domingo, 22 de fevereiro de 2015

Primeiras Impressões: Temporada de Inverno 2014/2015 - Parte II: Junketsu no Maria, The IDOLM@STER: Cinderella Girls, Yoru no Yatterman, Falcom Gakuen SC, Punks! 2-Jigen.



Olá, gente! ♡
Venho trazer esse post aqui com um mês de atraso, porque, bem, confesso que me esqueci totalmente dele! Conforme prometi no primeiro post de impressões da Temporada de Inverno 2014-2015, seguem aqui minhas impressões do restante das estreias que eu assisti, bem como o que eu tenho acompanhado e pretendo comentar aqui no blog.

Aqui nesse post faço comentários sobre Junketsu no Maria, The IDOLM@STER: Cinderella Girls, Yoru no Yatterman, Punks! 2-Jigen, Falcom Gakuen SC e Go! Princess PreCurePor favor digam que eu não fui a única a assistir essas séries e comentem aí embaixo o que acharam! (ノ◕ヮ◕)ノ*: ・゚✧



Expectativa inicial: "É um ecchi? Por favor não seja Cross Ange." ★★☆☆☆


Ok, aqui está outra estreia que foi extremamente confusa, mas acho que de um jeito... positivo?...  Ou pelo menos o quão "positivo" dava pra ser a estreia de um anime com uma protagonista que é uma "bruxa virgem super poderosa cansada da Guerra dos Cem Anos", com sua colega súcubo, que tem um monte de palavras em latim e críticas à Igreja Católica. Pelo menos tiveram cenas boas (como o comecinho e a batalha), e a súcubo e a protagonista tem uma relação fraternal bonitinha - me lembrou de Majokko Shimai no Yoyo to Nene [resenha], aliás! Eu continuei assistindo mais alguns episódios mas já estou dois atrasada, haha..., e acho que tem menos fanservice do que eu esperava. Muito é feito pela comédia e acho isso positivo.
Além disso, fiquei sabendo que o mangá que originou a série é de autoria do Masayuki Ishikawa (Moyashimon), e como já disse, a direção é do Goro Taniguchi (Code Geass [comentários], Planetes) (no meu entendimento isso significa: "vai ter yuri sim"). Taniguchi dirigiu minha série preferida e Ishikawa escreveu um mangá que eu respeito demais. Pra falar a verdade, eu achei Junketsu no Maria executado e interessante. Eu só... gostaria que os temas fossem outros, eu acho.

Pretendo continuar vendo?: Sim, porque sou baba ovo. Não iria se fosse mais inteligente, acho.


 

Expectativa inicial: "Mais um anime de idols bonitinhas." ★☆☆☆☆

Ah, sim, Idolmaster... É exatamente que nem Soul Eater NOT! [comentários], exceto que agora a protagonista é a garota loira Anya. Aliás, é meio que nem Love Live [comentários] também, mas um pouco mais "fofinho" e um pouco menos genuíno.
Tá certo, não vou mentir: eu gostei de Soul Eater NOT!, e gostei disso aqui também por conseqüência. Tem uns personagens ótimos, tipo o produtor delas, que é uma pessoa totalmente mecânica e bizarra e que elas babam ovo sem motivo aparente (é pro espectador se identificar?) ou a Ranko, que é uma idol vinda do deviantArt pessoa... incrível. Tem seus momentos e é bonitinho, menos pior do que eu esperava.

Pretendo continuar vendo?: Parei no episódio 2, mas quem sabe se estiver disposta depois?




Expectativa inicial: "Não conheço o original, não deve ter graça pra mim, mas até parece interessante." ★☆☆☆☆

Eu acabei assistindo o primeiro episódio apenas por curiosidade, porque ouvi de algumas pessoas que pretendem acompanhar, e meio que gostei do que vi, apesar de a) ser deveras clichê (e acabar não brilhando em uma temporada com tantas propostas originais) e b) não conhecer a série original de Yatterman. Enfim, a história é sobre uma garotinha que tem dois "guardas", uns supostos-heróis não salvam a mãe dela da morte, e então ela decide que eles são os vilões... Ou será que não? Quem é o bem, quem é o mal? etc. Quem viu a série provavelmente sabe a resposta, o que é interessante. Tudo tem uma vibe "heróica", e a paleta de cores é realmente escura, conforme a imagem promocional e diferentemente da série original. É uma homenagem interessante, mas eu obviamente iria ficar muito perdida e não tenho muito por que assistir.

Pretendo continuar vendo?: Como já tenho muita coisa pra assistir e não me acrescentou nada em particular, deixei passar, mas não achei ruim.




 Expectativa inicial: "Anime bonitinho e curtinho sobre idols bishounen? Quero." ★★★☆☆

Na verdade, essa aqui é uma estreia que infelizmente não foi legendada, e eu não sei se um dia será. Então eu assisti sem legendas, entendendo praticamente nada de japonês, só pra ter uma noção do que é. A animação em si é bem simples e muito consiste em diálogos, mas eu acho bonitinho como o estilo é bem... ocidentalizado? Enfim, tem esses rapazes que são "estudantes rebeldes" com nomes tipo Theodor Matador (é o coelhinho amarelo, pasmem) e Nova Bluenote (o azul, um eminho adorável), e uma inspetora de alunos que pune com chicotadas ou algo assim, e então eles são forçados a entrar em um regime especial porque eles são maus alunos. Eu esperava tipo Shounen Hollywood mas é muito mais Binan Koukou Chikyuu Bouei-Bu Love! [impressões], e parece ser legalzinho mesmo, então espero que seja traduzido um dia.

Pretendo continuar vendo?: Pretender eu até pretendo, mas, hã, sem legendas realmente não é uma opção.



Falcom Gakuen SC 

 Expectativa inicial: "Mais Falcom Gakuen é algo bom, eu acho." ★★☆☆☆

Essa estreia aqui também não foi legendada até agora, mas eu nem assisti porque já sei como é pela primeira temporada. Eu só quero deixar aqui minha reclamação e descontentamento. Saudades de quando qualquer anime curtinho era legendado logo!

Pretendo continuar vendo?: Realmente não é uma prioridade.





Expectativa inicial: "Mais Precure! Não vou curtir, não vou acompanhar, mas... poxa, mais Precure!" ★★☆☆☆
Então, Precure. Precure é uma série que eu não assisto, mas nada contra, tenho até amigas que curtem. Assisti uns dois ou três "primeiros episódios" de outras temporadas, mas não me empolgou. Mas admito que, ainda que eu não esteja exatamente com vontade de ver mahou shoujo ultimamente, eu achei essa estreia uma das estréias mais interessantes de um Precure, sério. Com temáticas como sonhos, princesas e uma forte pegada Ikuhara de yuri e gokigenyous, eu achei essa série mais... madura não é a palavra (até porque eu acho "madura" um treco até ofensivo pra se falar de um mahou shoujo hoje em dia...) mas interessante e atual, e espero que fala sucesso! Como eu já falei aqui, não sou grande fã de Precure, mas essa foi uma estreia que eu não achei ruim.

Pretendo continuar vendo?: Também não é uma prioridade e acho que só não estou com vontade de mahou shoujo ultimamente, mas se pegasse em outra época eu provavelmente assistiria.



Bem, era isso que eu tinha a dizer sobre as outras estreias que eu assisti!~ Desculpa realmente a demora de um mês inteiro (eu já devia estar fazendo as impressões de meio de temporada dos dois primeiros títulos, aliás...) já que eu me esqueci completamente desse post até ver esse rascunho. Como assim "falta de diligência"?
Enquanto o post de impressões de meio de temporada não sai, comentem aí o que vocês tem assistido e curtido!~ (ノ◕ヮ◕)ノ*: ・゚✧  Até mais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário