Bem vindo ao Blog Not Loli!

Siga-nos nas redes sociais!

Pesquise algum tópico: search
Parceiros parceiros

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Free! Eternal Summer 5 e 6 - DRAMA MAKOHARU

Outras coisas aconteceram, mas quem disse que eu notei?

Ah... faz um tempo que não posto aqui de novo, certo? (Alguém ainda se surpreende com minha inconsistência? Não? Ok!) Eu juro que não sei como consigo me atrasar tanto. De qualquer forma, venho hoje trazer a resenha dos episódios 5 e 6 de Free! Eternal Summer!

Quero deixar uma coisa clara: Eu me atrasei um pouco porque não tinha muita coisa pra falar do episódio 5 (que, como comentado no outro post, foi aquele centrado no Nagisa....); Em compensação, do 6 eu pelo menos - como MakoHaru shipper de carteirinha - tenho tudo pra falar, mas evitei expor demais meu bias aqui. Mas já digo que esse episódio foi meu favorito da temporada, e eu tenho a impressão de que, apesar da falta de uma progressão nas questões inicialmente colocadas - como a rivalidade entre o Haruka e o Sousuke - esses episódios andam entretendo bastante o fandom por causa do desenvolvimento e aprofundamento nas questões dos personagens vulgo: o shipping, então 'tá valendo.


Apesar disso, e de eu não ser nem muito fã do Nagisa, também curti bastante o episódio 5, especialmente pela mensagem que ele passou. O episódio consistiu basicamente em muito filler, garotos correndo atrás do Nagisa e exposição da história familiar do Nagisa, que como dito por Makoto em algum momento do episódio, nunca fala sobre os pais. Como nenhum garoto de Free!, na verdade. Mas aparentemente os pais são figuras importantes na vida do Nagisa, então foi interessante ver isso. O episódio começa com a seguinte cena usual: Makoto indo na casa do Haruka, estendendo a mão para tirá-lo da banheira, e... menos usual, Nagisa saindo da banheira do Haruka, pra surpresa geral.

Os garotos do clube de natação da Iwatobi discutem a cena na hora do intervalo - afinal, o que o Nagisa estava fazendo na banheira do Haruka? Não pensem demais!! e Haruka explica que encontrou o garoto na noite passada, acampando na porta de sua casa, com a desculpa de ver estrelas.

Acontece que o discurso do Nagisa foi mais suspeito e gago que o discurso do Rei (OK, INFAME) no episódio anterior, e pra completar a credibilidade, o Rei tinha que dizer que a constelação que o Nagisa citou nem sequer aparece no verão. Nagisa muda de assunto, e fica tudo por isso mesmo; É apenas no fim do dia, quando os garotos do Iwatobi estão voltando pras suas casas, que Rei decide pressioná-lo para saber por que ele passou o dia calado, e tem como resposta uma reação exageradamente irritada.


À noite, Nagisa vai mais uma vez na casa do Haruka e, olhando aquele tal formulário de intenções pro futuro dele, sorri ao ver a resposta - free. Quando Haruka pergunta qual seria a resposta no formulário do Nagisa, ele dá umas respostas loucas - tipo, bem, cuidador de pinguins. Eles trocam elogios, com Haruka dizendo que ele poderia ser qualquer coisa que quisesse, e Nagisa respondendo que não, que isso era mais a cara de Haruka (o que, sabemos, de fato é) e que ele pode ser um nadador profissional, o que deixa o Haruka emocionado.  

Quem te viu e quem te vê.

Ainda assim, quando o Haruka pergunta por que o Nagisa estava lá afinal, ele dá a mesma desculpa furada, e como dessa vez não colou, ele decide que é hora de ir pra casa, pega as coisas e sai. Assim. Achando tudo muito estranho, o Haruka o segue e descobre que ele foi parar na porta do Makoto. Resultado: Três marmanjos sentados na escadaria no meio da noite tentando descobrir o que há com o Nagisa.

É aí que o Nagisa diz que fugiu de casa, como o bom shota-character que é, e o Makoto e o Haruka tem um momento papai-e-mamãe dando uma lição, dizendo que ele não pode fugir de casa e... como ele continuava insistindo, os garotos decidiram entrar na casa do Haruka e chamar o maridão Rei. Os três ficam discutindo o que pode ser feito - enquanto o Nagisa fica chorando em um canto - e aí eles percebem que, ei, o Nagisa não fala muito da sua família, né? E é aí que cada um tenta persuadí-lo individualmente. Essa parte é hilária.
Round 1: Nagisa engabela Makoto com uma história de que seus pais estavam obrigando-no a ir para "o supercontinente Pangéia", provando além de que é um péssimo mentiroso que Makoto não sabe nada de geografia. Nada. Nada. (Isso porque, segundo High☆Speed!, as matérias em que ele ia pior eram Artes e Inglês. Agora, imaginem os bonecos de palito desse rapaz.)
Round 2: Nagisa convence Haruka a hospedá-lo em troca de latas de sardinha.
Round 3: Rei sai do quarto falando que descobriu o culpado pelo crime, sendo que não há crime nenhum. Vai saber o que rolou.
É só depois de provar que seus amigos são incrivelmente inúteis que Nagisa confessa, num momento conversa-emocional-em-grupo, que deve ser forçado a sair do clube de natação. O motivo: suas notas caíram demais desde que ele entrou no clube de natação, e seus pais deram esse ultimato. Ele fugiu de casa, então, pra continuar no clube, esperando ter um dia o reconhecimento dos pais pelo seu desempenho na natação. É aí que Rei dá uma lição, dizendo que essa não é a melhor maneira de resolver tudo, e sim a mais fácil. Essa é a mensagem central do episódio, que por sinal eu achei uma graça, como comentei acima. Nessa hora ameaça rolar um conflito, mas é aí que o Nagisa recebe uma mensagem de sua irmã, falando que sua mãe está indo buscá-lo - provavelmente sabendo muito bem que ele está em algum lugar da colina onde moram o Haruka e o Makoto.

Como eles ainda não decidiram o que fazer pelo Nagisa, os garotos decidem ir para o colégio Iwatobi, de todos os lugares, pra terminarem a conversa. Sem lugar pra ficar, eles acabam tendo a conversa escondidos atrás de balcões. Ficamos sabendo que o Nagisa sempre estudou muito, por pressão dos pais, mas sempre odiou estudar; Que seus pais sempre tiveram altas aspirações para a sua vida acadêmica e profissional, e com isso, ele acabou perdendo o sentido de estudar. Foi por isso que os pais o deixaram escolher aonde estudar no ensino médio, e ele escolheu ir para a Iwatobi para poder nadar com seus amigos. (awnnn! (つ∀`▰) ) Rei - como sempre - pergunta se os pais dele sabem como ele se sente, e Nagisa diz que provavelmente não, e que mesmo que soubesse "eles não dariam ouvidos", com toda aquela vibe "crise de shota adolescente". É o trabalho do Rei, então, convencer Nagisa de que isso tudo é idiota da parte dele, e de que de fato o que ele quer é fugir ao invés de tentar resolver tudo do jeito certo.

Pra surpresa de todos, um carro chega durante a conversa. Como é noite, os garotos estranham e supõem que sejam os pais do Nagisa. Ao ouvirem um barulho na porta, os garotos se levantam e se preparam para esconder o Nagisa, mas ele toma uma resolução - dá um passo a frente, e se prepara para falar tudo o que sente. Ele começa a desabafar, na direção da porta, sobre o quanto ele fugiu no passado, e não falou o quanto estava sofrendo, e coisa e tal...

Pois bem, todo o discurso emocional na verdade foi direto pros ouvidos da Amamiya-sensei, que era quem estava realmente atrás da porta, e nessa hora, seu lado "autora de livros de auto-ajuda" caiu adoravelmente bem, com ela dizendo para o Nagisa falar com seus pais, que certamente estão preocupados com ele.

Descobrimos que o Haruka foi quem chamou a Amamiya, pedindo ajuda para ela, e não é que funcionou? Dessa forma, o Nagisa toma a resolução de falar com seus pais sobre querer ficar no clube, e no fim das contas, os pais do Nagisa não só permitiram como o apoiaram ir para a competição a nível nacional. ♡ Go, Iwatobi! numa resolução um tanto pobre, mas ei.


Então, o episódio 5 foi basicamente um episódio de drama adolescente centrado no Nagisa; Não tivemos nem mesmo a galera do colégio Samezuka aparecendo por mais do que um minuto. Apesar de eu nunca ter ligado muito pro Nagisa, até curti esse episódio, talvez porque me identifiquei um pouco com a história dele (e as besteiras dele também)! (´・ω・`) A lição é importante, e é uma com a qual os espectadores devem se identificar, então por esse lado foi um episódio bem válido, mas... na real, pouquíssima coisa aconteceu de fato. O episódio podia ser resumido em "Nagisa vai mal na escola, drama familiar acontece". Além disso, tudo se resolve com a família fora de cena, o que também é anti-climático - mas esperado, já que Free!, e essa temporada em especial, anda bem fuwa fuwa, digno da alcunha de "K-On! genderswapped".

Não que eu tenha algo a reclamar. Adoro K-On!. Adoro fofuras. Detesto drama adolescente. Enfim.



Depois disso, no entanto, tivemos o maravilhoso, incrível, lindo, sensac-- episódio 6. Em que muitas coisas aconteceram - inclusive competição de nado, a primeira competição séria dessa temporada desse anime supostamente de natação?? pfft - e outras coisas interessantes, mas a principal de todas foi sem dúvida o MakoHaru gritante. Desculpa, fangirling... Tem como não amar esses dois? ;_;

Chegou o dia da véspera da competição de nado a nível provincial. No fim das contas, Rei e Nagisa se mantiveram na competição de 100m nos nados de peito e borboleta, respectivamente, assim como Haruka se manteve na freestyle de 100m e 200m; Já Makoto, que vinha treinando o freestyle, vai participar, além da de 100m de costas, da 200m freestyle. Todos ainda estão surpresos com isso, e ele vem com um papo de superar o nível do Haruka... bem. Enquanto isso, Haruka tá no seu típico falo nada, só observo.

Ficamos sabendo que Makoto fez um pedido para Haruka num pedaço de flashback, que não é revelado até bem mais tarde no episódio; Ao invés disso, temos um flashback completamente adorável da infância deles, explicando como o Haruka e o Makoto entraram no clube de natação da Iwatobi, e qual a história daquele golfinho com o qual o Haruka vive na banheira, mostrando que desde sempre o Makoto mima demais seu melhor amigo. ♡ (já posso dizer "awnnn" ou é cedo demais? Preciso escrever mais um pouco?? Ok)

De volta ao presente e à preparação para a competição, Rin e Gou estão indo deixar flores no túmulo do seu pai, e Rin dá uma foto do pai numa competição de nado no Iwatobi, durante sua infância, para a Gou, sugerindo que ela a coloque no clube de natação para deixá-lo feliz, num dos inúmeros Crowning Moments of Heartwarming do episódio.

Depois, os garotos do clube de natação do Iwatobi chegam no local da competição, juntamente com Gou, Goro e Amamiya-sensei; Ao mesmo tempo chega o clube do Samezuka, menos humildemente - leia-se "num ônibus executivo" - com direito a um discurso do velho capitão Mikoshiba pra infelicidade do seu irmão. Inclusive temos aí o melhor momento do episódio - até eu preciso admitir isso - quando, enquanto Seijuuro dá uma bronca no seu irmãozinho, ambos avistam a Gou chegando e tem a mesma reação exagerada, e aí eles se entreolham enquanto o Rin só dá um facepalm pros dois. (Lindos.)

Preciso dizer também que o Rin reclama, mas sorri pro Haruka. *caham* 

Antes da competição ainda ficamos sabendo da promessa da Gou - que é totalmente one of us, - e Nagisa vai no vestiário cumprimentar seu rival de nado de peito, Nitori. Eu preciso dizer que acho engraçadíssimos esses dois juntos, Nagisa sendo o genki shota de sempre, e Nitori com sua adoração incansável pelo Rin-senpai - agora muito mais assumida.


Enfim, competição! Com todos aqueles músculos maravilhosamente animados pra acabar com a promessa de qualquer um.

O primeiro nado é o de peito. Nagisa avista seus pais na arquibancada, depois da adorável resolução do drama passado, e... termina em primeiro lugar na competição! (Que surpresa, hein? nope) Nitori termina em quarto, não se classificando a despeito da torcida dos colegas de time - inclusive Seijuuro, que ficou surpreso com o quanto ele melhorou, e dá uma indireta pra Rin, que confessa que na verdade Nitori melhorou por mérito próprio. Aliás, achei engraçado como até o Sousuke, que normalmente é o primeiro a criticar o Nitori, ficou quietinho, reconhecendo seus esforços depois da cena no fim do episódio 4.

O próximo nado é o de costas, com Makoto dizendo que vai se esforçar como se nada estranho estivesse acontecendo entre ele e Haruka, rendendo um olhar vagamente agressivo. Do Samezuka, temos um tal de Uozumi, e claro, Momotaro, que fica acenando vergonhosamente pra arquibancada e gritando o nome da Gou. Aliás, agora ele tem o apoio do seu irmão - que grita igualmente alto pra ele "conquistar o coração da Gou com o nado dele". Makoto termina na frente e, pra surpresa de todos, inclusive do Samezuka, Momotaro acabou em segundo, com Uozumi em terceiro. Comentário obrigatório da que vos escreve: não tem pra mais nenhuma escola nessa prefeitura, hein? Músculos de ouro esses garotos, hein??

Rei nota isso, e faz a maior pressão sobre como o legado da "lendária rivalidade entre Iwatobi e Samezuka" vai continuar no nado borboleta!!... Mas na real, o Sousuke não vai competir nos 100m, e só olha tudo entediado da arquibancada. Rei se classifica na competição, pra alegria de todos, assim como... Rin! Que fica em primeiro.

Eu achei um pouco chato como nessa parte não mostraram eles nadando - acho que o objetivo foi surpreender a galera com "oh! O Rin está participando! Ele não está mais tão obcecado em imitar o Haruka! etc", ou então economizar tempo e dinheiro, mas seja lá qual foi o efeito, eu acho que foi totalmente anticlimático. Eu só... queria vê-los competindo! Mesmo! ;_;


Enfim, há uma pausa antes das competições de nado freestyle. Vemos Haruka e Makoto se arrumando, já que ambos irão competir; Ambos chegam nas raias com expressões muito sérias, e com um Rin muito surpreso observando. A competição que temos é interrompida pelo flashback explicando sobre o que Haruka e Makoto conversaram - ocorreu que Makoto pediu para ter uma competição a sério contra o Haruka, e quando este pergunta por que, Makoto só explica que, como é fim do terceiro ano e tal, ele queria competir a sério contra Haruka ao menos uma vez.

Com isso, Haruka pergunta pra Makoto por que ele nada, e a resposta dele é que ele quer nadar com Haruka (sabíamos!!) ... e os seus amigos (ノಠ益ಠ)ノ, como sempre fala. Mas acrescenta, pra surpresa de Haruka - e nossa - e pro delírio das fangirls: "Mas, amanhã, eu quero ganhar de você."

