumindo, você queria um anime que fosse a vida no easy mode?" taaalvez...?)

Por outro lado - um lado mais sádico, talvez... - eu também gostaria que, por exemplo, a sociedade de Psycho-Pass fosse real; eu provavelmente não ia ser a pessoa mais bem-adaptada dessa sociedade (digamos, uma Akane...) mas eu acho, como conceito, interessante. Não sei. Existem vários níveis de "queria que fosse real"; eu acho que não desejo a sociedade de Psycho-Pass pra ninguém, por exemplo, mas acho que seria interessante ver como isso funcionaria na realidade, de que formas incríveis as pessoas e a sociedade se ajustariam, apesar de achar o anime bem "realista" em termos sociológicos, pessoalmente.


30- Um anime que você queria que nunca terminasse.

Code Geass R2. Por que? Uma, porque eu fiquei muito triste e vazia quando terminei, porque, bem, Code Geass era meu amorzinho de adolescência; mas outra porque... quem sabe a que ponto esse trainwreck poderia ter chegado se tivesse continuado? Nem mesmo o diretor e o roteirista sabiam muito bem aonde a série queria chegar, então, bem, fica aí o mistério pra gente. Além disso, eu poderia me dizer fã de uma série de shounen insanamente longa, coisa que eu não sou de quase nenhuma. (E digo "quase" porque abro aquela meia exceção pra Hunter x Hunter.)



Ufa! Enfim terminei. Esse post, na verdade, acabou durando bem mais que 30 dias - eu comecei num dia qualquer, e quando batia a vontade de falar sobre meus gostos de anime, voltava a ele - e entre idas e vindas, fiquei alguns meses trabalhando nisso. Durante esses dias que estou sentindo falta do "30 Dias de Block B" que fiz no Twitter no mês de Agosto, resolvi voltar a esse post e terminá-lo. Enfim, acho que deu pra conhecer um pouquinho melhor o gosto da que vos escreve, agora!~

Espero que tenham gostado do post, e sintam-se livres pra fazerem isso nos seus blogs e redes sociais também! *^_^* A autoria não é minha, mas acho que não tem problema, e eu me diverti. Obrigada pela visita, e até mais! ♡

Nenhum comentário:

Postar um comentário