quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Free! Eternal Summer 10 - A história de Sousuke e TsundeRin.

Sousuke, agora bom-moço-sofredor, no pain no gain e pá.

Olá! Como vão, nadadores?

A resenha da semana demorou um pouco de novo, o que não significa que o episódio foi ruim. Eu comento toda semana que o episódio não foi ruim, eu sei, mas esse foi realmente muito empolgante, uma vez que deu continuidade ao clima de drama iniciado na semana anterior - mas com uma dose menor de psicodelia.

Retomando um pouco os eventos, esse episódio correspondeu à etapa do revezamento medley (relay) da competição iniciada no episódio 9. Ao mesmo tempo, foi também o episódio do Sousuke, que finalmente ganhou um episódio centrado assim como Rei (3), Nagisa (5), Makoto (8) e Haruka (9). Eu preciso dizer que gostei ainda mais desse episódio porque, como comentei no post anterior sobre "Free!", estou lendo High Speed! e me apegando mais a alguns personagens, dentre os quais o Sousuke. Ele, que parecia um legítimo babacão no começo do anime, e que - como esperado - tem se mostrando uma flor rara, homem amoroso espécie em extinção e tudo mais.

Tudo bem. Eu não vou reclamar só porque meu anime ridículo de nadadores tem mais personagens fofos agora.

O episódio 10 começa com uma cena que retoma o final do episódio anterior: Sousuke passando remédio em um ombro claramente inflamado, e sendo flagrado por Nitori, que se surpreende com a cena. Enquanto isso, já está acontecendo a etapa individual da competição, e o primeiro a nadar é o Rin. Haruka, que estava assistindo, e ainda angustiado com toda a história de "pro ou não pro?" do episódio anterior, sai da arquibancada após a vitória (fácil) de Rin - e fica desaparecido por boa parte do episódio, aliás.

Temos, então, um flashback da infância de Rin e Sousuke enquanto estes ainda estudavam juntos e eram do mesmo clube, antes da "era Iwatobi" do Rin. O flashback mostra a competição que causou a briga entre eles, relatada pela Gou no episódio 4, na qual eles se desentendem pelo desinteresse de Sousuke em nadar em revezamentos. Em outro flashback, numa conversa com Kisumi, este diz pra Sousuke que "é óbvio que ele [Rin] ficou ofendido", afinal o pai dele nadava em revezamentos. Quando Kisumi sugere que Sousuke nade por Rin, ele diz que isso não funcionaria, afinal, eles são "rivais" - e mostra mais algumas cenas dos dois, sempre competindo e fazendo apostas, ainda que melhores amigos.

Tudo isso são reminiscências do Sousuke, que é despertado do seu "sonho acordado" pelo Rin. O Rin começa a questionar por que Sousuke se "distraiu" durante a etapa individual, e eventualmente recebe uma resposta excessivamente agressiva. Sentindo que tem algo errado, ele joga uma lata na direção de Sousuke, que não consegue pegar por conta do ombro machucado. Bingo: Rin acaba descobrindo assim - e não sem usar força bruta, pra variar - o ferimento no seu ombro. Quando pergunta "desde quando é isso?", Sousuke mente dizendo que faz pouco tempo, mas como não convence o amigo, acaba contando sua história dramática.


Sousuke machucara o ombro dois anos atrás, por conta de treino excessivo. Toda a história do scouting era mentira, e nesse momento entendemos por que ele ficava irritado sempre que Rin mencionava isso. Não, não era exatamente - ou só - inveja ou ciúmes, era realmente frustração, e justificadíssima. As palavras dele sobre o seu futuro, "eu não tenho pra onde ir", são de cortar o coração. Pra contar sua longa história triste, porém, Sousuke sugere que ele e Rin vão para um lugar mais adequado, e claro que eles escolhem bem o jardim onde Haruka estava pensando sobre a sua vida enquanto um Makoto preocupado procura por ele - e, aliás, enquanto Nitori e Momotaro também procuram por Rin e Sousuke.

Quando Haruka escuta Rin perguntando o porquê das mentiras e da transferência para o Samezuka para Sousuke, ele decide ouvir o rapaz contando sua história: O quanto sentiu falta de Rin quando ele foi para o clube Iwatobi para participar do revezamento (mais detalhes em High Speed!!), e o quanto continuou treinando para que eles pudessem ser rivais na natação no futuro; Afinal, tinha certeza de que o Rin estaria dando duro na Austrália, e se fizesse o mesmo, ambos estariam um dia competindo juntos internacionalmente. Mesmo quando perderam contato, Sousuke não parou de treinar e de correr atrás do seu sonho, e se manteve no topo das competições - até começar a sentir dores no ombro.


Ele ignorou a dor que se agravava, mas eventualmente seu desempenho caiu, e ele parou de nadar depois do primeiro ano (do Ensino Médio); Sucumbindo a uma rotina de reabilitação, ele fica devastado pelo sonho que nunca mais iria se tornar realidade. Nessa época, ele decidiu sair da natação; No entanto, antes de sair, ele foi assistir Rin na competição regional - lembra desse drama aqui? - e o que ele viu não era o que ele esperava. Afinal, ao invés do Rin forte que idealizava, encontrou-o despedaçado e pronto pra desistir da natação.
Acontece que vê-lo também depois, no revezamento, rindo com seus amigos como se fosse outra pessoa, mudou toda a percepção de Sousuke. Foi aí que ele teve um novo sonho: de nadar uma última vez com o Rin, e entender realmente o que é nadar com um amigo, antes de parar de vez.

Escutar isso, é claro, faz o Rin entrar em uma das suas crises de agressividade e tal. Ironicamente, quando ele pergunta pra Sousuke por que afinal ele não contou logo, Sousuke disse que era porque sabia que ele ia chorar, e advinha exatamente o que ele faz nesse momento. Enfim, enquanto Rin está lá sendo um bobão, e não querendo permitir que o Sousuke participe do revezamento com o ombro daquele jeito, Momotaro e Nitori aparecem dizendo - "ei, vamos nadar". Afinal, não foi só Sousuke que ficou inspirado pelo revezamento do ano passado e quis nadar com ele esse ano: todos os três estão exatamente no mesmo barco. E essa é uma parte extremamente interessante; Como já comentei aqui, o engraçado do Rin é que o jeito impulsivo dele acaba causando transtornos sem que ele sequer se dê conta, e a mensagem aqui foi clara: Os garotos do Iwatobi, agora, são rivais, e ele tem uma equipe da qual ele é o capitão e precisa dar o melhor de si. Isso é muito adorável, afinal.

É com esse encorajamento de todos os seus companheiros de equipe que Rin decide, então, ir para o revezamento com Sousuke, Momotaro e Nitori. Depois de ouvir tudo, e já se aproximando da hora do revezamento, Haruka também vai se encontrar com seus colegas de equipe. Caminhando para a piscina, o grupo acaba vendo Sousuke com seu ombro ferido e se perguntando se ele vai nadar assim; E é a vez de Haruka explicar tudo o que aconteceu, e incentivar a equipe a dar o seu melhor, para fazer justiça a todo o esforço do Sousuke. Motivados pela fala bonita (coisa rara) do Haruka, aliás, os garotos do Iwatobi ficam ainda mais confiantes que o normal, o que é engraçado pelos comentários que eles fazem.


E chega, enfim, a hora do revezamento. Sob olhares ansiosos da platéia, começa a competição com Makoto e Momotaro. Momotaro começa na frente, mas Makoto dá braçadas mais fortes que faz com que ambos cheguem quase juntos; Nagisa desponta na frente do Nitori, que o alcança, e eventualmente também chegam praticamente juntos, mostrando a competição acirrada da incrível rivalidade Iwatobi-Samezuka (Rei, 2014) e coisa e tal.

