Bem vindo ao Blog Not Loli! Estamos em construção no momento! Siga-nos nas redes sociais!icones redesPesquise algum tópico: search
Parceiros parceiros

domingo, 20 de outubro de 2013

Moda Japonesa & Fairy Kei: Parte 2 - Aspectos gerais do Fairy Kei

Olá! Aqui está a segunda parte que prometi, da série de posts sobre moda japonesa e Fairy Kei.

Nessa parte eu falarei dos aspectos mais gerais do estilo, incluindo seu histórico/surgimento, repercussão nacional e internacional, e possibilidades para o futuro; Tratarei também do fator DIY (do inglês Do It Yourself, ou Faça Você Mesmo) como um aspecto importante do estilo Fairy Kei. Sumariamente, procurei conceitualizar o estilo, - que é uma coisa que eu sinto que falta, tanto em sites nacionais quanto internacionais, por conta da sua multiplicidade - e trazer um pouco do feeling Fairy Kei em forma de texto.

Novamente, agradeço à Flávia Kuran pelas fotos, e ao pessoal da blogosfera por várias das informações.

Espero que gostem!~

Moda Japonesa: Fairy Kei



Fairy Kei - Visão Geral

Um desses estilos que foram inspirados pelo Decora, e mais especificamente pelo Neo Decora, é o estilo Fairy Kei - também conhecido por FK - que eu explicarei mais detalhadamente, em termos de aspectos visuais, na terceira (e última) parte dessa série de posts.
De maneira geral, Fairy Kei é um estilo conhecido por sua vibe infantil, com foco nos anos 80 - com uma forte presença de personagens de desenhos e brinquedos fofos, tais como My Little Pony, Sanrio, Disney, Barbie, Ursinhos Carinhosos, e daí por diante - e também no uso quase exclusivo de tons pastéis nos outfits, de amarelinho a rosa-bebê, e incluindo aí o branco.
(Como muitas pessoas identificam a questão dos "anos 80" como fator que diferencia FK de Spank!, é importante aproveitar para distinguir esses dois "estilos"; Sobre essa questão, falarei mais a frente.)
O propósito de FK não é simplesmente parecer infantil, apesar de ser este sim um fator; Mas o propósito é simplesmente ser extremamente fofo. Fairy Kei é um dos estilos que mais se inspira nessa "cultura kawaii", com uma proposta de "juventude e inocência"; Para atingir esse visual, é importante também que Fairy Kei tenha um aspecto material de fofura e leveza, e isso se traduz em um estilo muito confortável de se vestir.
Além do seu apelo vintage, o Fairy Kei também é caracterizado por uma séries de temas relacionados a infância, tais como unicórnios, ursinhos de pelúcia, coelhinhos, arco-íris, estrelas, lacinhos, coraçõezinhos, doces, sorvetes, cupcakes e por aí vai. É a combinação desses símbolos com os designs vintage, os acessórios populares e as cores típicas que fazem um outfit ser realmente Fairy Kei.
Assim como a maioria dos estilos de moda japoneses, o Fairy Kei é muito popular entre garotas no fim da adolescência e início da fase adulta; É particularmente popular com aquelas nascida no fim dos anos 80, portanto, que cresceram neste universo - isto é, de brinquedos, desenhos, roupas, marcas infantis dos anos 80. Para estas garotas, o Fairy Kei tem um apelo nostálgico muito particular, que é provavelmente um dos motivos pelos quais esse estilo se tornou tão popular também no Ocidente.

Foto retirada do Ameblo da Kyary Pamyu Pamyu.

Surgimento, Inspiração & Marcas

O Fairy Kei surgiu no cenário da moda japonesa "oficialmente" em 2007, inspirado pelas marcas Doki Doki 6% e Spank, que criaram coleções vintage baseadas em moda dos anos 80. Entretanto, diferentemente de muitos estilos, o FK nunca teve uma marca específica que o ditasse regras e tendências, já que surgiu como um estilo original por conta própria, tomando por inspiração as coleções dessas marcas, mas também de marcas antigas e outros estilos mais recentes - como é o caso do Decora/Neo Decora, - sem falar em criaturas e histórias fantásticas, entre outros conceitos.
Quanto a estas marcas, Doki Doki 6% é considerada uma marca Neo Decora, enquanto Spank! é uma espécie de loja-brechó famosa, com um público indie, que milita por um estilo próprio. A sua dona, Tavuchi Sayuri, é uma pessoa famosa no cenário da Street Fashion japonesa, e ela própria diz que seu estilo "Spank!" não é Fairy Kei, mas sim um estilo único, apesar de hoje em dia possuir em suas lojas coleções inspiradas em FK. Em relação ao que eu falei anteriormente sobre Spank!, esse "estilo" é exclusivamente (ou quase) anos 80 por conta da própria idade da Tavuchi Sayuri - naturalmente, já que sua loja, que começou como um brechó, continha muitas peças vintage dos anos 80. Fairy Kei também conta sim com o uso de motifs dos anos 80, mas não é Spank! pois não é exclusivamente anos 80 - como sabem, muitas das marcas de brinquedos/desenhos que citei anteriormente surgiram antes dos anos 80, e há outros personagens populares em Fairy Kei que surgiram ainda depois.
O fato de Fairy Kei ser freqüentemente confundido com Spank! pode ser atribuído também ao fato de que, quando o Fairy Kei surgiu no cenário da Street Fashion japonesa, o estilo era muito mais diverso, e mais puxado pro Decora tradicional, com o uso de preto e cores neon sendo muito mais freqüente - vide foto acima da Kyary. Ao longo dos anos, porém, os adeptos acabaram criando um estilo próprio, mais caracterizado, e o FK se tornou mais padronizado, com o uso predominante de tons pastéis e motifs "kawaii" que nós temos hoje.
Além dessas duas marcas, hoje em dia tem diversas marcas - como Nile Perch, Mania Q, B Be Bee, Strawberry Planet & Mello, etc. - que são voltadas exclusivamente para adeptos do estilo Fairy Kei, sem contar em marcas que vendem de forma não-exclusiva peças estilo Fairy Kei, tais como as famosas Bodyline, Milkmim, Chocomint, entre outras.



