terça-feira, 17 de janeiro de 2017

O pós-reveillon: Como perder peso de formas divertidas e úteis?


Olá!

O post de hoje é para você, caro leitor que comeu demais no fim do ano e agora quer emagrecer mas não consegue porque ver anime não emagrece e você não quer realmente fazer nada a mais além de ver mais anime. É para você que precisa emagrecer para um cosplay incrível e não sabe como. É para você que por alguma razão estúpida ou não quer emagrecer, mas não quer ter um fitness lifestyle. É para você que quer ser um protagonista de Free! [comentários] sem tomar whey. É pra você que quer secar mas não quer que isso aconteça sofrendo pelo seu husbando. (credo)

É com você mesmo (mesma, enfim) que eu estou falando. Felizmente, você não é o único. E se tem duas pessoas otakus que precisam de um negócio, algum inventor japonês sábio pensará certamente em fazê-lo. Eu estou de dieta e estarei por um tempo porque preciso para fazer alguns cosplays servirem, e como sei que tem muita gente no mesmo barco que eu, resolvi então compartilhar minhas dicas pessoais de como emagrecer sem ser maromba lifestyle! Yay! Essas dicas são para você que... gosta de alguma(s) das coisas que posto aqui nesse blog. Espero que curtam! ~

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Anime: Watashi ga Motete Dousunda - É sobre querer ver príncipes se beijando

O ship é livre e o cockblock também

E enfim terminou um dos meus favoritos dessa temporada: Watashi ga Motete Dousunda. O anime é uma espécie de Ouran Host Club da década, e para quem não sabe, Ouran Host Club é uma das séries de anime que eu mais gostei na vida. Acompanhei com fervor quando saiu, e achei que nunca ia ver nada parecido depois da minha decepção com Aoharu x Kikanjuu.

Até Watashi ga Motete Dousunda surgir.

Agora que terminou eu posso dizer com certeza que é um dos meus favoritos da temporada. Não, não é nada super único nem especial, é uma comédia do seu tempo meio como Baka to Test [comentários], Bokura wa Minna Kawaisou [resenha] e outras que já comentei aqui. Mas como o que é, é totalmente único e muito divertido mesmo - especialmente se você for uma fujoshi irremediável como eu. Então, vamos comentar sobre essa série divertidíssima da temporada de Outono? 💗

Anime: Fune wo Amu - Águas mais profundas do que se podia esperar.


O post dessa vez é para falar sobre uma série de anime finalizada há coisa de uma semana. Apesar de eu não ter dado muita coisa por ela antes de sair, mesmo sabendo que o character design é da Haruko Kumota (autora de Shouwa Genroku Rakugo Shinjuu [resenha] - deixo aqui minha dedicatória à divindade dos mangás BL que permitiu que essa rainha se tornasse também rainha dos josei entre a galera normal nesse ano...) e passando no Noitamina e tendo dubladores maravilhosos como Maaya Sakamoto, Takahiro Sakurai (dois dos meus favoritos ngl) e Hiroshi Kamiya... eu realmente achava que seria Toshokan Sensou 2.0. Spoilers: não só não foi como se tornou uma das minhas favoritas desse ano, e por que não dos anos 2010. Sem mais delongas, vamos a essa série que me ganhou completamente.

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Isso Aqui Não É O Meu Twitter - um post tapa-buraco sobre aleatoriedades que podem ou não interessar-vos.

Nois tenta emagrecê mas tá assim na ceia

Então é Natal. Esse foi um ano bastante cansativo pra mim (porque foi um ano de muito trabalho não-recompensador, como enviar currículos, elaborar traduções, desenvolver roteiros de jogos e outras coisas que nunca serão lucrativas), então eu estou aproveitando esse meu mês de férias ao máximo, procrastinando bastante e deixando muita coisa de lado, fazendo binge-watch de anime e curtindo tudo que eu tenho direito (e o que não tenho também) desses dias de calor escaldante para poder me recuperar. (ノ◕ヮ◕)ノ*: ・゚✧

Nesse tempo, eu tive aproximadamente dez mil ideias de posts que eu poderia escrever. No entanto, dessas dez mil, poucas (as que eu vou escrever posts sobre, naturalmente) realmente mereciam posts. A maioria só cabia em um post rápido de notícias e atualizações que eu costumo fazer vez em quando. Então, é isso que eu vim fazer aqui.