E o resultado é que Makoto perde a corrida. Por inexperiência e desconhecimento da modalidade, principalmente, como bem notado pelo Rin; Mesmo tendo aparentemente ficado em segundo, ele chega vários segundos atrás do Haruka. Esse momento final da competição é extremamente emocional, e eu não me canso de dizer isso como MakoHaru shipper com direito a Makoto lacrimejando discretamente, e Haru fazendo seus olhos-de-piscina. Eu poderia falar eternamente sobre esse momento, mas como uma imagem vale mais do que mil palavras, deixo aqui essa imagem super doki-doki do Haruka olhando com o coração partido, e qualquer uma das 50 que eu provavelmente salvei desse momento.

É pra glorificar de pé.

(Compostura, compostura nesse blog.) Enfim, no fim tivemos a aguardada competição dos 100m freestyle, com Rin e Haruka tendo a competição belíssima de sempre. E por "belíssima" eu quero dizer "incrivelmente apelativa" também. Ambos disparam absolutamente na frente de todos os outros, já que músculos de ouro, e chegam com pouquíssimos milésimos de diferença - na verdade, 0.02, um número bem forçado nível "shounen de esportes".
Diante do sorriso melancólico de Makoto com a vitória do amigo, Nagisa pergunta por que ele quis competir contra o Haruka, e Makoto responde que não sabe... mas que talvez fosse por inveja do Rin.
(ノ◕ヮ◕)ノ*: ・゚✧


E pensar que essa foi só a primeira parte da competição. No episódio seguinte, ainda teremos a última fase da competição - em outras palavras, o relay, com toda aquela UST de sempre entre os garotos dos clubes do Iwatobi e do Samezuka, e possivelmente um pouco de desenvolvimento na questão do Sousuke com o Haruka. Isso é chute meu - o que o preview mostra, na verdade, é mais um Sousuke irritado aparentemente com o Rin, e mais crise entre Makoto e Haruka. Em ambos os casos, I'm all for it, confesso.


Preview do episódio 7: 




Uma coisa que eu tenho sentido mais, agora que estamos de fato na metade da temporada, é que... essa temporada está mais gay. Não, eu queria colocar de outra forma, mas é isso mesmo. A primeira temporada de Free! ainda tentava disfarçar seu fanservice violento com uma ou outra zoeira, algumas coisas ridículas demais pra serem levadas a sério - tipo, quem levava a sério Haruka só de avental preparando sardinha na primeira temporada? Exato: Ninguém. Era engraçado pra qualquer um que se dispusesse a ver. No entanto, acho que depois de se conformarem que os fanboys ficaram com nojinho de Free! mesmo, e que quem dá dinheiro pra franquia é 90% (mais??) fujoshi e coisa e tal, a coisa foi mudando de tom ao longo da primeira temporada ainda.
Quase tudo que tem agora, falando seriamente, é fanservice gritante e óbvio de personagens masculinos. Ou 90%.

Não que eu critique fanservice de personagens masculinos. Aliás, pelo contrário - acho mais é que tem que ter mesmo, considerando que... há quantas temporadas anos o estúdio investe só em fanservice de garotinhas moe e coisa e tal? E considerando que é meu estúdio favorito, porque é - quase sem concorrência - o melhor em termos de animação e produção na atualidade, eu acho sim que tem que ter. Mas, bem, eu confesso que gostava também de como as coisas eram no começo do anime. Afinal, foi por isso que eu comecei a ver.

E eu não esperava nem nos meus sonhos mais loucos gostar tanto.
Inclusive, não esperava nem nos meus sonhos mais loucos que meu blog fosse virar essa propaganda gratuita de MakoHaru que virou. (Desculpa, haters. ;_;)

Mas a vida. Ela é uma caixinha de surpresas. E agora eu só quero mais é canon de MakoHaru. É assim que as coisas são. De qualquer forma, vou escrever mais sobre isso nos próximos dias (espero...) num post de impressões de meio de temporada.
Por enquanto, sintam-se livres pra deixarem aqui seus comentários! O que têm achado de Free! Eternal Summer? E desses episódios? Se identificaram com o drama do Nagisa? Estão torcendo hopelessly pra algum ship? Deixem também suas impressões!