Os próximos são Sousuke e Rei, e é aí que todos do clube do colégio Samezuka - bem como Gou e os demais - percebem o ombro inflamado de Sousuke. Todos ficam preocupados, e é a vez do ex-capitão Mikoshiba gritar com os garotos do Samezuka na arquibancada, ordenando-os a torcerem pelo companheiro de equipe, afinal ele está lá e fazendo o melhor que pode. Sousuke começa na frente de Rei, mas em um determinado momento seu ombro começa a doer e ele fica pra trás. E aí tem o momento dramático obrigatório, no qual ele quase desiste, mas retoma suas forças ao ouvir o grito do seu amado Rin, porque é assim que as coisas são em shoujos. Espera.
Enfim, acaba que Sousuke chega só um pouco depois de Rei, e Haru entra na água um pouco na frente. Ambos na velocidade de sempre, acabam chegando praticamente juntos, de modo que ninguém consegue ver quem chegou de fato na frente.

É o placar que diz: Iwatobi em primeiro, Samezuka em segundo, fazendo a felicidade e a comemoração do pessoal do Iwatobi - e de todos que estavam assistindo e torcendo, inclusive a minha. Quanto a mim, não que eu não quisesse que o Samezuka ganhasse, mas fazia tanto tempo que o pessoal do Iwatobi não ganhava nada que não posso negar que o resultado me deixou feliz.

E aí temos Makoto estendendo a mão para Haruka sair da piscina (saudades!), e todos do Iwatobi muito felizes; E todos não menos felizes no lado do Samezuka, pelo bom resultado com a "melhor equipe". Rin, em especial, mostra um sorriso de ponta a ponta pelo esforço que viu todos os seus colegas de equipe fazendo. Sousuke, no fim, se mantém perto deles e agradece - num contraste violento com a competição anterior, que faz os garotos rirem dizendo que isso "não combina com ele". De todos, o único que parece mais chateado - como sempre - é Haruka, ainda reflexivo sobre o futuro, que ~olha dramaticamente~ pro seu verdadeiro amor. (A água.)

No fim do episódio, Sousuke e Rin tem uma conversa na frente da piscina, na qual ele diz que finalmente "encontrou" o que procurava, e o tsundeRin tem que segurar o choro.


Preview do episódio 11:




De qualquer forma, este foi um bom episódio. O Sousuke é um personagem bastante querido do fandom, a despeito de não ter tido muita atenção durante boa parte do anime, e no fim das contas sua história é bastante bonita, se não trágica. Como eu disse, era esperado que de vilãozinho ele fosse se mostrar um bom moço à la Rin na primeira temporada,  mas o fato de isso ter sido bem feito - com algumas pistas sutis ao longo da temporada - foi bem positivo. Outra coisa boa é que, no final, tanto os garotos do colégio Samezuka quanto os do Iwatobi estavam felizes, agradando a gregos e troianos, ou, bem, aos fãs de ambas as equipes. Além disso, como fazia um tempo que não tinhamos revezamento, é sempre bom. Talvez esse seja o último do anime, e essa parte é meio triste.

Enfim, sem grandes reclamações a fazer desse episódio, se não o fato de que pouca coisa "aconteceu" efetivamente (boa parte do episódio foram flashbacks do Sousuke, fora a discussão dele com Rin); Mas, em geral, foi um episódio bom com um final feliz, então tá tudo certo.

O preview mostra que o episódio seguinte, 11, provavelmente vai ser centrado nos garotos do clube do colégio Iwatobi, e claro, MakoHaru - ou pelo menos alguma briga feia entre os dois. Esse preview, confesso, foi uma das coisas que mais me empolgou ao assistir o episódio, e todo o fandom. Fora isso, Nagisa e Rei também parecem ter algum conflito. Levando em conta que o anime terá 13 episódios, é possível que esse seja o fechamento dos garotos do Iwatobi, por assim dizer.

... E é possível que esse episódio arrase alguns corações. Então, até a próxima, nadadores! ヽ(•̀ω•́ )ゝ✧ e segurem os kokoros... se puderem.

2 comentários:

  1. Mas agora,esse episodio 12... ;-; Realmente terei que aguentar bastante pra assistir ele ;-;;-;-;-;-

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é?! Eu estou devendo a resenha do 11, mas farei os dois juntos... orz esses últimos episódios tem sido demais pro meu coração até pra eu ver uma segunda vez, de verdade. Vamos fazer uma corrente pra não sofrer com nadadores g0ys!
      Beijinhos e obrigada pela visita/comentário! :*
      - Chell

      Excluir