quinta-feira, 3 de julho de 2014

"Eu tinha muitos planos pra hoje mas aí Free! aconteceu" - Um post sobre o episódio 1 de Free! Eternal Summer.

Aaand we're back.

Quem me segue no Twitter sabe que eu eventualmente faço liveblogs enlouquecidos, seja de novela, anime ou jogo da Copa. (Quem me acompanha no twitter fechado sabe ainda melhor.) Quem me acompanha no Twitter sabe também que o meu liveblog enlouquecido da vez, assim como o de 90% da seção fujoshi do Twitter - apenas estimativas, mas bem acuradas, eu diria - foi de Free! Eternal Summer, a segunda temporada de Free! que eu jurava que só ia começar amanhã (dia 3-4), mas me pegou de surpresa e acabou com todo o meu intuito de ser minimamente produtiva no meu tempo livre hoje. Longo suspiro pra mim mesma, mas eu não posso dizer que me arrependo disso.

Pra quem não sabe (e pra quem não sabe, em que mundo você vive?) Free! é aquele tal de Swimming Anime, aquele anime sobre bishounen musculosos menores de idade sensualizando na piscina nadando, aquele anime de fanservice de bishounen feito pelo estúdio Kyoto Animation (thank you based KyoAni) que há uns 8 anos já se destaca na indústria por animes decididamente cheios de fanservice, como Haruhi Suzumiya, e de moe, como K-On!. É aquele, aquele anime do comercial pro qual muitos otakus machistas torceram o nariz, enfim, aquele lá.

Eu já falei bastante sobre Free! no blog, inclusive acompanhei a primeira temporada com posts semanais, gostei bastante, e é claro que pra essa temporada não poderia ser diferente; Entre outros motivos, porque eu realmente acabei gostando de Free! e não consigo conter minhas emoções e opiniões a respeito, e porque meus seguidores no Twitter provavelmente não merecem meu rambling incoerente. Então, acho que aqui as coisas ficam um pouco mais ordenadas... com um pouco mais de bishounen no meu blog, o que é sempre bom. Não sei. Talvez. De qualquer forma, curtam aí.

Free! Eternal Summer - cujo subtítulo inevitavelmente me lembra essa música dos anos 2000, e talvez o tipo de coisa que passaria na Sessão da Tarde - conta a história de- ok, a quem eu quero enganar? Free! não conta história nenhuma. Nunca. Não como premissa, pelo menos. A premissa é clara e simples: "Vocês gostaram do comercial com os nadadores bonitos e bem-animados, então fizemos um anime. Vocês gostaram do anime, então fizemos uma segunda temporada. Estamos vendendo e é isso que importa." E provavelmente, de duas uma: Ou vão continuar fazendo isso "pra sempre", por assim dizer, ou vão baixar o Clannad: After Story nessa temporada e fazer a gente chorar pra sempre. (Eu li essa hipótese no Twitter, e pensando agora, não acho tão improvável, não.)



Mas como estamos falando de um anime original do KyoAni - desculpa, eu pago pau sim - é claro que até essa premissa esdrúxula tem um desenvolvimento fascinante. Você poderia facilmente dizer que é uma história de amizade, de superação, ou de amor, aventura e magia muitas coisas, sério. A primeira temporada já teve um desenvolvimento de personagem - do Haruka e do Rin, principalmente, mas todos os personagens tiveram em algum nível - superior à maioria das séries de anime, quanto mais um anime de fanservice, e mais ainda pra um anime de fanservice voltado pra garotas. E essa aqui é exatamente a continuação da temporada anterior. Spoilers do final da primeira temporada adiante: Depois da competição com os garotos do Iwatobi e o Rin, eles voltam (ou passam, no caso do Rei) a serem amiguinhos entre si. Os garotos do Iwatobi conseguem finalmente resgatar algum prestígio pro seu clube de natação, e aí surge entre outras a possibilidade de competir contra a equipe do Samezuka, colégio do Rin.

E com isso, aparentemente, os laços entre os garotos do Iwatobi e do Samezuka vão ser estreitados. E com "estreitados" eu quero dizer que vão ter pelo menos dois personagens novos - o Sousuke e o novinho cujo nome não sei ainda - e com isso eu quero dizer, em outras palavras, que vão ter mais ships, mais personagens de Free! ocupando os rankings de popularidade e "com que personagem de anime você se casaria?", etc.


Feita essa introdução, podemos falar do resto do episódio?