~~ See you next water time! ~~ (parei com esse encerramento brega... mesmo.)

5 comentários:

  1. Yooo beleza!?
    Ahhhhh! A cada post seu sobre Free minha vontade de ver o anime aumenta ainda mais!Porém seguirei firme em esperar essa segunda temporada terminar u-u (afinal já estão no episódio 7 não!?), mais um pouquinho e terei o anime completinho *--------*
    Enfim, fico feliz que esse anime tenha um fanservice de personagens masculinos, não entendo porque só colocam coisas do tipo em garotas!? Já estou mais do que cansada de ver garotinhas moes dizendo ''oni-chan'' (e cara esse oni-chan me irrita e MUITO!) turbinadas de fanservice ¬¬.
    Mas mudando de assunto, pelo que você assistiu, será possível algum casal se formar futuramente!? Pois ouvi uns boatos sobre isso já faz algum tempinho......
    Adorei o post!
    Kiss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooi Hinata-chan! E aí, como vai?
      Hahaha que ótimo que eu tenho tido sucesso no propósito! \(≧∇≦)/ É sim, daqui a dois meses já devemos ter o anime completo, então acho que vale a pena esperar.

      Bem, eu estive pensando sobre casais essa semana! E estou (ironicamente) pensando em parar de assistir Free!. Quando for publicar o post da semana, vou refletir um pouco se devo parar ou não. Não que esteja ruim, o motivo é exatamente insatisfação com os casais (´ Д`;;) Eu gosto demais dos personagens de Free! e não sei lidar com ships frustrados, e pelo andar da carruagem.....
      A gente sabe que em anime assim quase nunca se formam casais e fica tudo no fanservice, principalmente entre os garotos. Entre outros motivos, porque um beijinho sequer já seria motivo de otakus se alarmando, ainda mais os fanboys do KyoAni (o estúdio tem uma tradição de fazer animes "moe") que já xingaram muito quando Free! surgiu. Mas mesmo assim Free! surgiu, e ganhou uma segunda temporada, numa grande declaração de "danem-se os fanboys raivosos".

      Enfim, de personagens assumidamente interessados "romanticamente" em outros, até agora, só temos os irmãos Mikoshiba pela Gou. Eu chuto que não terão casais, mas se isso acontecesse, NÃO seria incoerente. Eu só ficaria surpresa a nível de indústria, que eu acho bem difícil. Mas confesso que estou ansiosa por esa possibilidade, haha.

      Até mais, e como sempre, muito obrigada pela visita e pelo comentário! ( ´ ▽ ` )ノ

      Excluir
  2. Pera deixa ver se eu entendi: de um lado temos as garotas fujoshi que não vêm problema algum em ter um romance gay no anime,e ver um monte de homens cheios de fanservice e por outro lado temos os fanboys desse estúdio Kyoto Animation que não querem ver homem pelado e sim garotinhas moes, e que se for para ter beijo que seja um hétero!? (cara se for isso a briga pelo visto tá feia g.g ).
    Kiss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHA bom, não exatamente. Acho que tem várias "Free! fangirls" que preferiam que não tivesse nenhum romance, afinal isso arruinaria uns ships... E dos fanboys que ficaram revoltados com Free! lá atrás, 90% não está nem assistindo o anime. Mas sinto que eles com certeza iam ficar ainda mais revoltados se tivesse beijo entre garotos...
      A briga é (ou foi) feia, sim. Eu me divirto lendo os comentários revoltados! (mas ainda to tentando superar meu ship frustrado... (´ Д`) )

      Até mais!~ E mais uma vez, obrigada! ( ^ ▽^)ノ

      Excluir