Acontece que como eu estou sem Twitter, muita coisa que eu normalmente postaria no Twitter acabou vindo pra cá. Então, isso aqui virou uma espécie de resumo trimestral que talvez eu continue fazendo daqui pra frente. Espero que vocês gostem desse post bastante descontextualizado, e aguardem as resenhas do que eu tenho assistido! ^_-

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Yuri On Ice!!! - Por que eu só não gostei tanto assim.


Ontem tivemos o episódio final daquele anime, o Yurio N Ice. Digo, Yuri On Ice.  E o que eu achei dessa montanha russa de emoções, reviravoltas e dramatização (leia: viadagem)?

É... complicado.


domingo, 18 de dezembro de 2016

Evento: Anime Tsubasa 2016 - 10 Anos


Olá, gente!

Ontem, dia 17 de dezembro de 2016, o evento Anime Tsubasa, tradicional daqui de Santos - SP, teve sua edição de comemoração de 10 anos. A admissão foi de graça nessa edição; eu naturalmente fui lá e apesar de não ter ficado muito tempo porque sinceramente tenho várias coisas pra fazer e estou velha demais pra isso, fiquei o bastante para curtir algumas atrações e compartilhar com vocês! ^_^


sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Da série koreaboozices, ou aprender coreano.

Eu só coloquei esse vídeo aqui porque todo mundo de bom coração merece apreciar meu ultimate em seu habitat natural.

Sim, esse título foi inspirado no primeiro post sobre aprender japonês do blog.

Sim, eu escrevi ele há quase um mês. Sim, eu estava sem paciência pra editar! 

Olá! Como vão? Eu vou bem. Totalmente surtada com o fim do semestre na faculdade, com o JLPT que é em duas semanas, com as costuras pendentes de cosplays para os eventos de fim de ano e outras encomendas, aniversário (meu, daqui a 5 dias!), animes atrasados e o desemprego que assola diariamente a minha existência e me faz gastar horas enviando currículos, mas bem! E o que uma pessoa faz quando tem todas essas coisas pra resolver e não tem muita certeza de como?

Estuda coreano, claro! "Quê?"

Bem, algumas pessoas resolvem tudo de cara, ficam livres e correm pro abraço. Não eu. Eu gosto de começar uma coisa nova pra me animar, e se eu não fizer isso e ficar só focada nas mil tarefas, é quase autodestrutivo. Se isso não significa ser um P no Myers Briggs, eu não sei o que significa. Então eu começo uma atividade nova e é por isso que eu faço dez mil coisas na vida. Segredo revelado, né?

A atividade da vez é aprender língua coreana. O motivo, óbvio, é que eu continuo completamente viciada em k-pop e até aprendi umas palavrinhas, mas eu não sabia escrevê-las. O outro motivo é que eu já tinha visto um post no Tumblr que ensinava coreano. "Imagina que ótimo deve ser aprender uma linguagem tão rápido enquanto eu estudo japonês há anos e não sei falar", pensei, "quero ser koreaboo", pensei - isso uns 5 anos atrás. Bem... 5 anos depois, eu finalmente virei capopeira, me rendi e admiti pra mim mesma que adoraria aprender hangul. Motivos: procrastinar, conseguir entender e cantar as letras bonitas das músicas, a expectativa de poder se comunicar com idols no Twitter e... fazer parte do grupo de tradução do Block B por um tempo também me deu vontade, porque os tradutores coreanos eram maioria. Se sentir excluído de um negócio legal é sempre um bom motivo para querer aprender aquele negócio.

Enfim, cá estamos. Eu estou longe de ser professora de hangul, estou aprendendo o básico ainda, então levem tudo nesse post com muito cinismo e não levem nada a sério. Mas se você como eu só tem uma vaga curiosidade e não sabe por onde começar, mas acha que aprender coreano não seria uma má ideia... É mais fácil do que imagina e eu vou mostrar o porquê.