Aspecto DIY (Do It Yourself)

DIY é um acrônimo para Do It Yourself, ou, traduzindo, Faça Você Mesmo; Em outras palavras, consiste na prática de criar suas próprias peças de roupa, acessórios e combinações. Essa prática também é comum em outros estilos de moda japonesa, por exemplo; Entretanto, tem um papel significativo no Fairy Kei, considerando que o FK é um estilo relativamente recente, e que depende muito da criatividade e gosto dos seus adeptos, já que marcas e regras são tão diversas. O DIY é ainda mais importante no Ocidente - leia-se "pra gente" - já que roupas de marcas japonesas de Fairy Kei são difíceis de serem adquiridas pela Internet e afins.
Por todos esses motivos, não é incomum que os adeptos do estilo criem suas próprias peças de roupa. Um exemplo de DIY popular no Fairy Kei são as saias de tule (ou "tutus"), que são talvez a parte mais importante de um outfit FK. Elas podem ser feitas até que facilmente, usando nada mais que tule e elástico. Criando suas próprias saias, o próprio usuário pode adaptar casa saia ao esquema de cores do seu outfit, e fazê-la tão grande e fofa quanto for necessário; Sem falar que essa prática acrescenta pontos no que diz respeito à criatividade e originalidade do outfit. A saia pode ainda ser decorada com outros tecidos, glitter, entre outros.
Também populares são os broches e pingentes feitos com polymer clay (massa fimo), ou resina colorida em tons pastéis e preenchida com glitter, o que dá um feeling realmente "dreamy" e muito fofo para o acessório.
Um artesanato ainda mais simples, mas não menos importante, são as pulseiras de miçangas, que são muito populares no Fairy Kei - especificamente, na forma de pulseiras com grandes miçangas em formato redondo e cor branca/tons pastéis. São muito fáceis de serem feitas usando uma coleção de miçangas de plástico e rolinho de lastex.
Além de tudo isso, também é comum incrementar acessórios - como presilhas e lacinhos - e customizar peças de roupa adquiridas em brechós e lojinhas de roupas casuais, usando pompons, retalhos de colchas/roupas infantis, recortes de revistas, entre outros; Basta ser criativo!
No Ocidente, o Etsy é um site popular para quem gosta de Fairy Kei. É uma comunidade voltada para artesãos e pessoas interessadas em artesanato, e há nesse site uma grande comunidade de pessoas que se dedicam em particular à criação de peças em estilo Fairy Kei.


O Futuro do Fairy Kei

No trabalho, eu me arrisquei a falar um pouco da minha opinião quanto ao futuro do Fairy Kei e da moda japonesa, coisa que eu não me arriscaria de maneira nenhuma a falar para gente mais entendida que eu, haha... ( ;´ Д`) De qualquer forma, apresento uma visão geral do que penso desse estilo, e das tendências atuais no cenário da moda japonesa.
Como a maioria dos estilos de moda japonesa contemporâneos, o Fairy Kei é fadado a durar pouco. Na verdade, eu diria que o estilo já teve o seu apogeu no Japão, apesar de ainda ser bastante popular em comunidades ocidentais dedicadas a moda japonesa e etc. Mais do que isso, eu diria que o Fairy Kei é um desses estilos que chamou a atenção até de "tribos" que a princípio não estariam ligadas à moda japonesa, como hipsters e etc., por causa do aspecto vintage, unicórnios e afins.
Ao meu ver, o que é popular no Japão hoje não é tanto um estilo específico, quanto o chamado "Aomoji Kei" - termo este que surgiu de maneira irônica, opondo-se ao "Akamoji Kei", isto é, uma moda mais conservadora, "de passarela", centrada nas marcas famosas. Aomoji Kei engloba os estilos de Street Fashion, a moda de Harajuku - e outros distritos com uma proposta semelhante, - ou, colocando de outra forma, "vista o que quiser e te fizer se sentir bem", em oposição à adesão à regras. Caricaturando, é possível dizer que "Aomoji Kei" tornou-se recentemente quase que um sinônimo pra "Harajuku Street Fashion", tendo sido popularizado pela cantora Kyary Pamyu Pamyu ((!) e gostaria de aproveitar pra apontar um post muito bom sobre essa cantora, pra quem ainda não a conhece!~)
Eu diria ainda que esses estilos tem se tornado mais abertos e diversificados a cada temporada que passa; Não tanto estilos, mas vejo sim - pelo TokyoFashion e sites afins - que tem algumas tendências se consolidando, e é a mistura dessas tendências que tem constituído a maioria dos outfits que são vistos hoje nas ruas, alguns até bem bizarros.



Enfim, acho que é isso! Espero que tenham gostado de mais esse post - leia-se, que ele sirva pra alguma coisa. Sei lá. - e semana que vem devo estar postando a terceira e última parte dessa brincadeira, sintetizando algumas das características visuais do Fairy Kei. Até lá! ♡~

Nenhum comentário:

Postar um comentário