quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Free! 6 e 7 - e o OTP vira canon.

E como mais uma vez eu deixei de fazer review de Free!, vai aqui um post. Minha ausência é justificada. Juro.

Os últimos dois episódios foram muito bons (e um dia eu espero me arrepender de ter usado "muito bons" com um anime sobre bishounen nadando), já que aparentemente a história atingiu um climax com a competição do Haru e do Rin, logo depois de um episódio muito bom sobre os traumas do Makoto, união, amizade, blabla...


... ou o fato de terem sido muito bons pode ter se dado tão somente pela quase-que-total ausência de personagens femininas nos últimos dois episódios. Who knows?


Então, resumidamente. No episódio 6 houve a continuação do drama do Makoto (leia-se: ooh, oceano!); Makoto acabou não conseguindo salvar Rei, e Haru e Nagisa tiveram que ir atrás deles. Tudo dá certo - muito rapidamente, pra variar; O pacing é uma coisa que me incomoda bastante em alguns episódios de Free! - e, no fim, os garotos foram parar em uma ilha com uma mansão. Sim, amigos, o clichê da ilha com mansão voltou nesse episódio, e dessa vez aconteceu. Ignorando o fato de que era uma mansão abandonada, e que eles tiveram que comer sardinha com abacaxi, e o jogo de "verdade ou desafio" também podia ter sido melhor... mas, ei, podia ser pior. Podiam ter fantasmas.


Olhando pelo lado bom, Haru/Água virou canon!!

Acho que a coisa mais importante pra se dizer sobre esse episódio é que quase houve a tão esperada CPR. Quase. Sério, colegas? Temos cena de banho no primeiro episódio, mas não podemos ter CPR no 6º? Alguém tem que ver isso aí. Er, enfim. No último minuto do segundo tempo, o Makoto acordou tossindo e...


Por que????


O episódio 6 realmente não teve muita história, e foi basicamente uma desculpa pra mostrar os garotos do Iwatodai sendo felizes juntos. Obviamente, nada contra (e, er, acho que ninguém que ainda vê esse anime tem algo contra). 

Em contrapartida, o episódio 7 deu uma boa caminhada no enredo. Na verdade, andou tanto que me pareceu até um pouco "ei, acho que passamos tempo demais mostrando bíceps e roupas de banho e esquecemos de continuar a história principal". Novamente, o pacing aqui me incomodou muito, e esse episódio em particular eu acredito que poderia ter sido dividido em dois.

Por outro lado... eu também não gosto de enrolação, então pra mim está bom.


[insira aqui uma crítica sobre como a Indústria Dos Animes está falindo, não se fazem mais séries como antigamente e 12-14 episódios não são o bastante, enquanto eu coloco uma imagem do Rin sendo sexy]

Nesse episódio apareceram todos os personagens novamente, e entre outras coisas, foi explicada a motivação do Rin - que por sinal é uma graça, e me fez torcer por ele, que de vilão não tem nada - e mais um pouco dos garotos da Iwatodai, bastantes cenas com o colega de quarto do Rin, e toda a preparação final para a competição que enfim aconteceu. 


Boa parte do episódio serviu para mostrar o quanto o Rin é importante pro Haru - não, eu não estou brincando aqui - no sentido de motivá-lo a nadar competitivamente; E o quanto o Haru queria reencontrá-lo, por tudo que aconteceu no passado, etc, etc...


seal-shouting-gay.jpg

Quanto à competição, eu achava que só aconteceria no último episódio; Mas já aconteceu, e não foi bonito pro Haru, e me faz perguntar que rumo a história vai tomar agora. Resumidamente, o episódio acaba com a promessa do Rin de nunca mais nadar com o Haru. O que soa no mínimo patético ao fim de um episódio desses, mas a cena é de partir corações, e me fez repensar a seqüência de encerramento ridícula, e, bom, talvez a história até tome um rumo mais "Haru procura Rin". 

O fandom pira.

Devemos esperar Episódio-Da-Depressão pro 8? Talvez. Eu só torço pra que não fique uma coisa muito idiota (o que geralmente acontece nessas histórias de "X procura Y") e, sei lá, espero reviravoltas. ... Não sei se é esperar demais pra Free!, mas sonhar faz bem e tal.

(Sim, essa minha coisa de amor-e-ódio persiste. Suportem.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário