terça-feira, 1 de abril de 2014

Anime: Tamako Market - Bonito demais para ser tão simples.

Isso é Tamako Market: pretensão de simplicidade.

Faz quase um mês que eu maratonei esse anime, então não vou lembrar de todos os detalhes para colocar aqui. Mas a experiência me marcou no meio de tudo que eu tenho assistido, e eu gostei demais, portanto é digno de um post.

Tamako Market é um Slice of Life - isso é, um anime de "cotidiano" - que conta a história de uma garota japonesa e seus amigos, que vivem num distrito comercial no Japão, e um pássaro comilão com poderes mágicos vindo de uma ilha monárquica.


Vamos aos dados gerais e obrigatórios: Tamako Market é um anime de 12 episódios, produzido pelo estúdio Kyoto Animation, famoso por um monte de séries populares - de Haruhi Suzumiya e Clannad, até outras mais recentes como Free! e Hyouka - e tido por muitos como sinônimo de qualidade.

É uma produção original, dirigida e planejada por Naoko Yamada, um dos jovens nomes de peso do estúdio - que também dirigiu K-On!.

Eu preciso abrir um parênteses aqui para falar do quanto eu admiro a Naoko Yamada. Ela, que começou sua carreira aos 20 anos, já trabalhou em uma dezena de títulos de peso - incluindo Haruhi, Clannad e Air, pra não falar do meu amorzinho da vez, Free! - e em geral tem um estilo bem quirky e que pessoalmente me agrada bastante. Ela parece se usar bastante de fofura e um humor levinho, duas coisas que não me cansam nunca.

(Em nota: o blog do Ultimatemegax tem algumas entrevistas da diretora Naoko Yamada sobre Tamako Market, tanto o anime - muito informativa - quanto o filme, que não deve decepcionar.)

Enfim, só por isso tudo, já dá para supor que Tamako Market é A) um anime com uma qualidade acima da média, o que de fato o é, pela animação belíssima e produção cara - o esperado do estúdio - e B) um anime que acerta em cheio no meu gosto, então eu posso soar tendenciosa. Já que, na realidade, Tamako Market é quase um flop. Pra qualidade da produção, não dá pra dizer que o anime foi suficientemente popular. Mas eu pessoalmente adorei.



Por que foi um flop? - provavelmente porque as pessoas esperavam demais, e Tamako Market é extremamente mediano. Nem medíocre, mas mediano. É um slice of life, ponto, apesar de um ou outro elemento de magia aqui e ali. Tem garotas bonitinhas, ponto, mas nenhum dos personagens é muito profundo ou complexo. Talvez o personagem mais bem-desenvolvido seja o pássaro Dera... ironicamente. Tamako Market não é excepcional em nenhum aspecto além da qualidade da produção, e quando a primeira impressão é tão impactante, se o resto não for tão único ou impactante o resultado tende a decepcionar, certo?


Tende, com certeza, se não for exatamente seu tipo de anime. É o meu. Tamako Market é exatamente o que eu procuro atualmente em um anime: algo colorido e visualmente agradável, com uma produção sonora também razoável-pra-boa, um tipo de "moe" que não é sexualizado ou ofensivo, com um humor despretensioso e ingênuo. E Tamako Market é exatamente isso, o que pode não ter nenhum atrativo para públicos mais específicos.


Como em qualquer SoL, "nada acontece", até porque não é um drama e não tem desenvolvimento de personagem; Mas Tamako Market tem uma espécie de história, que é a seguinte: Tamako é uma garota que vive num distrito comercial fictício, inspirado em Kyoto. Juntamente com seu pai, mantém com afinco uma tradicionalíssima loja de mochis. Até que um pássaro falante surge na sua vida. Não para trazer nenhuma notícia apocalíptica, avisá-la que ela é a única garota que pode salvar a Terra ou algo do tipo; Ele só foi até o Japão procurar uma esposa para o príncipe do reino mágico de Mochimazzi, e acabou se deparando com Tamako, que pareceu ser uma boa candidata para este papel.



Com isso, diria que Tamako Market faz uso de elementos/conceitos "jogados", muito mais do que uma linearidade, para apresentar sua "história" ou idéia central - mochi é um elemento, assim como a ilha deserta com um príncipe misterioso e o distrito comercial da Tamako. Os acontecimentos giram em torno dos elementos, como idéias sem uma ordem precisa. Eu, pessoalmente, adoro família e reinos mágicos, por exemplo. Foi a identificação com os elementos que me fez ter uma ligação emocional com o anime.

Ademais, a falta de linearidade é uma coisa que muitas pessoas parecem não gostar, e narrativas lineares tendem a ser mais populares; Mas é possível ver isso como uma forma de tornar o universo mais amplo e aberto para possibilidades, e eu estou nesse grupo de pessoas que pensam assim e gostam dessa estratégia. É claro que, pra isso, é preciso ter uma identificação ou interesse prévio no universo, e aí retomo o parágrafo anterior com minhas razões para ter gostado.