Eu fiquei em êxtase desde o começo. Ok, admito que fiquei em êxtase desde que soube que o episódio já tinha saído, mas eu não nego a possibilidade de decepções; Só que nesse caso, a abertura já me fascinou. A música é da dupla de rock OLDCODEX, que recentemente se tornou uma queridinha do pessoal - especialmente das fujoshis - pelas suas músicas de Kuroko no Basket. Achei a sonoridade e o recorte muito legais. Não tem uma outra palavra pra descrever; Tudo é muito "cool", até mais que a da primeira temporada que já era bem legal (e num gênero de anime em que 99% das aberturas oscilam entre "femininas demais" ou "simplesmente patéticas", isso é maravilhoso). Aproveitando o assunto de música: eu fiquei surpresa também com aquele bgm no meio de episódio que era uma espécie de rap, totalmente diferente do que a gente costuma ver nesse tipo de anime (sério, rap me remete a, tipo, Samurai Champloo). E todo o meu amor pro encerramento, principalmente pela sua animação e conceito - perfeitamente descritos na descrição do video ("I'm convinced that this isn't even a real show anymore and it's just our imaginations running out of control.") -  a qual por sinal já se popularizou por aí afora como "Rin Policial.mp4".

O mundo é belo.

Quanto ao conteúdo, principalmente o comecinho - mas boa parte do episódio todo, na verdade - consiste em uma série de alusões a cenas do primeiro episódio da primeira temporada, com as devidas mudanças pra mostrar o quanto eles progrediram - desde a estação mudaram as estações, nada mudou! haaaha até os novos amigos, como Rei. Com isso, o anime ilustra quantas coisas aconteceram na primeira temporada, ao mesmo tempo em que evoca os sentimentos que ficaram dormentes nesses meses sem Free! através da nostalgia. É uma técnica que já não me impressiona mais - KyoAni adora fazer isso, né? - mas funciona pra dar um "hype" inicial mesmo assim.

E depois, pra empolgar um pouco mais, surgem os personagens da equipe do Samezuka se preparando pra uma competição,: O incrível capitão Mikoshiba (que quem acompanhou meus comentários da primeira temporada sabe que era um dos meus queridinhos!), o Nitori, e enfim o Rin, que meio que é o querido da galera - principalmente dos produtores, se você quiser saber minha opinião. Os garotos chegam a aparecer antes de outros personagens importantes da primeira temporada, o que me leva a crer que eles não tem o mínimo de intenção de reduzir o fanservice pra essa temporada. A cena seguinte traz ainda um pouco mais do "fanservice brutalmente óbvio" na forma de belos abdômens [/Gou] em garotos completamente idiotas que fazem uma apresentação digna de vergonha alheia, cada um com seu estilo e tudo em tom de muito humor.

(E é por isso que Free! é magnífico. ( ´∀`)☆)


No meio de várias coisas novas - como as novas interações entre os personagens do elenco (Nagisa e Nitori - quem nunca quis ver isso?, além do Rin sendo um fofo com o Nitori, e o capitão Mikoshiba confiando na capacidade do Rin para trabalhar em grupo, etc.) e até mesmo os persoangens novos, que apenas aparecem brevemente nesse episódio - há o familiar, nos hábitos dos personagens, representado nos estilos de nado deles, na forma que eles se chamam uns aos outros e que eles se expressam. Simultaneamente, ainda, tem um "suspense" durante o episódio na figura de um tal "stalker" que acompanha os garotos do Iwatobi durante todo o episódio; Acho que fica implicado que ele seria o Sousuke, personagem que só aparece no fim do episódio, mas eu ainda não tenho certeza disso? Enfim.

O que eu quero dizer é que, pra variar, é tudo muito bem construído.

E de efetivamente novo (ou: plot, no sentido não-irônico) o que ocorre na história? Sumariamente, Rin se torna o novo capitão do clube de natação do colégio Samezuka, o Iwatobi tem agora uma piscina e um espaço próprio mas continua não conseguindo recrutar membros; Eles vão pra uma espécie de torneio de pequeno porte, onde o Rin também está presente e participa e troca interações fofas com o Haruka, pra variar. Tem um momento muito fofo com algumas crianças correndo, aliás, que o Rin dá uma risada pro Haruka que pra mim consolidou o quanto ele mudou; Se antes ele não admitia de forma alguma aquele passado alegre juntos, agora é ele quem mais expressa o quanto ele valorizava os amigos, e (como a gente já via pelos flashbacks, e mais ainda pelo episódio final da primeira temporada) não é pouco. ♡


Quanto a essa parte do episódio, eu preciso dizer que também gostei demais da provocação que o Rin faz para o Haru quando ele diz que não liga pra competir ou pra tempos. Rin pergunta se ele não acha isso simplesmente porque ele tem convicção de que, na água, ninguém pode derrotá-lo; E promete "esquentar essa expressão gelada" dele, o que foi um momento de fanservice 100% honesto (aww, os cabelos, toda a personalidade, aww, que dinâmica bonitinha, etc) mas eu achei a mensagem por trás muito legal; No fim das contas, o Haruka realmente não quer ficar pra trás quando a coisa aperta, e no fim da corrida o Rin pergunta isso de novo... Eu achei que trouxe uma dimensão da personalidade do Haru - um certo orgulho velado - que também é bem coerente e que nunca tinha sido sequer mencionada abertamente. Penso que isso talvez venha a ser explorado nessa temporada, o que eu acharia muito legal.



E por fim, o último momento relevante no episódio ao meu ver - e o de milhões de fangirls enlouquecidas, na real - além obviamente do Rin-Policial foi a introdução do novo personagem, Sousuke Yamazaki. Eu preciso dizer que apesar de odiar esse plot device - "ex-melhor amigo surge do nada" - até isso é bem-executado, já que a reação do Rin ao reencontrá-lo, de chamá-lo pelo primeiro nome com um vago tom de surpresa, soou muito natural; Da mesma forma, é muito natural que um personagem que acompanhamos apenas de longe pela maior parte da temporada e que esteve em várias escolas (e até países) tenha relacionamentos para além daqueles que já conhecemos. Então... não sei. Normalmente eu não gosto de quando introduzem um personagem novo assim de cara, mas achei que funcionou bem aqui, e a bem da verdade, Free! ainda é um anime de fanservice e eu só quero ter certeza de que (mais) ships vão rolar.

Então, é isso aí que eu tinha pra falar por hoje!~ ... Eu acho que escrevi pra caramba pra uma resenha de um único episódio de um anime como Free!. Desculpa, é a empolgação!! OTL  ;; Apesar de não ter efetivamente tanta coisa "acontecendo", eu já assisti esse episódio duas vezes, e de maneira geral apenas estou muito feliz com o fato de Free! estar de volta (erm, meu Twitter inundado de Free! meio que é a prova disso, e talvez um dia eu me arrependa do spam pra cima dos meus amigos, mas não hoje).

Ei, Free!, já disse hoje que você é demais e obrigada por existir e inundar minha timeline do Twitter com coisas boas? Não? Então fica a mensagem.

E pelos próximos meses vocês vão ter que aguentar.

4 comentários:

  1. Yooo tudo beleza por aqui!?~bom com essas beldades do free de volta deve estar,não!?~
    Enfim,eu não assisti nem a primeira temporada do anime,mas não foi por não querer,foi mais por não ter tempo mesmo,sem contar que a minha listinha andou aumentando e como eu só tenho fim de semana (e sou super desorganizada),acabo assistindo uns animes e me esquecendo de outros =P
    Bom,mas pelo que andei olhando na internet o anime me parece ser bem agradável,principalmente na parte do fanservice (calma ai não me interprete mal,não sou pervertida nem nada U3U,talvez só um pouquinho mas vamos deixar de lado kk),mas convenhamos que já tava na hora de vir uns animes com fanservice para as garotas,porque por favor,já estava cansada de ver protagonistas masculinos com cara de criança em volta de um harém cheio de mulheres com puro fanservice (okss ignore o meu momento de fúria/desabafo).
    Enfim,assim que tiver tempo verei free,é tanta gente comentando sobre ele que estou morrendo de curiosidade!
    Bye bye

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olaa Hinata! E ai, tudo bem? ;) Comigo tudo super bem, ainda mais com esses garotos animando minha temporada, HAHAH. E Voce, ja sabe quais animes vai acompanhar??
      Nossa, com certeza! Eu mesma zoei muito Free! No começo, mas agora eu vejo por uma otica... De fato, ja estava mais que na hora de termos um anime bom - tanto na parte tecnica quanto no enredo e desenvolvimento - cheio de fanservice pra garotas. Simplesmente porque ja temos muito do contrario! Pra garotas, ou é shoujo - geralmente mal animados e/ou bobinhos - ou é shounen ai, com todas suas controversias (pessoalmente, eu pareço odiar tudo que as fujoshis curtem e vice versa...). Entao, acho que ja estava mais que na hora de Free! acontecer. E sim Gou me respresenta! <3 super recomendo o anime assim que vc tiver um tempinho!~ :3
      Bjs e ate mais!

      Excluir
  2. Sério foi realmente uma ótima estreia...
    E o que esta me deixando curioso é que o Haru continua com aquela mania de n se importar com o tempo dele, mas eu acho que esse novo personagem chegou para mudar isso, acho que o Haru vai se tornar bem mais competitivo que todos juntos kkkkkkkk.
    Essa temporada promete, estou maluco pelo próximo episódio \o/\o/\o/
    Abraço.
    Espaço Otaku

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem notado, Diego!! Espero tambem que isso aconteça... Nao tinha sequer pensado nisso, mas agora que voce mencionou, tem os 3 competindo na abertura, né! Estou ansiosa pro proximo episodio tambem, principalmente pra saber qual é a do Sousuke. :)
      Muito obrigada pela visita e pelo comentario!~ ate mais!

      Excluir