Então, o que quero dizer aqui é que Tamako Market não é mesmo aquilo tudo para todos os gostos, e entendo quem não gostou tanto. Não por ser extremamente bizarro, mas porque não faz um esforço para seguir tendências gerais. Se você gosta de Slice of Life bonitinho e engraçadinho, e se importa mais com uma "sintonia de feeling" do que uma narrativa pra se refletir sobre: ótimo, eu recomendo demais que dê uma chance para esse anime. Caso contrário, talvez você apenas não goste tanto.






Uma nota é que, como que para se redimir, ainda que não vá ganhar uma segunda temporada, Tamako Market vai ganhar uma continuação na forma de filme - Tamako Love Story, um drama que promete desenvolver alguns personagens que foram negligenciados na série, como o amigo de infância Mochizou, e seu relacionamento com Tamako.

Eu gosto disso porque torna o universo da série mais denso, além de ter simpatizado bastante com o Mochizou, que na minha opinião é um dos personagens que merecia mais screentime. Pela entrevista com a diretora - cujo link está no começo do post - o filme promete ter muito mais drama e impacto emocional, e provavelmente tentarão com isso atrair de volta aquelas pessoas que esperavam mais, por conta dos nomes de peso, do que a doce simplicidade que a série nos ofereceu.

Em conclusão, recomendo muito Tamako Market para quem, como eu, gosta de simplesmente um pouco de fofura e magia na sua vida; Sem a expectativa de algo completamente inovador, mas apenas algo simpático e agradável para assistir, com alguns elementos únicos e uma ambientação cativante. (Nas minhas palavras no Twitter: "Ikuni, mas com KyoAni e sanidade.")

E se esse não for seu caso, talvez você deva sentir-se livre para pular para o próximo título.

3 comentários:

  1. Hoje mesmo eu li esse (http://www.crunchyroll.com/anime-feature/2016/03/08-1/10-mulheres-que-ajudam-a-mover-a-indstria-de-animao-japonesa) artigo no Crunchyroll que cita a Naoko Yamada, e é curioso como eles citam mais de 10 obras nas quais ela participou (incluindo o ainda em produção Koe no Katachi) mas não tem uma letra sobre Tamako Market. Esse anime deve ter flopado forte, e se ganhou filme foi só porque o estúdio queria ou agradar uma de suas mais importantes funcionárias ou tentar reverter parcialmente o fracasso (ou um pouco de cada).

    Gosto de slice of life (exceto os escolares, esses costumam me irritar), talvez um dia eu experimente, ainda recomenda? Porque tem animes que a gente adora porque assistiu na época certa da vida. Eu adorava Cavaleiros do Zodíaco, mas assisti quando devia ter assistido. Depois foi Love Hina e Saber Marionette J. Desses dois eu continuo gostando, mas de CdZ tenho um pouquinho de vergonha, hahaha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Fábio!

      Nossa, obrigada pelo link! O mais triste é que muitas das produções dessa lista não tiveram mais que uma pontinha da participação da Naoko Yamada. Por mais que seja um flop, foi um trabalho que ela deu duro para fazer, chegou a viajar para fazer pesquisas e tal, e eu curti muito num nível pessoal, apesar de todas as falhas que eu citei aqui. Aliás, estava agora há pouco ainda conversando sobre a série com o Gus do Coisas de Otaku, que também gosta e também queria mais. Eu assistiria facilmente a mais uma temporada de Tamako Market, mas acho que o filme realmente encerra tudo que a série se propôs a oferecer. :(

      Eu super recomendo Tamako Market porque quanto mais anime eu vejo, mais o considero um slice of life com um feeling muito único. Mas como eu já disse aí também, eu acho que eu gosto de Tamako Market mais do que a maioria das pessoas, porque a estética é exatamente o que eu curto. Eu espero que você goste também pelas suas qualidades mais universais, como seu humor e a ternura dos seus relacionamentos! Ah, e como eu li no blog de uma moça coreana certa vez e concordo: Tamako Market é o anime perfeito para você assistir quando está meio desanimado e procurando algo fofo para sua vida. Como esse é... basicamente meu estado em 100% da minha vida, eu adorei e sigo adorando, haha.

      (Em nota, eu te entendo na mudança de sentimentos. Dessa sua lista eu só vi mesmo Love Hina há uns 10 anos, e curti DEMAIS na época, mas confesso que passou e hoje eu não saio contando isso, não, haha. :P)

      Enfim, muito obrigada pela visita e pelo comentário, como sempre! Até mais!~ o/

      Excluir
  2. Eu curto bastante Slice of Life, e Tamako Market eu achei bem agradável de se assistir ( para mim, Dera foi o melhor personagem, mas é opinião pessoal). Muito bacana seu post.

    ResponderExcluir